PET

Justiça nega indenização milionária a dona de canil que processava Luisa Mell

Publicados

em


source
Justiça nega indenização de R$ 5 milhões a dona de canil que processava Luisa Mell
Reprodução/Facebook

Justiça nega indenização de R$ 5 milhões a dona de canil que processava Luisa Mell

A Justiça negou o pedido de indenização feito pela empresária dona do canil Céu Azul. O estabelecimento funcionava em um sítio na cidade de Piedade, interior de São Paulo, e foi fechado pela Polícia Militar Ambiental, em uma ação na qual esteve presente a ativista Luisa Mell .

A ação foi movida contra o instituto, a Prefeitura de Piedade e polícia militar. A empresária pediu que fosse impedida a doação e castração dos 1.700 cães que foram resgatados do canil e a devolução dos animais. Ela também quis a condenação do Instituto Luisa Mell por danos morais e pediu um indenização de R$ 5 milhões. De acordo com informações do G1, o juiz Ricardo Augusto Galvão de Souza negou os pedidos.

O magistrado determinou que o canil não tinha as condições necessárias para manter os cães e alguns deles também estavam doentes.  “Importante anotar que, os animais sob a posse da autora, não eram tidos como de estimação, mas sim, utilizados comercialmente e deste forma deverão ser tratados para fins de direito, ressalvando-se a proteção a eles conferidas face a sua natureza biológica”, o juiz disse na decisão.

Luisa Mell se pronunciou sobre a vitória na Justiça nas redes sociais. “Ela entrou com uma ação contra mim, contra o Instituto Luisa Mell, contra o município de Piedade, a polícia militar, enfim, contra todo mundo que participou da apreensão, alegando que não havia maus tratos e que a operação foi ilegal. Pediu mais de R$ 5.000.000,00 de indenização somente contra o Instituto Luisa Mell. Mesmo com tantas evidências, sem ter carteira de vacinação dos cães, veterinário responsável no local, com medicamentos vencidos, restos de ossos em um incinerador de corpos irregular, tendo os laudos de saúde dos animais apresentado diversas doenças, ela insistiu na ação”, a ativista postou nas redes sociais.

Leia Também:  Sox, o cão motociclista, em suas aventuras pelos Estados Unidos

“Hoje, saiu a sentença e estou muito feliz em dizer que o juiz indeferiu todos os pedidos dela e reconheceu as irregularidades no local e os maus tratos. Mais, criou um precedente sobre o fato de que animais apreendidos não podem ficar sob tutela  até o fim do processo, pois trata-se de vidas”, ela continuou. Luisa Mell ainda falou que os mais de mil animais resgatados já estão adotados e bem.

Amigos, hoje é um dia muito especial! Nunca falei aqui, mas há mais de um ano estamos sendo processados pela dona do…

Publicado por Luisa Mell em  Quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021


Fonte: IG PET

Propaganda

PET

Guia de Raças: Cavalier King Charles Spaniel, raça digna de realeza!

Publicados

em


source
Cavalier king charles spaniel
Pixabay

Cavalier king charles spaniel


Conhecida por seu temperamento bastante sociável e carinhoso, a raça era muito querida pela realeza, especialmente pela rainha escocesa Maria I  e posteriormente entre aristocratas ingleses. Uma variação dos cães spaniel, sua origem vem do cruzamento com cães de menor porte vindos da China, como o pug.

Seu longo nome se deve aos reis Charles I e II, que amavam esses cãezinhos, e a uma homenagem feita ao criador da raça Charles B. Stuart. O amor da realeza pelos cães dessa raça era tanto que o rei Charles II chegou a assinar um decreto que permitia a presença desses cães em lugares públicos, até mesmo no parlamento.

Na mídia, a raça também ficou popular por sua participação no seriado “Sex and the City”, sendo pet da personagem Charlotte York, interpretada pela atriz Kristin Davis.

Comportamento

Os cavalier king charles spaniel (repita 10 vezes), são dóceis e bem ativos, são perfeitas companhias para pessoas de qualquer idade. Eles também são ativos o bastante para brincar com crianças e calmos o suficiente para ficar no colo da vovó por longas horas, sendo também ótimos cães para terapias. Além disso, também são bastante sociáveis com outros animais de estimação.

Algo que vale ressaltar é que esse comportamento dócil e apegado aos tutores faz deles também animais muito carentes, portanto vão querer estar sempre ao lado dos tutores. Deixá-los para fora não será uma boa ideia, pois podem ficar deprimidos.

Você viu?

Características físicas

Cavalier king charles spaniel
Pixabay

Cavalier king charles spaniel

Com porte pequeno, pode chegar a até 33 cm, pesando entre 5 e 8 kg. Eles podem viver confortavelmente em casas grandes ou apartamentos. É recomendado atividades físicas diárias, como passeios de, ao menos, 30 minutos, para gastar a energia do pet e evitar problemas com sobrepeso. Para isso, também vale se atentar a alimentação do pet, que desse ser adequada.

São quatro variações de cores reconhecidas para a raça, sendo: preto e dourado; rubi; blenheim (manchas marrons com fundo branco) e tricolor (preto, branco e marrom).

Leia Também:  Conheça Simon, o melhor irmão mais velho

Seus pelos são lisos e sedosos, mais longos nas regiões das orelhas e da cauda que devem ser escovados ao menos três vezes por semana, com uma escova adequada. Também será necessário aparar a região próxima aos olhos com frequência e com alguma periodicidade no resto do corpo.

Banhos serão necessários apenas uma vez ao mês, ou quando achar necessário. Esteja atento a escolher shampoos adequados para raça. Tenha também bastante cuidado na região das orelhas, pois sua pelagem pode acumular umidade e devem ser limpas ao menos uma vez por semana, com bastante cuidado, para evitar possíveis infecções. O recomendável é sempre buscar orientação com um médico veterinário de confiança.

Saúde

Cavalier king charles spaniel
Pixabay

Cavalier king charles spaniel

O cavalier spaniel pode sofrer com problemas de displasia do quadril, algo que pode aparecer em vários cães da raça. Ao longo de sua vida pode sofrer com sopro no coração, apresentando cansaço, tosse e língua roxa. Por isso é indicado o uso de arnês em vez de coleiras.

Infelizmente a raça está propensa a diversas doenças hereditárias, como problemas na coluna. Destaque para a siringomielia, uma condição bastante grave e dolorosa para o pet e estima-se que 33% dos cavaliers sofram desse mal. Por isso, é altamente necessário que se tenha um acompanhamento veterinário para esses cãezinhos desde filhotes.

Fonte: IG PET

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA