PET

Conheça o serviço de saúde para pets que atende em casa

Publicados

em


source
Equipe do atendimento domiciliar é formada por donos de pets e veterinários experientes
Divulgação/My Pet Care

Equipe do atendimento domiciliar é formada por donos de pets e veterinários experientes

Considerados integrantes das famílias , os bichinhos de estimação vêm recebendo cada vez mais cuidados e atenção específicos dos papais e mamães de pet. Com o aumento da demanda por serviços e produtos de qualidade, o segmento vem se atualizando e incrementando .

No último mês de novembro foi inaugurado o primeiro serviço de saúde domiciliar brasileiro para pets . Em um plano único mensal, os bichinhos têm direito a ambulâncias, atendimentos de urgência, consultas domiciliares ilimitadas, vacinação anual, dentre outros benefícios.

O My Pet Care foi inaugurado em Curitiba e, diferente de um plano de saúde, oferece benefícios como serviços de urgência e emergência 24h, além do atendimento realizado em casa para consultas, vacinas e exames.

Para os cães, o serviço inclui as vacinas polivalente, antirrábica, de prevenção contra traqueobronquite infecciosa canina e vacina para prevenção da giardíase. Para os gatos, são duas vacinas anuais: quadrupla felina e antirrábica. Para as duas espécies, acontece ainda a administração de antiparasitário oral, semestralmente. Ainda é possível fazer o implante de microchip – o que garante maior tranquilidade e segurança para os pets e seus tutores.

Leia Também:  Homem manco gasta R$ 2 mil em veterinário e descobre que seu cão o imitava

“O atendimento em casa garante mais tranquilidade e conforto não somente para o tutor, mas para o pet em si. O ambiente de um consultório veterinário pode ser muito estressante para o animal, por isso, atender no domicílio pode resultar até em uma consulta mais efetiva em muitos casos”, afirma Daniel Cooper, um dos veterinários à frente do projeto.

Bichinhos ganham cuidados que antes só os humanos tinham direito
Divulgação/My Pet Care

Bichinhos ganham cuidados que antes só os humanos tinham direito

De acordo com o diretor geral do empreendimento, Bruno Ferreira, a ideia de criar um serviço de saúde domiciliar para animais de estimação surgiu de um grupo de pessoas que ama pets. “Somos a união de grandes especialistas em medicina veterinária com profissionais muito bons em gestão empresarial, com objetivo de oferecer um atendimento completo com foco na saúde geral do animal”, pontua.

O gestor conta que a ideia do negócio surgiu há dois anos, tempo que eles vêm estudando o mercado e adaptando o modelo de negócio. “Todos nós somos donos de animais ou temos a experiência da medicina veterinária. Queríamos criar algo que colocasse o dono do pet no centro de tudo. Entendemos que era possível criar algo que oferecesse mais conforto”, explica Ferreira.

Leia Também:  Cachorro e coelha são melhores amigos e fazem tudo juntos

No primeiro mês de funcionamento, o negócio já vem operando 30% acima do esperado. Lançado inicialmente em Curitiba (PR), em breve mais brasileiros vão poder ter acesso a esse tipo de serviço. Os gestores pretendem ampliar o negócio no próximo ano e dizem que já estão sendo procurados por outros empreendedores, para abrir em Santa Catarina e no Rio de Janeiro.

“Escolhemos começar em Curitiba porque, aqui, a realidade dos pets é única, há muitos animais. Mas está nos nossos planos começar a ampliar o negócio a partir do meio do meio ano que vem”, finaliza Ferreira.

Fonte: IG PET

Propaganda

PET

Cachorro e coelha são melhores amigos e fazem tudo juntos

Publicados

em


source
Cachorro e coelha são melhores amigos e fazem tudo juntos
Reprodução/Instagram

Cachorro e coelha são melhores amigos e fazem tudo juntos

Para alguns animais, a espécie é só um detalhe na hora de fazer amizade, como aconteceu para essa dupla de amigos formada por um gato e um cavalo . Na casa da estadunidense Jessica, rolou uma situação semelhante. A família já tinha um cachorro quando resolveu adotar uma coelha, sem saber que essa seria a melhor coisa que eles fariam.

Jessica era dona de Roman, um cachorro bem agitado e um tanto quanto estabanado e bruto. Mas tudo mudaria com a chegada da coelha Sugar. “Ela veio de um criador que não queria mais cruzar ela. Então eu falei para o meu marido: ‘Ei, que tal resgatarmos um coelho'”, a dona dos dois relembra em entrevista ao site The Dodo.

A estadunidense diz que foi super rápido para o cachorro e a coelha se conhecerem e logo eles já estavam se dando bem. “Foi na primeira semana que nós trouxemos ela para casa. Sugar ficou solta para saltar por aí e fazer o que ela quisesse. Roman estava deitado no chão e deixou ela pular ao redor dele. Depois ele rolou até ficar de costas e sorriu para mim. Quando eu vi que isso aconteceu eu fiquei ‘tudo bem, alguma coisa está acontecendo aqui'”, conta.

Você viu?

“O momento que eu percebi que eles estavam bem foi quando Roman tirou um cochilo no lugar onde Sugar ficar e ela se deitou perto dele e também dormiu. Se os coelhos dormem com as patas esticadas eles estão tranquilos e foi isso que ela ao lado dele. Agora eles fazem tudo juntos”, ela completa.

Jessica fala que os pets não se desgrudam e tem uma rotina juntos. Eles adoram brincar juntos e todas as manhãs aproveitam um tempo ao ar livre com a dona. Ela também fala que Sugar deixa Roman encostar nas patas e na cabeça dela, algo que a coelha não permite mais ninguém fazer.

“Eu sei que ter o Roman ajudou com que a Sugar se sentisse segura aqui, porque ela tem um amigo. Sugar ajudou o Roman a aprender como ser sensível e respeitar o espaço dela”, Jessica conclui.

Fonte: IG PET

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA