PET

Mais de 80 cobras: a paixão do guitarrista Slash por animais exóticos

Publicados

em


source
Slash e sua cobra Pandora
Divulgação

Slash e sua cobra Pandora


Músicos são excêntricos, principalmente os astros do rock: nas roupas, atitudes e até nos animais de estimação, eles levam esse lado mais exótico à tona. Assim como o  cantor Iggy Pop é apaixonado por sua cacatua Biggy Pop,   Slash, guitarrista do Guns n’ Roses, também ama pets desde os mais comuns, como gatinhos e cachorros, até os mais exóticos, como uma onça-parda chamada Curtis. Mas a paixão do astro é por serpentes.


Em 1993, quando ele se mudou para Los Angeles, na Califórnia, teve de instalar um zoológico na sua casa, pois tinha uma coleção de mais de 80 cobras, como consta na autobiografia dele. 

Leia Também:  Conheça Simon, o melhor irmão mais velho

Por conta da sua paixão por esses animais, Slash recebeu o apelido de “encantador de serpentes”, no auge de sua carreira na banda norte-americana. Em 2012, ele chegou a ganhar o prêmio de Liderança Tom Mankiewicz, concedido pelo Zoológico de Los Angeles, pelo apoio dele à conservação da vida silvestre. 

Você viu?

Pandora: a amiga inseparável

Slash e Pandora
Divulgação

Slash e Pandora



Apesar de amar todos os bichinhos, o astro do rock tinha um carinho especial pela sua primeira cobra de estimação, a jiboia Pandora. Slash a adquiriu em 1988 e ficaram inseparáveis. Ela o acompanhava em shows, turnês e até apareceu em um dos clipes da banda, “Patience”. 

Segundo ele, Pandora era muito doce para uma cobra e todos gostavam de ficar perto dela, apesar de répteis darem um certo medo nas pessoas. A amizade dos dois durou até a morte da companheira, em 2014. 

Slash anunciou a morte da cobra para seus fãs no Twitter, mas não divulgou a data nem o motivo do falecimento de seu bicho de estimação. “Minha jiboia, que eu tenho desde 1988, faleceu esse ano. Ela tinha mais de 25 anos de idade e era muito doce para uma cobra. Descanse em paz, Pandora. Sinto sua falta.”

Leia Também:  Ex-capa da Playboy oferece R$ 7,7 mil para quem encontrar seu coelho de 1,5 m

Ele finalizou lembrando dos momentos de Pandora no clipe da banda e disse que a amiga foi “uma cobra rock n’ roll por definição”. 


Fonte: IG PET

Propaganda

PET

Guia de Raças: Cavalier King Charles Spaniel, raça digna de realeza!

Publicados

em


source
Cavalier king charles spaniel
Pixabay

Cavalier king charles spaniel


Conhecida por seu temperamento bastante sociável e carinhoso, a raça era muito querida pela realeza, especialmente pela rainha escocesa Maria I  e posteriormente entre aristocratas ingleses. Uma variação dos cães spaniel, sua origem vem do cruzamento com cães de menor porte vindos da China, como o pug.

Seu longo nome se deve aos reis Charles I e II, que amavam esses cãezinhos, e a uma homenagem feita ao criador da raça Charles B. Stuart. O amor da realeza pelos cães dessa raça era tanto que o rei Charles II chegou a assinar um decreto que permitia a presença desses cães em lugares públicos, até mesmo no parlamento.

Na mídia, a raça também ficou popular por sua participação no seriado “Sex and the City”, sendo pet da personagem Charlotte York, interpretada pela atriz Kristin Davis.

Comportamento

Os cavalier king charles spaniel (repita 10 vezes), são dóceis e bem ativos, são perfeitas companhias para pessoas de qualquer idade. Eles também são ativos o bastante para brincar com crianças e calmos o suficiente para ficar no colo da vovó por longas horas, sendo também ótimos cães para terapias. Além disso, também são bastante sociáveis com outros animais de estimação.

Algo que vale ressaltar é que esse comportamento dócil e apegado aos tutores faz deles também animais muito carentes, portanto vão querer estar sempre ao lado dos tutores. Deixá-los para fora não será uma boa ideia, pois podem ficar deprimidos.

Você viu?

Características físicas

Cavalier king charles spaniel
Pixabay

Cavalier king charles spaniel

Com porte pequeno, pode chegar a até 33 cm, pesando entre 5 e 8 kg. Eles podem viver confortavelmente em casas grandes ou apartamentos. É recomendado atividades físicas diárias, como passeios de, ao menos, 30 minutos, para gastar a energia do pet e evitar problemas com sobrepeso. Para isso, também vale se atentar a alimentação do pet, que desse ser adequada.

São quatro variações de cores reconhecidas para a raça, sendo: preto e dourado; rubi; blenheim (manchas marrons com fundo branco) e tricolor (preto, branco e marrom).

Leia Também:  Cão encontrado com cabeça presa em garrafa ganha vida nova, assista

Seus pelos são lisos e sedosos, mais longos nas regiões das orelhas e da cauda que devem ser escovados ao menos três vezes por semana, com uma escova adequada. Também será necessário aparar a região próxima aos olhos com frequência e com alguma periodicidade no resto do corpo.

Banhos serão necessários apenas uma vez ao mês, ou quando achar necessário. Esteja atento a escolher shampoos adequados para raça. Tenha também bastante cuidado na região das orelhas, pois sua pelagem pode acumular umidade e devem ser limpas ao menos uma vez por semana, com bastante cuidado, para evitar possíveis infecções. O recomendável é sempre buscar orientação com um médico veterinário de confiança.

Saúde

Cavalier king charles spaniel
Pixabay

Cavalier king charles spaniel

O cavalier spaniel pode sofrer com problemas de displasia do quadril, algo que pode aparecer em vários cães da raça. Ao longo de sua vida pode sofrer com sopro no coração, apresentando cansaço, tosse e língua roxa. Por isso é indicado o uso de arnês em vez de coleiras.

Infelizmente a raça está propensa a diversas doenças hereditárias, como problemas na coluna. Destaque para a siringomielia, uma condição bastante grave e dolorosa para o pet e estima-se que 33% dos cavaliers sofram desse mal. Por isso, é altamente necessário que se tenha um acompanhamento veterinário para esses cãezinhos desde filhotes.

Fonte: IG PET

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA