Momento Turismo

Passagem de ônibus grátis por um ano? Veja como ganhar

Publicado

source

Viajar é bom, não é? E se você puder viajar grátis por um ano conhecendo o Brasil? O número de destinos, com certeza, vai aumentar e muito. A ClickBus, plataforma líder em vendas de passagens rodoviárias online, está oferecendo essa oportunidade por meio de um concurso cultural.

Leia também: Dicas de como você pode economizar em uma viagem de ônibus

ônibus arrow-options
shutterstock

Um ano de passagem de ônibus grátis ao ganhador do concurso cultural da ClickBus

Para ganhar a passagem de ônibus grátis é necessário criar o final mais criativo e dramático para a nova campanha de marketing da ClickBus, estrelada por Dani Calabresa. A comediante interpreta duas personagens, Maria del Busón, a irmã boa, e Consuelo, a má, no maior estilo drama de novela mexicana.

Veja abaixo os requisitos para participar do concurso cultural :

  • Maior de 18 anos;
  • Ter perfil público e disponível para contato;
  • Seguir o perfil oficial da ClickBus no Instagram;
  • Curtir a publicação da ação;
  • Marcar dois amigos;
  • Escrever no comentário um final para a personagem Consuelo, a vilã da campanha “Sem Drama”, incluindo a ClickBus no contexto do post.
Leia mais:  Vai pra Cuba? Jornalista britânica dá dicas de passeios luxuosos pela ilha

Não existe restrição de participação, ou seja, o usuário pode comentar quantas vezes quiser. A única exigência é que o conteúdo seja inédito, as pessoas marcadas não podem ser as mesmas. Não vale marcar celebridades ou perfis falsos na promoção .

O concurso cultural estará aberto até o dia 12 de novembro (terça-feira) e o sorteio será realizado em uma transmissão ao vivo no Instagram da marca no dia 18 de novembro. Mais informações sobre o concurso, condições e regulamento estão disponíveis no site da ClickBus .

Leia também: 8 casas móveis para alugar no Airbnb pelo mundo e sair do comum

Premiação

O/A ganhador(a) terá direito a passagem de ônibus grátis durante 12 meses no limite total de R$ 10 mil, tendo que agendar suas viagens com antecedência de dois dias num sistema que será direcionado a ele(a). As escolhas de viagens serão chegadas para disponibilidade de assento, data e horário desejados. Quem aí vai participar?

Fonte: IG Turismo

Comentários Facebook
publicidade

Momento Turismo

Doença a bordo: passageiros são evacuados de cruzeiro após surto de norovírus

Publicado

source

Hóspedes de um navio cruzeiro passaram sufoco no início deste mês. Cerca de duas mil pessoas tiveram que evacuador o Sun Princess, da Carnival Cruises, após um surto de Norovirus eclodir na embarcação.

cruzeiro arrow-options
Reprodução/ Instagram

O navio Sun Princess precisou ser evacuado após mais de 200 passageiros apresentarem sintomas de norovírus

Leia também: Cruzeiro volta ao mundo e como se programar para viagem de mais de 100 dias

O navio cruzeiro partiu de Perth, na Austrália, para uma viagem de 12 dias com destino a Cingapura. A Autoridade Marítima e Portuária de Cingapura detectou 229 passageiros com sintomas do vírus ao desembarcarem no país.

Apesar da preocupação e alarde, um porta-voz da operadora garantiu que foram poucos os afetados pelo vírus. “A grande maioria dos dois mil convidados do Sun Princess não foi afetada, mas são necessários relativamente poucos casos de doença para que as medidas de saneamento a bordo sejam aumentadas”.

“Criar e manter um ambiente saudável a bordo é sempre uma prioridade com os mais altos padrões de saúde pública empregados com base nas melhores práticas internacionais”, completou.

Leia mais:  Ação, dublês, explosões: parque da Universal ganhará atração da franquia Bourne

Essa não foi a primeira vez que o Sun Princess precisou ser paralisado por um surto de vírus a bordo. Em 2017, 140 passageiros relataram problemas gastrointestinais duas semanas após um surto semelhante no cruzeiro. Em 2018, outras 200 pessoas ficaram doentes no navio Sea Princess que também faz parte da frota da Princess Cruises.

O que é o Norovírus?

O Norovírus é um tipo de vírus que pode ser transmitido por ingestão de alimentos e bebidas contaminadas. É o principal causador da gastroenterite em adultos na América do Norte.

Leia também: Casal alemão é expulso de navio após sexo barulhento

Os sintomas mais comuns do Norovírus são vomito diarreia, febre, dores abdominais e de cabeça e duram de um a três dias. Para evitar o contágio, os médicos recomendam a lavagem das mãos regularmente. Algum desses procedimentos não deve ter sido seguido no cruzeiro .

Fonte: IG Turismo

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Turismo

Quando naufrágio vira atração: 7 destinos pelo mundo com cenários emblemáticos

Publicado

source

Na hora de viajar o que você prioriza: paisagens excepcionais ou pontos turísticos emblemáticos? Uma pesquisa realizada pelo Booking.com com 53 mil turistas apontou que os brasileiros têm maior interesse em visitar locais diferenciados. (88% gostam de paisagens excepcionais e 82% pontos emblemáticos).

Leia também: 5 curiosidades sobre o Titanic, o navio mais famoso do mundo

E não há nada mais emblemático do que locais onde aconteceram um naufrágio , não é mesmo? Esses pontos turísticos geralmente contém muita história, além de belezas naturais. Para quem gosta desse tipo de viagem, o Booking.com se juntou ao iG Turismo para listar sete destinos diferenciados para você conhecer.

Costa dos Esqueletos, Namíbia

navio arrow-options
shutterstock

O navio Eduard Bohlen está encalhado no meio na areia na Namíbia e é ponto turístico do país

A Costa dos Esqueletos tem esse nome por ser a região do litoral norte da Namíbia com mais embarcações naufragadas. Os ventos fortes, nevoeiro frequente e os mares turbulentos são alguns dos motivos que levaram esses navios a encalhar nas águas rasas ou serem abandonados para enferrujar na areia.

Um dos naufrágios mais famosos da região é o navio Eduard Bohlen. Para visitar a embarcação é preciso utilizar um veículo 4×4 e, na maioria das vezes, as agências turísticas são as responsáveis pelo passeio.

Gytheio, Grécia

navio arrow-options
Reprodução/ Booking.com

Na praia de Valtaki está o navio Dimitrios que afundou em 1981

Assim como no caso da Costa dos Esqueletos, para visitar o Gytheio você não precisa de equipamento de mergulho. O Dimitrios fica na praia de Valtaki e para chegar até lá, é só seguir a estrada panorâmica pelo litoral de Gytheio. É possível chegar ao naufrágio caminhando ou nadando nas águas rasas.

O navio enferrujado encalhou nas águas rasas em 1981. Segundo os boatos, as autoridades portuárias apreenderam a embarcação por suposto contrabando de cigarros. A praia de Valtaki é ideal para famílias, tem um restaurante próximo e muito espaço para estacionar.

Leia mais:  10 pontos turísticos para você visitar antes que eles desapareçam

Inis Oírr, Irlanda

navio arrow-options
Reprodução/ Booking.com

Em Inis Oírr está o navio MV Plassey, vítima de um naufrágio em 1960

O navio de carga MV Plassey naufragou no litoral de Inis Oírr (Inisheer) em 1960, depois de lutar com as ondas fortes do Atlântico e os ventos poderosos que sopravam em direção à terra firme.

O Plassey levava uísque, vitrais e fios de tecido no momento em que a tempestade fez a embarcação colidir com o rochedo Finnis Rock. Toda a tripulação foi resgatada graças à ajuda dos moradores locais. O navio acabou sendo arrastado para fora do rochedo algumas semanas depois e atracou. O acesso ao naufrágio do Plassey pode ser feito pela cidade de Galway.

Roatán, Honduras

roatán arrow-options
shutterstock

Na Ilha de Roatán está o maior naufrágio do Caribe

Roatán fica na segunda maior barreira de corais do mundo e é bastante recomendada para mergulho com cilindro e com snorkel. Lá também é o “lar” do Odyssey, um dos maiores naufrágios submersos do Caribe .

Assim como vários outros naufrágios em Roatán, essa embarcação foi afundada de propósito em 2002 para os mergulhadores poderem explorar e tirar fotos. Para explorar o Odyssey, é preciso ser experiente em mergulho com cilindro e ter um certificado antes de se aventurar.

Outro bom naufrágio em Roatán para praticantes de mergulho é o El Aguila. O navio de 75 metros de comprimento naufragou perto de Utila, enquanto transportava uma imensa carga de concreto. O navio foi dividido em três partes e levado a Roatán pelo Anthony”s Key Resort em 1997, depois naufragado novamente a 30 metros de profundidade para divertir os mergulhadores.

Lanai, Havaí

havaí arrow-options
Reprodução/ Booking.com

Em Lanai, Havaí tem um dos naufrágios da Segunda Guerra Mundial, o YOGN-42

A menor ilha habitada do Havaí é muito recomendada por viajantes da Booking.com por suas praias, tranquilidade e para relaxar. Lanai é um destino excelente para quem procura um refúgio mais afastado.

Leia mais:  Reserva natural britânica é eleita uma das melhores do mundo para ver estrelas

A praia de Kaiolohia (Shipwreck) Beach conta com vários naufrágios em seus 9,5 km de extensão e fica a cerca de 45 minutos de carro de Lanai City. A praia não é muito boa para nadar, pois a correnteza é forte e o fundo do mar é rochoso demais.

No entanto, os turistas viajam para lá para ver um dos naufrágios mais famosos da ilha: o YOGN-42, um navio-tanque da Segunda Guerra Mundial que repousa a 200 metros do litoral norte da ilha. Para chegar em Shipwreck Beach, é preciso pegar uma estrada de terra e caminhar a pé por um longo trajeto.

Tobermory, Canadá

navio arrow-options
divulgação/ booking.com

O navio Sweepstakes está na costa do Canadá e atrai muitos turistas para ponto de naufrágio

O Sweepstakes naufragou em 1885, em águas rasas, depois de colidir com um rochedo perto de Cove Island, no Canadá. A escuna tem 36 metros de comprimento e pode ser vista de cima em um passeio de barco com casco transparente.

O barco do século XIX está a poucos metros da superfície do porto Big Tub e é uma atração popular do Parque Nacional Marítimo Fathom Five. Para quem não quer ver apenas de cima, dá para mergulhar com cilindro ou snorkel e conhecer melhor os destroços do navio . Flowerpot Island fica a 6,5 km do litoral de Tobermory e só é possível chegar lá de barco.

SS Maheno, Austrália

austrália arrow-options
Reprodução/ Booking.com

O SS Maheno é um naufrágio da Primeira Guerra Mundial

Construído em 1905 para servir como um transatlântico, o SS Mahero foi usado como navio hospital na Primeira Guerra Mundial. Quando a guerra acabou, o navio voltou a transportar passageiros, até ser atingido por um ciclone e arrastado até o litoral da Fraser Island, na Austrália, a maior ilha de areia do mundo.

Hoje os destroços do navio são uma atração turística popular e um dos lugares mais visitados da ilha. A Fraser Island é patrimônio da Unesco e conta com praias belíssimas, florestas exuberantes e uma fauna única, incluindo os dingos (cães selvagens australianos).

Leia também: 10 pontos turísticos para conhecer antes que eles desapareçam

Se interessou pelo turismo de naufrágio ? Toparia uma aventura dessas?

Fonte: IG Turismo

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana