NACIONAL

Três amigos morrem depois de carro bater e se dividir ao meio; veja

Publicados

em


source
Acidente RS
Reprodução

Acidente no RS

Três pessoas morreram em um acidente de trânsito na ERS-400, em Candelária, a 190 Km de Porto Alegre, na noite desta terça-feira (8). As vítimas eram amigas e foram identificadas como Daniel Roberto Post, de 23 anos, Ederson Eckel, de 20 anos e Maikon Lucas Mundstock, de 17.

De acordo com o Comando Rodoviário da Brigada Militar, o carro estava transitando quando saiu da pista e bateu na vegetação. Os corpos ficaram presos às ferragens e, por isso, foi necessário acionar o Corpo de Bombeiros para tentar retirar os rapazes.

Apesar das tentativas dos bombeiros, os garotos não sobreviveram. Um inquérito policial foi instaurado para apurar os fatos. Os corpos dos três serão enterrados em cemitérios diferentes ainda hoje. 

Veja a foto a seguir:

Acidente RS
Reprodução

Como ficou o carro



Leia Também:  Pedagoga leva soco em abordagem policial: "fui chamada de preta, de vagabunda"

Propaganda

NACIONAL

“ONGs vagabundas” tramam contra o presidente na ONU, diz Carlos Bolsonaro

Publicados

em


source
carlos
IG – Último Segundo

Carlos Bolsonaro diz não ser ‘covarde’ e assume uso das redes do pai


O vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (Republicanos), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), atacou ONGs (Organizações Não Governamentais) em sua conta no Twitter acusando as entidades de prepararem um plano contra o seu pai durante o discurso de abertura da 75ª Assembleia Geral da ONU , que ocorre hoje às 10h.


“Todas as ONGs vagabundas se organizando nas redes sociais para orquestrar panelaço contra o Presidente amanhã em seu discurso para a ONU. Este tipo de MOVIMENTO ORQUESTRADO jamais será investigado e nem será motivo de inquérito, óbvio! O líder eleito da nação é alvo!”, escreveu Carlos no Twitter.

O Brasil tradicionalmente abre a Assembleia da ONU e neste ano a expectativa é que Bolsonaro comente as ações do Brasil no combate à pandemia do novo coronavírus (sars-cov-2) e aos incêndios que ocorrem no Pantanal e na Amazônia e geram repercussão internacional. Analistas acreditam que Bolsonaro deve defender mais uma vez que o Brasil é perseguido no plano internacionla, como fez no discurso do ano passado em que também atacou o socialismo e lideranças indígenas.

Leia Também:  Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas



Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA