Carros e Motos

Nova Yamaha Tracer 700 é revelada e promete condução mais refinada

Publicado


source
Yamaha arrow-options
Divulgação

Yamaha Tracer 700 é uma das portas de entrada para o universo das bigtrail, e agora traz novidades

A Yamaha Tracer 700 acaba de ser revelada com novo visual e um corpo mais compacto e estreito. A semi carenagem frontal com visual moderno e futurista chancela o caráter dinâmico desta crossover da marca dos diapasões. As luzes de posição em LED fluem perfeitamente com os dois faróis embutidos logo abaixo e com as setas escondidas nos protetores de mãos que reforçam a esportividade. A sede brasileira da marca ainda não divulgou quando virá, mas não deve demorar.

LEIA MAIS: A nova Yamaha Tracer 900 GT exige condução especializada

Pensada para entregar agilidade dentro e fora do asfalto, foi desenvolvido um chassi leve e compacto de aço com uma balança longa de alumínio para a Yamaha Tracer . O motor, chamado de CP2, é o mesmo bicilíndrico paralelo que equipa a irmã MT 07, com virabrequim crossplane para entregar o torque com linearidade. A eletrônica foi atualizada, bem como o sistema de escapamento, tornando este modelo compatível com as novas e rigorosas normas Euro5 e ainda assim capaz de entregar 75 cv e 6,83 kgfm. Para levar 196 kg, promete mesmo boas respostas ao torcer o manete.

LEIA MAIS: Honda, Yamaha e BMW interrompem atividades nas fábricas de Manaus

Outras melhorias para a condução

Yamaha arrow-options
Divulgação

Entre os componentes eletrônicos, o maior deles é o seu painel digital multifuncionalç

Já a ergonomia da Tracer 700 , também atualizada, chega com um guidão mais largo que, segundo a marca, oferece uma posição de pilotagem mais imponente, melhorando o conforto e a agilidade. O design do assento duplo em peça única, por sua vez, traz mudanças para aumentar o conforto do piloto em viagens mais longas. A carenagem frontal conta com um novo parabrisas regulável manualmente para reduzir o arrasto, o que, segundo a Yamaha, contribuiu para que atingisse os seus 20 km/l.

LEIA MAIS: A Honda CRF 1000L Africa Twin nos caminhos de terra

Migrando para o seu conjunto de suspensão, elas também receberam melhorias e agora trazem um garfo convencional de 41 mm, com ajustes na pré carga da mola e na velocidade do retorno. O monoamortecedor traseiro também conta com as mesmas regulagens, com o objetivo de aumentar a aptidão da bigtrail na condução em todo o terreno. E por fim, a Yamaha Tracer 700 vem com painel digital invertido, que informa sobre as rotações, velocidade, marcha engatada e demais informações. Tudo pode ser acessado através do punho esquerdo do guidão.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Encontrados Fiat, Alfa Romeo e Peugeot abandonados há 27 anos

Publicado


source
Alfa Romeo 33 arrow-options
Reprodução/Instagram

Alfa Romeo 33 perua está entre os vários modelos encontrados na Argentina e que serão recuperados para serem vendidos

Enquanto o mundo se resguarda por causa da pandemia, uma loja de carros abandonada há 27 anos em Avellaneda, perto de Buenos Aires (Argentina) é aberta. Dentro dela são encontrados alguns modelos da Fiat, Alfa Romeo e Peugeot que nunca rodaram, informa o site Argentina Autoblog . Agora, os carros terão que ser recuperados para serem vendidos.

LEIA MAIS: Os 10 carros clássicos mais incríveis esquecidos em garagens!

Pelo o que se sabe até o momento, a loja foi fechada em 1993 depois do proprietário e seu filho terem falecido por causas trágicas. Entre os modelos encontrados diversos da Fiat , como Tipo, Uno e o sedã Tempra. Há também alguns modelos raros, como o Alfa Romeo 33 e o Peugeot 405, como pode ser visto abaixo na galeria de imagens publicada no Instagram.

Não se sabe ao certo como conseguiram permissão para entrar na loja abandonada e resgatar os carros para serem recuperados e vendidos. De qualquer forma não será muito difícil reformá-los, uma vez que ficaram protegidos do sol e da chuva em local fechado. A parte mais complicada será recuperar o conjunto mecânico. O fato de nunca terem rodado irá aumentar o apelo de venda.

LEIA MAIS: Ferrari Daytona raríssima é encontrada no Japão, depois de 40 anos

Vale lembrar que Fiat e Peugeot formaram uma joint-venture em 1978, que se chamava Sevel , daí as três marcas juntas em uma loja só. A marca italiana tomou o controle em 1981 até o início dos anos 90. Alguns motores da Fiat feitos na Argentina chegaram a equipar modelos vendidos no Brasil, entre os quais o 1.5 usado no sedã Prêmio e no Uno 1.5R.

Ver essa foto no Instagram

✔️Vamos a Pasar a Contar un Poco la Historia de Los vehículos que Ya Tenemos con nosotros.. Paso a Contar lo que nos han contado: En Principio tuvimos la Suerte que nos Contactan por Instagram ofreciéndonos el Lote de Vehículos 0km que le quedaban, a lo Cual nos Interesa e intriga mucho y accedemos… Ya una vez con esta Persona le preguntamos como era la Historia, y resumidamente nos Cuenta: Que un Conocido Había heredado unas Cuantas propiedades donde había algunos galpones dentro de esa herencia y en uno de ellos Había Toda estas Unidades de Vehículos 0km ? (Fiat Uno 70s “Italiano”, Fiat Tipo, Duna, Ducato, Tempra “oro”, Alfa Romeo 33 Pininfarina,Alfa Romeo 133, Peugeot 405) Lo Cual el Heredero de Semejante Tesoro, no tenía interés de Tal, Solo Reclamo Sus Propiedades, Lo que El Manifiesta al Abrir este Galpón y ver todos los Autos allí dentro dijo: “Saquen Toda esta Mugre de acá Que Quiero vender mi Galpón” ?Acá Les dejo algunas Fotos de La “Mugre”? ⚠️MENSIONA UN AMIGO PARA QUE LEA ESTA LINDA HISTORIA⚠️ ?By Kaskote?

Uma publicação compartilhada por Axel By Kaskote? (@kaskotecalcos) em 24 de Mar, 2020 às 1:57 PDT




Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Uma Harley-Davidson no fora de estrada? Acompanhe nossa aventura

Publicado


source
Harley-Davidson arrow-options
Divulgação

Harley-Davidson Street XG 750 se mostrou valente nos trechos de terra afastados da cidade com pneus próprios para uso off-road

O destino de um dos dias do Triple S, grande evento de conhecimento de produtos que a Harley-Davidson organizou no sul da Espanha para 180 felizardos jornalistas, era um acampamento afastado da cidade, ao lado de uma montanha na qual foi criada uma pista para hill climb .

LEIA MAIS:  Um passeio de Harley-Davidson pelo sul da Espanha

Após um almoço com cardápio recheado de comidas típicas da região de Cala de Mijas, onde se situava aquele acampamento, cada um de nós teria seis tentativas de subir a montanha, contra o cronômetro.

A expectativa era grande, principalmente depois que um dos pilotos do time da Harley-Davidson fez sua demonstração e tudo parecia ser muito fácil. Mas como se entender com uma motocicleta desconhecida, que foi projetada para o asfalto, em uma subida de terra, cheia de erosões?

A motocicleta em questão é a Harley-Davidson Street XG 750, modelo urbano de entrada no line-up norte-americano e europeu, situada abaixo da família Sportster, porém indisponível no mercado brasileiro. A família Street foi um dos “S” do Triple S, que juntou também as famílias Sportster e Softail.

LEIA MAIS: Um passeio pelo sul da Califórnia. De Harley

Para se adequar ao fora de estrada, as Street ganharam pneus de cravos, para-lama dianteiro alto, protetores de manetes e number-plate, mas perderam o farol dianteiro e a sua carenagem, o painel de instrumentos, os espelhos, o para-lama traseiro e uma parte do escapamento. E na transmissão secundária a correia dentada foi substituída por uma corrente.

A Harley-Davidson Street XG 750 utiliza o motor V2 a 60º de 749 cm 3 refrigerado a água da família Revolution X (derivado do motor da antiga V- Rod), com quatro válvulas por cilindro e torque de 6 kgfm. O câmbio é de seis marchas.

Subindo a montanha com a Harley-Davidson

Harley-Davidson arrow-options
Divulgação

Harley-Davidson Street XG750 antes do início da subida de montanha na Espanha durante evento da marca americana

Depois de ver a demonstração do instrutor, subir a montanha parecia fácil. E depois que subi pela primeira vez, me pareceu ainda mais fácil. Só que a parte difícil é fazer a mesma coisa de forma muito rápida. Na comparação dos tempos, achei até que, com minhas mais cinco tentativas, logo estaria bastante craque. Mas não. Uma hora a erosão me mandava pra fora da pista, outra hora eu escolhia a trilha errada para subir, o fato é que precisaria de uma tarde inteira para pegar todos os macetes. Mas valeu a brincadeira.

Do pouco que consegui sentir da motocicleta , ela me pareceu bastante na mão, leve e de fácil controle. O motor ronca suave mas conta com a força necessária para um bom desempenho. E a posição de pilotagem me agradou bastante. Pena não poder experimentar uma standard pelas ruas e estradas.

A Harley-Davidson Street XG 750 foi lançada mundialmente em 2015, mas nunca chegou ao Brasil, apesar de ter sido projetada para mercado emergentes como o nosso. Na Europa, a motocicleta tem preço a partir de 6.175 libras, na Inglaterra, e 7.500 euros, em Portugal. Nos Estados Unidos, parte de US$ 7.600.

LEIA MAIS: Conheça detalhes da Harley-Davidson CVO Road Glide

Com preço muito próximo ao da Harley-Davidson Sportster, ela poderia não ser bem aceita por aqui, mas, mesmo tendo pilotado muito pouco a Street, e com uma versão adaptada e em uma pista de terra, posso dizer que a escolheria no lugar da Sportster.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana