PET

Modelo e mãe de pet: conheça a história Bruna e seus 30 bichinhos

Publicados

em


source

Bruna Zanardo é modelo, influenciadora e miss Laranjal Paulista. Ela já conquistou diversos outros títulos e morou em 17 países. Além do reconhecimento e conquistas no mundo da moda, a modelo é apaixonada por pets , tem 30 deles vivendo em sua casa e ainda sonha em criar uma ONG para ajudar a causa animal.

Ao Canal do Pet,  Bruna contou como concilia a carreira no mundo da moda com a vida de mãe de 30 pets. São muitos cãezinhos e gatinhos que dão um certo trabalho e demandam atenção, amor e carinho. 

Bruna Zanardo é mãe de 30 pets
Reprodução/ Instagram

Bruna Zanardo é mãe de 30 pets

A ligação com os animais começou ainda na infância, mas a agenda internacional impossibilitava que a modelo adotasse um pet. “Eu tinha acabado de voltar de um trabalho internacional e sempre tive muita vontade de adotar. Foi quando conheci um canil que tinha vários cachorrinhos velhinhos ou com problemas de saúde. Não tive dúvidas! Fui logo adotando vários, foi amor demais”, conta.

A modelo adotou os 30 bichinhos ao longo de seis anos. Dos pets de Bruna, 15 demandam cuidados específicos como alimentação diferenciada, exames de rotina e visitas ao veterinário. Bruna afirma que teve medo no início, de ter tantos pets, mas que com muito amor e a mente sempre positiva, não há nada que não pudesse fazer.

Leia Também:  Marca portuguesa 'transforma' animais de estimação em almofadas

A rotina de Bruna e dos filhos de quatro patas

A modelo conta que todos os 30 já têm uma rotina bem fixa. Acordam às 7h , pedem para ir passear, para fazer xixi, ficam brincando pelo quintal e fazem a primeira refeição do dia. De acordo com Bruna, os bichinhos tem sua própria nutricionista para fazer com que eles tenham a melhor alimentação possível.

Bruna Zanardo é mãe de 30 pets
João Cássio Jr

Bruna Zanardo é mãe de 30 pets

Eles também almoçam no mesmo horário de Bruna, que vai colocando a ração de um por um (isso mesmo, para cada um dos 30). “Depois eles ainda adoram correr e brincar no jardim. Lá pelas quatro da tarde, eles querem saber de cama e descansam pelo menos 30 minutos. Quando acordam, lá vamos nós dar um passeio”, comenta. “Além disso, a cada 15 dias eu mesma dou o banho neles. Adoro, é o dia da bagunça”.

Cuidar de 30 pets é só mil maravilhas?

Bruna diz que a rotina às vezes pode ser um pouco cansativa e o mais difícil de tudo é poder dar uma atenção mais individual para cada um dos bichinhos. Além disso, fazer eles lidarem com a convivência uns com os outros também pode ser tarefa difícil, já que às vezes brigas podem acontecer.

Leia Também:  Pug morre aos 7 anos e ganha um velório com direito a caixão e coroa de flores

Outro fator que a modelo ressalta é sobre a conciliação com a carreira. Ela conta com a ajuda da irmã para cuidar dos filhos quando ela não pode. “Quando preciso viajar, eu programo tudo com a minha irmã para que não falte nenhum cuidado, atenção e carinho”.

Bruna Zanardo é mãe de 30 pets
João Cássio Jr

Bruna Zanardo é mãe de 30 pets

Se você se inspirar com a história de Bruna e os 30 pets, deve saber que os bichinhos de estimação são animais que, assim como os seres humanos, precisam de muitos cuidados durante toda a sua vida. Por conta disso, precisam ser adotados conscientemente por pessoas que tem tempo e condições de cuidar deles.

Sonho de ajudar cada vez mais os animais

A causa animal está cada vez mais ganhando força no país. Recentemente, foi sancionada a Lei 1.095/2019 , que aumenta a punição para aqueles que praticarem o ato de abuso ou maus-tratos com animais. Como Bruna nutre uma paixão pelos bichinhos, um de seus sonhos é investir na causa. “Sempre tive o sonho de criar uma ONG ou algum instituto de apoio aos animais, meu amor por eles é tão grande que gostaria de poder ajudar mais”, afirma.

Os 30 pets que tem são sua alegria e Bruna é extremamente grata por eles. “Eu falo que eles são meu filhos, porque precisam dos mesmos cuidados e dedicação de um. É muito prazeroso, ainda mais quando você chega em casa abre a porta e está todo mundo ali te esperando com uma alegria sem fim”, finaliza.

Fonte: IG PET

Propaganda

PET

Dia das mães: histórias para lembrar que o amor não tem espécie

Publicados

em


source
Pusha adotou quatro esquilinhos abandonados
Reprodução

Pusha adotou quatro esquilinhos abandonados

Não há amor como o amor de mãe, não importa a espécie, elas simplesmente amam os seus filhos – ou filhotes – independente de qualquer situação, mesmo quando não são de seu próprio sangue. Para mostrar um pouco disso, separamos uma lista com mães que, pelo simples ato de acolher, adotaram filhotes e os amaram como se fossem seus.

Histórias como essas não são raras, mas sempre dão um acalento ao coração quando as vemos.

Cadela que perdeu filhotes adota gatinho órfão

A cadela Amira adotou o gatinho Junior após passar pela tristeza de dar a luz a filhotes natimortos
Reprodução Facebook

A cadela Amira adotou o gatinho Junior após passar pela tristeza de dar a luz a filhotes natimortos

A cadela Amira , que foi acolhida em um abrigo de resgate de animais na Síria, perdeu todos os seus filhotes ainda no parto. Com muito amor de mãe para dar, ela reconfortou suas tristezas ao encontrar o gatinho órfão chamado Junior. Os dois, que haviam perdido sua família, se uniram e formaram uma nova.

Cachorra em luto adota gatinhos órfãos

Mais um caso fofo e triste, aconteceu nos Estados Unidos. Uma cadela foi encontrada grávida em um posto de gasolina e levada para um abrigo de animais. Infelizmente ela perdeu todos os filhotes no parto. A dona do abrigo relatou em suas redes que a cadela ficava a procura de seus filhotes, o que foi bem triste de se observar. A dor da cadelinha se amenizou apenas quando encontraram três gatinhos órfãos, que foram acolhidos pela nova mamãe, que os amamentou como se fossem seus.

Você viu?

Gata adota quatro filhotes de esquilos abandonados

A relação de amor entre Pusha e os filhotes de esquilo viralizou em vídeo na internet
Reprodução

A relação de amor entre Pusha e os filhotes de esquilo viralizou em vídeo na internet

Pusha, uma gatinha que havia acabado de dar à luz acolheu quatro esquilos que foram abandonados em um parque . A cuidadora do local encontrou os filhotinhos e os levou até sua gata, que os acolheu e os amamentou como se fossem seus. De início os pequenos sentiram medo da felina, mas logo passaram a confiar na nova mamãe.

Gata emocionou ao acolher filhote de gambá

Gata amamentando gambá filhote
Reprodução/Facebook

Gata amamentando gambá filhote

Um filhotinho de gambá havia perdido sua mãe, mas encontrou o amor materno com Luna, uma gatinha que o acolheu junto aos seus filhotes, como se o gambazinho fosse um deles.

Cadela adota cabra bebê

A cadela está cuidando muito bem da cabra bebê
Reprodução

A cadela está cuidando muito bem da cabra bebê

A cadela Blizzie  adotou uma cabrinha que havia acabado de nascer, em uma ninhada na qual três irmãos nasceram mortos e ela, única sobrevivente, acabou sendo rejeitada. A cadela, que também havia acabado de dar à luz, adotou a cabra bebê como um de seus filhotes.

Galinha cuida de gatinhos 


Uma galinha aninhou três filhotinhos de gato. O dono da galinha ouviu os miados vindo do galinheiro e correu para olhar, temendo que suas aves estivessem em perigo, foi então que ele se deparou com a cena tão adorável. A mãe felina também cuida dos bebês, mas amor de mãe nunca é demais!

Cadela corgi adota labradores órfãos

Filhotes de corgi e de labrador foram criados junto como uma mesma ninhada
Reprodução

Filhotes de corgi e de labrador foram criados junto como uma mesma ninhada

Uma cadela da raça labrador foi resgatada de um criadouro enquanto estava grávida, contudo a mamãe acabou falecendo, deixando seus filhotes sozinhos. Foi então que a cadelinha da raça corgi, chamada Jen,  acolheu os bebês como seus próprios filhos.

Coruja acolhe ovo de pato

Foto tirada de coruja e pato juntos tirada por Laurie Wolf
Facebook/ Laurie Wolf

Foto tirada de coruja e pato juntos tirada por Laurie Wolf

Uma pata estava transferindo seus ovos para um novo local, e um deles acabou indo parar na casa de uma coruja . A ave então acolheu o ovo da pata e cuidou dele até que o patinho nascesse. Contudo, a mamãe pata não o abandonou e, após o nascimento do bebê, a ave foi ao encontro de seus pais biológicos. Um patinho de sorte que, além de ter seus pais, ainda arrumou uma “mãe coruja” para chamar de sua.

Fonte: IG PET

Leia Também:  Morre Bo, cão de Barack Obama, e ganha tributo do ex-presidente
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA