PET

Gato mia só para humanos? 8 segredos sobre felinos que você não sabia

Publicados

em


source

Gatos são pets bastante populares nas casas brasileiras. Dados do IBGE apontam que já são 22 milhões de felinos domésticos espalhados pelo país e a e a expectativa é de ultrapassar 30 milhões em dois anos. Mas será que a gente sabe tudo sobre eles?

Os felinos são animais extremamente curiosos e cheio de carcaterísticas que você com certeza não sabe. Junto à veterinária Carynn Dantas, do petshop Crystal Pet, e Caroline Pires, gerente do local, separamos 8 segredos sobre gatos que vão te impressionar.

Gato abrindo a boca
Reprodução/ Unsplash

Segredos sobre gatos que você não sabia


1. Urina brilhosa

A urina dos gatos brilha em luz negra. Este brilho é devido à fluorescência de compostos de fósforo presentes na urina (além de outra excreções) que, quando expostos à luz negra, emitem radiações visíveis ao olho humano.

Leia Também:  Gatinho pensa que é cachorro em vídeo hilário; assista

via GIPHY

2. 100 filhotes

Gatas podem trazer ao mundo aproximadamente 100 filhotes durante a vida. Sabemos que as ninhadas são grandes, mas 100? É um número bem impressionante, não?

via GIPHY

4. Espécies extintas

Os gatos caçaram 33 espécies de animais até que elas fossem extintas. Cientistas acreditam que seu instinto de caçador provoca milhões de mortes por ano.

via GIPHY

5. Coração acelerado

O coração dos gatos bate cerca de duas vezes mais rápido do que o de um humano.

via GIPHY

6. 1/3 do tempo se lambendo

Quando estão acordados, gatos passam 1/3 de seu tempo se lambendo. Sabemos que eles são os principais responsáveis pelo seu banho, agora dedicar tanto tempo a isso? Realmente são bem limpinhos.

via GIPHY

7. Salto alto

Eles conseguem saltar até 5 vezes a sua própria altura. Bom, acho que isso já deu para notar na maioria dos gatos, né?

Leia Também:  "Raio-X" de patinha fofa faz sucesso na internet; entenda a história

via GIPHY

8. Mio só para humanos

Eles raramente miam uns para os outros, é apenas algo que eles fazem para os humanos. Somente quando são filhotes, podem usar a linguagem para pedir comida à mãe.

via GIPHY


Fonte: IG PET

Propaganda

PET

Este cão ganhou um melhor amigo e conseguiu superar a ansiedade

Publicados

em


source
Arnold está deitado em um sofá e Frank está ao seu lado
Instagram/arnoldandfrank

Frank (esq.) foi adotado para ajudar Arnold (dir.) a superar a ansiedade


Arnold é um  cachorro de porte grande que vive na Austrália. Apesar do tamanho, ele teve uma infância difícil. Enquanto lidava com a separação da ninhada quando filhote, Arnold foi agredido por um pastor alemão. A situação fez com que ele carregasse um trauma e, consequentemente, sofresse de ansiedade .


A ansiedade é agravada quando ele está próximo de outros cachorros, principalmente os que são muito maiores do que ele. A saída que sua dona, Carolyn Manalis, encontrou foi adotar um cachorro menor do que ele que pudesse lhe fazer companhia.

Para muitos donos, pensar na possibilidade de colocar sob o mesmo teto dois pets de tamanhos diferentes pode causar arrepios. Mas para Carolyn, era um risco a se correr. E o resultado não poderia ser melhor.

Leia Também:  Gatinho pensa que é cachorro em vídeo hilário; assista

Assim chegou Frank, que é cerca de 30 kg menos pesado que Arnold e foi adotado para passar apoio emocional e ser uma companhia para o cão.

Devido ao seu tamanho, sua presença não foi intimidadora para Arnold. Logo eles se tornaram melhores amigos e passaram a fazer tudo juntos. Tanto que Carolyn criou um Instagram para registrar o dia a dia dessa amizade.


“Frank ajudou Arnold a ganhar confiança para brincar, sem que isso signifique que ele será atacado ou que vai se machucar”, disse Carolyn para o jornal britânico Metro. De acordo com a dona, ter conquistado um amigo foi a melhor maneira de amenizar sua ansiedade.

Ao passo em que Frank ajuda Arnold com a ansiedade, Arnold ensina Frank a viver a vida domesticado. Carolyn diz que Frank acha que Arnold é seu pai. “Tudo que ele aprendeu, ele aprendeu com Arnold. Frank copia tudo que ele faz a ponto de repetir os sons que ele faz como se fosse um papagaio”, explica.

O laço forte que ambos criaram é divulgado para quase 6 mil seguidores na conta do Instagram, em que Carolyn posta fotos dos dois dormindo lado a lado e brincando juntos.


“Meu dia se torna muito melhor quando abro meu Instagram e a primeira coisa que vejo é Arnold e Frank”, diz um internauta em uma das fotos. “Que foto relaxante!”, diz outra em uma foto em que os dois estão dormindo

“Eles são muito conectados, se amam e se apoiam. O laço que esses dois cães criaram é muito bonito”, diz a dona.

Fonte: IG PET

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA