PET

O seu gato corre sem explicação pela casa? Veja algumas razões para isso

Publicados

em


source
Salem começou a correr dentro de casa, do nada, de forma costumeira
Arquivo pessoal/Camilla Nascimento

Salem começou a correr dentro de casa, do nada, de forma costumeira

Tem quem acha que gato é um bicho místico, que vê fantasma , que tem conexão com o além. Esse tipo de pensamento é sustentado muitas vezes por comportamentos que os gatos apresentam no cotidiano. Um exemplo é quando eles começam a  correr dentro de casa, sem explicação ou um sentido claro.

Algumas vezes parece que eles estão caçando algo invisível. De acordo com a veterinária Izabel Monteiro, as pessoas costumam achar esse comportamento ‘louco’ por compararem com o comportamento deles ao dos cachorros.

“O gato tem institutos e formas de brincar muito diferente do cão. O cão é muito dependente, o gato não. O gato brinca durante toda a vida. Ele pode ter 20 anos e vai continuar brincando. Quando jovem, ele brinca muito só. E velho isso diminui, mas a gente é quem tem que estimular. Essa inclusive pode ser uma das explicações para esse comportamento dos gatos, a brincadeira, o instinto de caça também”, explica.

Camilla do Nascimento, 28, é mãe de gato há dois anos. Ela conta que seu gatinho preto Salém começou a ter esse comportamento inesperado há um ano. “A primeira vez que Salém ficou correndo dentro de casa foi bem assustador, porque eu não sabia o que era que fazia ele ficar correndo e não parecia ter nada que ele estivesse correndo atrás de ou caçando ou brincando com alguma coisa. Ele corria do nada mesmo. Depois da primeira vez, ele continuou fazendo sem nenhuma causa específica”.

Leia Também:  Tente achar o "impostor" nessa árvore de Natal cheia de Papais Noéis fofos

Ao levar para uma consulta de rotina com uma veterinária, Camilla descobriu o que provavelmente provocava o comportamento estranho e Salem. “A veterinária observou umas ondas que passavam pelo corpo de Salem. Ela falou que ele tinha hipersensibilidade. E, durante um carinho ou quando ele está estressado, essas ondas podem ser desencadeadas e ele ficar correndo, se lambendo bem agitado”.

Camilla conta que a veterinária explicou que essa condição atinge a alguns gatos e que isso pode ter interferência do meio externo. “Quando pegamos a nossa segunda gatinha ele passou a brincar mais, ele brinca o dia todo com ela. A partir disso os ‘tremiliques’ dele ficaram bem mais espaçados”.

Para a Izabel Monteiro, é importante cuidar da saúde dos gatos para evitar causas patológicas desse tipo de comportamento, como pulgas e carrapatos. “Algumas pessoas não sabem que os gatos podem ter carrapato, piolho e outros problemas como esse. Um gato que começa a correr do nada dentro de casa, se coçar, pode ser pulga. Então as pulgas, carrapatos, dermatite também podem ser outra causa desse comportamento”, afirma.

Leia Também:  Tente achar o impostor nessa árvore cheia de Natal de papais noéis fofos

Para diferenciar se o gato está brincando ou se tem algum problema de saúde, o ideal é leva-lo ao veterinário. “Mas se for uma pessoa criteriosa, que conhece o gato, ela geralmente consegue identificar a diferença com facilidade”, pontua. 
Segundo a veterinária, estresse do ambiente e questões comportamentais também são causas para esses comportamentos estranhos.

Camilla descobriu o que provavelmente provocava o comportamento estranho de Salem ao levá-lo ao veterinário
Arquivo pessoal/Camilla Nascimento

Camilla descobriu o que provavelmente provocava o comportamento estranho de Salem ao levá-lo ao veterinário

Uma outra causa possível seria a síndrome de hiperestesia felina, que é uma condição rara e misteriosa de origem desconhecida, que origina um comportamento obsessivo nos gatos.

“Ele corre, ele grita, tenta se morder, tenta se mutilar, tem convulsão. É algo bem específico”, conta a veterinária, que também tem um gato com essa condição e só descobriu após descartar todas as outras possibilidades. “O gato não é para estar na rua, ele é domesticado. Ele tem que estar em casa. Tem que cuidar dele, dar as vacinas. Ele merece atenção devida igual ao cão”.

Fonte: IG PET

Propaganda

PET

Conheça Meredith, Olivia e Benjamin: os gatos da cantora Taylor Swift

Publicados

em


source
Taylor Swift
Divulgação

Conheça os gatos da cantora Taylor Swift


Taylor Swift é uma das maiores cantoras pop da atualidade. Com oito álbuns –  o último deles,  Folklore , lançado em agosto desse ano – a loirinha conquistou uma legião de fãs por todo mundo.Além de ser conhecida pelas músicas, a diva também é conhecida por seus pets: Meredith Grey, Olivia Benson e Benjamin Button.

Os nomes dos gatinhos são homegens às protagonistas das séries Grey’s Anatomy, Law and Order SVU e ao personagem principal do filme O Curioso Caso de Benjamin Button. 


Eles são quase tão famosos quanto Swift, inclusive eles foram os animais de famosos mais buscados no Google esse ano, com mais de 979 mil procuras, segundo a empresa britânica Matalan. 


ASegundo o site Compare The Market, os bichanos têm uma fortuna estimada em mais de US$ 97 milhões, por conta dos comerciais que eles fizeram juntos com a cantora.

O trio famoso


Os gatos acompanham Swift em todas as turnês, inclusive, já aparecem em alguns clipes. A primeira a ser adotada, foi Meredith, em 2011. Em diversas entrevistas, Taylor já disse que diferente dos irmãos, a gatinha não gosta muito de carinhos e não é muito amigável, deixando a diva pop constantemente arranhada. 


Mas, tudo bem, quem consegue ficar bravo com uma coisinha fofa como ela? A segunda a chegar na família felina foi Olivia Benson, em 2014, presente do cantor britânico Ed Sheeran. Diferente da irmã, a gatinha é super sociável e adora ficar no colo. 


Benjamin é o caçula da família. A cantora brinca que ele que a adotou. Durante as gravações do clipe “ME!”, em 2019, o gatinho foi encontrado no set de filmagens. Taylor o adotou logo de cara dizendo que ele era “o gato mais doce que ela já conheceu”. Seu companheiro de música, Brendon Urie, vocalista da banda Panic At The Disco, disse que Benjamin tinha os olhos iguais da cantora.


O amor de Taylor pelos seus animais é tamanho que além de todas as regalias que eles podem ter, ela também, em seu aniversário de 30 anos, fez um bolo com a cara dos três para comemorar a data. Amor de mãe de felinos não tem igual! 


Fonte: IG PET

Leia Também:  Felino é batizado de "Gato Potter" por semelhança incrível com o bruxo
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA