NACIONAL

São Paulo registra 29,9 mil óbitos e 803,4 mil casos de Covid-19

Publicados

em


source
foto
FreePick/Divulgação

Entre as pessoas que já tiveram confirmação para o novo coronavírus estão 374.339 homens e 422.987 mulheres


O estado de São Paulo registra, neste domingo (30), 29.978 óbitos e 803.404 casos confirmados do novo coronavírus ( Covid-19 ). Entre o total de casos diagnosticados da Covid-19 , 625.203 pessoas estão recuperadas, sendo que 89.645 foram internadas e tiveram alta hospitalar.


As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 51,3% na Grande São Paulo e 53,9% no estado. O número de pacientes internados é de 11.386, sendo 6.370 em enfermaria e 5.016 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das 10h30 deste domingo (30).

Perfil

Entre as vítimas fatais estão 17.292 homens e 12.686 mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos de idade ou mais, totalizando 75,8% das mortes.

Leia Também:  Propaganda eleitoral começa hoje; veja o que candidatos podem e não podem fazer

Por faixa etária, a mortalidade é maior entre 70 anos e 79 anos (7.554), seguida pelas faixas de 60 anos a 69 anos (7.080) e 80 anos e 89 anos (6.073). Entre as demais faixas estão os menores de 10 anos (38), de 10 anos a 19 anos (55), 20 anos a 29 anos (247), 30 anos a 39 anos (879), 40 anos a 49 anos (1.999), 50 anos a 59 anos (4.044) e maiores de 90 anos (2.009).

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (59,1% dos óbitos), diabetes mellitus (43,2%), doenças neurológicas (10,7%) e renal (9,5%), pneumopatia (8,2%). Outros fatores identificados são obesidade (7,4%), imunodepressão (5,6%), asma (3,1%), doenças hepáticas (2,1%) e hematológica (1,8%), Síndrome de Down (0,5%), puerpério (0,1%) e gestação (0,1%). Esses fatores de risco foram identificados em 24.014 pessoas que faleceram por covid-19 (80,1%).

Entre as pessoas que já tiveram confirmação para o novo coronavírus estão 374.339 homens e 422.987 mulheres. Não consta informação de sexo para 6.078 casos.

Leia Também:  Voluntária é agredida e tem adesivo do Pantanal arrancado do seu carro

A faixa etária que mais concentra casos é a de 30 anos a 39 anos (190.877), seguida pela faixa de 40 anos a 49 anos (168.562). As demais faixas são os menores de 10 anos (18.585), de 10 a 19 (36.075), de 20 a 29 (133.069), de 50 a 59 (121.812), de 60 a 69 (73.508), de 70 a 79 (37.349), de 80 a 89 (18.091) e maiores de 90 anos (5.034). Não consta faixa etária para outros 442 casos. 

A relação de casos e óbitos confirmados por cidade pode ser consultada na  página do governo do estado.

Propaganda

NACIONAL

Justiça suspende decisão de Salles que acabou com proteção a manguezais

Publicados

em


source
salles
Ricardo Salles / Twitter

Ricardo Salles, Frederico D’Ávilla e Jair Bolsonaro

A Justiça Federal do Rio de Janeiro suspendeu, nesta terça-feira (29), a extinção de duas resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente, que é presidido pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que delimitavam as áreas de proteção permanente (APPs) de manguezais e de restingas do litoral brasileiro.

A decisão permitia a exploração comercial e imobiliária de regiões protegidas por determinações ambientais. “Tendo em vista o evidente risco de danos irrecuperáveis ao meio ambiente, defiro antecipação dos efeitos da tutela para suspender os efeitos da revogação apreciada na 135ª Reunião Ordinária do Conama”, escreveu a juíza Maria Amélia Almeida Senos de Carvalho.

A decisão tem caráter liminar e foi protocolada com a justificativa de que a ação do Conama “viola o direito constitucional a um meio ambiente ecologicamente equilibrado”.

Leia Também:  Após término, homem fere ex-esposa e mata vizinha que encorajava separação

Ao explicar a extinção das normas, governo havia dito que essas resoluções já não eram mais cumpridas na prática. Especialistas em meio ambiente apontaram, porém, que até hoje essas normas são aplicadas, porque são os únicos instrumentos legais que protegem, efetivamente, essas áreas. 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA