NACIONAL

Vergonha: Ministro do STF do Brasil é chamado de mentiroso e não gostou durante uma palestra em Londres

Publicados

em

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso foi interrompido e chamado de mentiroso durante palestra, no sábado (25), no Brazil Forum UK, em Oxford, na Inglaterra.

Ele reagiu afirmando que um dos problemas do Brasil é “um déficit imenso de civilidade”.       

“É um dos problemas que enfrentamos no país, um déficit imenso de civilidade”, disse. “É preciso trabalhar com a verdade”.  

Barroso foi interpelado por uma mulher que estava na plateia e reagiu quando ele disse que precisou impedir “o abominável retrocesso que seria a volta ao voto impresso com contagem pública manual”, prática chamada por ele de “o caminho da fraude”.   “Isso é mentira. Ninguém falou em contagem manual”, disse a mulher.      

Barroso sugeriu que ela entrasse na internet para verificar a defesa do voto impresso e manual, pauta utilizada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) para mobilizar sua base com discursos de tom golpista.      A mulher insistiu em dizer que a fala do ministro era mentirosa e ganhou o apoio de ao menos uma pessoa que também estava na plateia do evento.    

Leia Também:  IBGE abre nova seleção com 157 vagas e salários de até R$ 3.100

“O pensamento conservador, que é legítimo, foi capturado pela grosseria”, afirmou Barroso.      

Para o ministro, é preciso ser capaz de discutir de forma educada, com respeito e consideração. “Viramos um país de ofensas”, disse, citando comentário de outra mulher no Twitter que se apresentou como católica e conservadora e o xingou com um palavrão.    

Barroso defendeu “um choque de civilidade” no país e disse que, como juiz, ouve todo mundo, mas que é preciso trabalhar com a verdade e ter respeito.          

Durante a palestra, ele afirmou que trabalha com fatos, “coisa que se perdeu um pouco no Brasil”. Para ele, a busca da verdade não é fácil porque as pessoas escolhem lados e criam narrativas para acomodar suas convicções.          

Também em tom crítico, o ministro falou sobre a atualidade brasileira citando a perda da soberania na Amazônia para o crime organizado e citou o desmonte de órgãos públicos como a Funai (Fundação Nacional do Índio).          

Leia Também:  Dia dos Pais: Conheça três histórias inspiradoras de pais presentes na vida dos filhos

Barroso ainda defendeu uma discussão sobre a atual política de combate às drogas, que, segundo ele, não funciona e, ao encarcerar jovens, entrega-os para organizações criminosas.      

O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, estava na plateia da palestra de Barroso e foi cumprimentado pelo ministro, que citou Sobral, no Ceará, como exemplo de cidade que investiu com sucesso na educação básica, defendida pelo ministro como fundamental para o crescimento do país.          

Realizado neste sábado e domingo (26) na Universidade de Oxford, o Brazil Forum UK debate questões do país em um ciclo de palestras organizado por estudantes brasileiros.          

Entre os convidados deste ano estão o ex-governador João Doria (PSDB) e a diretora da Anistia Internacional no Brasil, Jurema Werneck, que falou antes de Barroso e afirmou que pelo menos 120 mil mortes poderiam ter sido evitadas na pandemia caso o governo Bolsonaro tivesse adotado medidas recomendadas por especialistas em saúde.

 

Otavio Ventureli(da redação de Brasilia)

 

 

NACIONAL

Delegado teve medo que investigação vazasse e obras fossem vendidas

Publicados

em

Delegado Gilberto da Cruz Ribeiro, da Deapti, segura a obra recuperada Sol Poente, de Tarsila do Amaral
Márcia Foletto – 13.08.2022

Delegado Gilberto da Cruz Ribeiro, da Deapti, segura a obra recuperada Sol Poente, de Tarsila do Amaral

Os quase cinco meses da investigação que levou à prisão de Sabine Coll Boghici por roubar da própria mãe obras avaliadas em milhões de dólares, poderiam ter ido por água abaixo, ao menor descuido. O delegado Gilberto da Cruz Ribeiro, titular da Delegacia Especial de Atendimento à Pessoa da Terceira Idade (Deapti), diz que temeu que a apuração vazasse e, por isso, chegou a pedir à Justiça do Rio que colocasse a investigação sob sigilo. Ele lembra que se a apuração fosse descoberta, pinturas de Tarsila do Amaral, Cícero Dias e Di Cavalcanti poderiam ter sido comercializadas no mercado paralelo e a viúva do colecionador Jean Boghici não reaveria o prejuízo de cerca de R$ 725 milhões. A filha do marchand foi presa em flagrante por fazer parte do esquema criminoso e teve a prisão temporária mantida nesta sexta-feira.

“Tínhamos medo de que essa investigação vazasse. Se isso acontecesse e as pessoas tomassem conhecimento, a probabilidade de encontrar qualquer obra ou qualquer joia valiosa seria muito pequena. Então, optamos por pedir que o processo tramitasse em sigilo, exatamente para ter uma chance de diminuir o prejuízo da idosa”, disse o delegado, em entrevista ao GLOBO.

Leia Também:  Piloto de Pablo Escobar tentou tirar 'Faraó dos Bitcoins' do Brasil

Cruz Ribeiro não acreditava que todas as obras levadas por Sabine Coll Boghici fossem encontradas.

“Evidentemente, não contávamos encontrar os 11 quadros que estavam em locais desconhecidos. Achávamos que teríamos uma chance de localizar parte considerável que pudesse não ter sido vendida. Para a nossa surpresa, as obras estavam todas juntas naquela cama box”, conta o policial, que completa:

“A gente não saberia qual o destino que iria se dar. São obras famosas que poderiam ser facilmente vendidas. Essas obras poderiam tomar um destino como no mercado ilegal, sem qualquer rastreio”, conclui o delegado.

Nesta sexta-feira (12), a 23ª Vara Criminal da Comarca da Capital do Tribunal da Justiça do Rio manteve a prisão temporária de Sabine Boghici em audiência de custódia. A juíza Ariadne Villela Lopes considerou que a prisão está dentro do prazo de validade e segue regular. Rosa Stanesco Nicolau, que teria participado do crime se apresentando como falsa vidente, também teve a prisão mantida em audiência por decisão da juíza Rachel Assad da Cunha. Além de Sabine, outras cinco pessoas participaram do golpe.

Leia Também:  Choque: Colisão entre carro de passeio e motocicleta na BR 364 na manhã desta quinta-feira deixa um ferido

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Nacional

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI