Polícia Federal

PF combate fraudes a programa Fome Zero em cidades do Mato Grosso do Sul

Publicado

Campo Grande/MS – A Polícia Federal, em parceria com a Controladoria Geral da União, deflagrou nesta quarta-feira (9/10) a Operação Pesticida, para investigar a ocorrência de fraudes no PAA – Programa de Aquisição de Alimentos da Ação de Compra Direta da Agricultura Familiar com Doação Simultânea, oriundo o programa FOME ZERO do Governo Federal. 

O programa busca ser um instrumento de políticas públicas de garantia de renda e de apoio à comercialização de alimentos produzidos pelos agricultores familiares, assentados e povos e comunidades tradicionais, ao passo em que oportuniza a aquisição dos produtos agrícolas por eles produzidos e a destinação a entidades de assistência a pessoas em situação de vulnerabilidade alimentar (creches, escolas, igrejas, dentre outras).

Estão sendo cumpridos cinco mandados de busca e apreensão em Campo Grande, Corumbá, Terenos, Bodoquena e Caracol, além da realização de oitivas simultâneas de seis testemunhas. Também foram determinadas nove ordens de afastamento de funções de agentes públicos. A ação conta com a participação de aproximadamente 70 policiais federais.

Os atos fraudulentos teriam ocorrido entre os anos de 2011 e 2016, com envolvimento de representantes de cooperativas ou associações sediadas nos municípios sul-mato-grossenses de Terenos, Bodoquena, Caracol e Jardim, de servidores públicos, além de representantes municipais do PAA em Corumbá/MS.

A PF e a CGU verificaram casos de cadastramentos no programa em nomes de produtores que desconheciam o fato ou lastreados em propriedades rurais que não tinham capacidade produtiva. Também foram descobertos simulação na entrega de produtos às associações/cooperativas e delas para as entidades destinatárias dos alimentos, obtendo-a liberação de valores correspondentes à aquisição de produtos não entregues. O esquema contaria com a participação e conivência de agentes públicos.

COLETIVA DE IMPRENSA – A coordenação da OPERAÇÃO ‘PESTICIDA’ estará recebendo os jornalistas para uma entrevista coletiva no AUDITÓRIO da sede da PF/MS, às 10h.

 

Comentários Facebook
publicidade

Polícia Federal

PF investiga crime contra a economia popular

Publicado


.

Altamira/PA – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (26/5) a Operação “Plata o plomo”, com o objetivo de desarticular atividade criminosa tipificada como crime contra economia popular, na modalidade de usura pecuniária ou real, que é a cobrança extorsiva de juros, em empréstimos concedidos a pequenos comerciantes.

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em Altamira/PA.

A expressão “Plata o plomo” é uma referência a forma de negociar do narcotraficante, Pablo Escobar, dinheiro ou chumbo.

Comunicação Social da Polícia Federal no Pará

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia Federal

PF investiga homem suspeito de envolvimento disseminação de pornografia infantil

Publicado


.

Araguaína/TO – A Polícia Federal cumpriu nesta terça-feira (26/5) um mandado de busca e apreensão na residência de um indivíduo investigado por compartilhar conteúdo pornográfico envolvendo criança e adolescente por meio de um aplicativo de mensagens. 

A conduta configura crime previsto no artigo 241-A do Estatuto da Criança e Adolescente – ECA. Se condenado, o investigado poderá cumprir pena de até 6 anos de reclusão, além de multa.

A ação da Polícia Federal ocorreu no mês em que se completa 20 anos da promulgação da Lei n° 9.970/2000, que institui o dia 18 de maio como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde em face à pandemia da Covid-19, a Polícia Federal continua trabalhando para a manutenção da lei e da ordem, preservando o estado democrático de direito.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Tocantins

Contato: (63) 3236-5440

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana