NACIONAL

São Paulo transfere ponto facultativo do Dia do Professor para 16 de outubro

Publicados

em


source
Sala de aula
FreePick/Divulgação

Ponto facultativo ocorrerá no dia 16 de outubro

O governador João Doria (PSDB) confirmou, na tarde desta quarta-feira (14), a transferência do ponto facultativo que celebra o Dia do Professor, que ocorreria na quinta-feira (15), para 16 de outubro, sexta-feira. Em entrevista coletiva sobre a Covid-19 no estado, Doria aproveitou para parabenizar o trabalho dos profissionais de educação durante a pandemia. 

A medida é válida para todos os servidores de educação do estado, além das ETECs e FATECs do Centro Paula Souza. De acordo com o secretário de esducação de São Paulo, Rosseli Soares, o recesso é uma forma de agradecimento ao trabalho árduo dos profissionais.

“Essa pandemia tem ensinado muitas famílias que precisam se reinventar com o papel que ficava exclusivamente nas costas dos professores, então hoje todos podemos ver um pouquinho do trabalho desses profissionais”, destacou o secretário. 

Leia Também:  Polícia prende ator pornô acusado de aplicar o golpe do "boa noite, Cinderela"
Propaganda

NACIONAL

PF aponta que Chico Rodrigues era ‘gestor paralelo’ na Saúde em Roraima

Publicados

em


source
Senador Chico Rodrigues (DEM-RR)
Edilson Rodrigues/Agência Senado

PF aponta que Chico Rodrigues era ‘gestor paralelo’ na Saúde em Roraima

Um relatório da Polícia Federal mostrou que o senador Chico Rodrigues, que foi flagrado com dinheiro na cueca pelos agentes, usou da proximidade que tem com o governador de Roraima, Antonio Denarium, para beneficiar empresas investigadas pela PF.

Segundo a PF, o senador atuava como um “gestor paralelo” da Secretaria Estadual de Saúde de Roraima. O documento mostra que Chico agiu para evitar a demissão do então Secretário Adjunto de Saúde de Roraima, Francisco Monteiro Neto.

Além disso, Chico Rodrigues estaria tentando articular com a gestão do estado para que o governador não abrisse uma nova licitação. Ao invés disso, ele deveria estender os contratos com empresas de Gilce Pinto, uma empresária também investigada pela PF e que estaria sendo beneficiada com a ajuda da máquina pública.

Leia Também:  Professor é preso suspeito de cometer abusos sexuais contra crianças

O relatório da PF aponta que em diversas ocasiões, o senador cobrava de Francisvaldo de Melo Paixão, um ex-servidor da Sesau, pagamentos para Gilce.

Histórico 

Chico Rodrigues foi preso tentando ocultar dinheiro na cueca no último dia 14. A quantia girava em torno de R$ 33 mil em dinheiro. A defesa do senador afirma que o dinheiro tem origem lícita e diz que ele não cometeu irregularidades. 

Após a polêmica e o envolvimento em atividades suspeitas que estão sendo investigadas, o senador pediu licença do cargo no Senado por 121 dias.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA