Momento +

PF fiscaliza instrutores de armamento e tiro credenciados, em clubes de tiro

Publicado

São Paulo/SP – Polícia Federal deflagrou nesta manhã (21/1) a operação Inspeção Inicial, para promover fiscalização de Instrutores de Armamento e Tiro – IAT´s credenciados pela Polícia Federal, em São Paulo.

 A operação visa a garantir que o serviço prestado por estes profissionais credenciados esteja em plena conformidade com as normas vigentes, bem como identificar eventuais desvios e/ou fraudes na emissão de laudos de capacidade técnica para fins de aquisição de arma de fogo.

 Ao todo, 130 locais recebem equipes de fiscalização que somam 110 policiais federais. A deflagração da operação ocorre simultaneamente em 72 localidades, sendo a maior fiscalização de instrutores de armamento e tiro já realizada no estado de São Paulo.

 Os instrutores credenciados são responsáveis pela emissão de laudos que atestam a capacidade técnica dos requerentes de registro e de porte de arma de fogo na modalidade defesa pessoal junto a esta Polícia Federal, bem como daqueles que pretendem obter o Certificado de Registro (CR) como atiradores esportivos junto ao Exército Brasileiro.

 A investigação teve início em fevereiro de 2019, após análise de dados inseridos no SINARM  e laudos apresentados nos pedidos de registro de arma de fogo. Há fortes indícios de falsidades ideológicas na emissão de laudos e formação de quadrilha. Para obtenção dos laudos, o interessado em adquirir ou portar arma de fogo pagava valores fora dos usuais praticados no setor.

 É de suma importância que os interessados em adquirir arma de fogo tenham o adequado conhecimento para utilização e manuseio seguro do armamento pretendido. O profissional responsável por avaliar e atestar esse conhecimento é o instrutor credenciado pela Polícia Federal. Daí a relevância de que sua atividade seja exercida dentro dos rigorosos parâmetros normativos vigentes.

 

 

Haverá coletiva às 11 h, na sede da Superintendência da PF em São Paulo (rua Hugo D’antola, 95)

 

Contato: (11) 3538-5013  

Comentários Facebook
publicidade

Momento +

Sete municípios de MT movimentam R$ 9,7 bilhões no agronegócio; Estado investe em obras

Publicado


.

Sete municípios mato-grossenses (Campo Verde, Campo Novo do Parecis, Juruena, Matupá, Nova Mutum, São José do Povo e Tapurah), cuja população total soma 174.978 habitantes, comemoram aniversário neste sábado, 04 de julho. O governo investe somente nesses municípios R$ 65 milhões em obras de infraestrutura e já repassou pelo menos R$ 110 milhões para saúde, assistência social, transporte escolar, e recursos provenientes de ICMS, Fethab e IPVA desde 2019.

Localizados em diferentes regiões do Estado, quase todos se destacam pela produção agropecuária e pelo peso do setor de serviço na composição do PIB (Produto Interno Bruto), num total de R$ 9,756 bilhões em 2017, segundo o IBGE. Com exceção de São José do Povo, fundado em 1989, os demais completam 32 anos.

Campo Verde, Campo Novo do Parecis, Nova Mutum e Tapurah, com uma produção total de 849,27 mil toneladas de algodão em 2017, avaliadas em R$ 2,214 bilhões, estão entre os maiores produtores do Estado e do país. Campo Verde e Campo Novo ocupam, respectivamente, a segunda e terceira posições no Estado e terceiro e quarto lugar no ranking nacional.

Fardos de algodão em Campo Verde 

Com o milho, a situação se repete. São 3,87 milhões de toneladas, avaliadas em R$ 1,4 bilhão, colhidas em cinco dos sete municípios aniversariantes. Nova Mutum, com 1,39 milhão de toneladas, ocupa as segundas posições mato-grossense e brasileira, enquanto Campo Novo do Parecis, com 1,34 milhão de toneladas fica uma posição abaixo.

O quadro é o mesmo, quando se trata de soja. Foram 5,86 milhões de toneladas, em 2017, avaliadas em R$ 4,013 bilhões. Novamente, Nova Mutum e Campo Novo do Parecis se destacam. Ocupam, respectivamente, a segunda e terceira posição no ranking dos maiores produtores estaduais e quarto e quinto no ranking nacional.

Campo Verde, Nova Mutum e Tapurah estão entre os primeiros do Estado na criação de galináceos, com um rebanho total de 21,27 milhões de cabeças e produção de 44,49 milhões de dúzias de ovos, por um plantel de 2,45 milhões de galinhas.

Vista aérea de Nova Mutum 

Com relação ao rebanho suíno, Tapurah, primeiro no ranking estadual e quinto no nacional, e Nova Mutum (quarto no ranking estadual) respondem pela criação de 715,29 mil cabeças, das quais 84,23 mil matrizes.

Campo Novo do Parecis ainda se destaca por ocupar o primeiro lugar do ranking nacional da produção de girassol, com 45,36 mil toneladas, avaliadas em 52,9 milhões, e pela quarta posição estadual na produção de cana-de-açúcar, com 2,88 milhões de toneladas, avaliadas em R$ 195,39 milhões.

  Girassol em Campo Novo do Parecis 

Presença do Governo do Estado

Por meio de obras, de infraestrutura especialmente, e repasses de recursos financeiros, o Governo de Estado cumpre seu papel de parceiro dos municípios.

Neste ano de 2020 (até maio) repassou, aos sete municípios aniversariantes deste dia 04 de julho, R$ 92,526 milhões em ICMS, IPVA e Fethab. Além de R$ 17,341 milhões sem Assistência Social, Transporte Escolar e Saúde entre 2019 e 2020.

Executadas diretamente pela Sinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística) ou em parceria com as prefeituras, o Governo Estado está investindo mais de R$ 65 milhões em pavimentação, manutenção de rodovias e pontes. São mais de 330 km de rodovias e 30 pontes em obras.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento +

Igreja em Cuiabá desmente mensagens anunciando que médicos atenderiam pacientes com sintomas de covid 19 no grande templo

Publicado

A direção da igreja Assembleia De Deus de Mato Grosso, responsável pelo Grande Templo, localizado na avenida do CPA, próximo à sede dos Poderes, em Cuiabá(foto), desmentiu boatos que circularam em grupos de whatsapp nesta sexta-feira (3) à noite anunciando que um “um grupo de médicos irá atender voluntariamente pacientes com sintomas da covid” e também que “haverá distribuição gratuita do kit covid 19”.

Segundo a direção da igreja, não há nenhuma programação de qualquer atividade médica para o local neste sábado (4), conforme as mensagens apócrifas (sem autoria conhecida). “Além de não ser permitido, porque não somos instituição de saúde, o Grande Templo não pode receber ninguém porque lá está tudo fechado para reforma”, afirmou o Pastor Silas Paulo de Souza, que é vice-presidente da Convenção dos Ministros das Assembleias de Deus no Estado de Mato Grosso (COMADEMAT), por meio do Pastor Mariuso Damião Ferreira.

Conforme uma resolução de 25 de junho passado, baixada depois do agravamento da pandemia no Estado, foram “suspensos os cultos bem como todas as reuniões no campo eclesiástico de Cuiabá (o Grande Templo) de 29 de junho a 15 de julho”.

Segundo Mariuso, o desmentido também teve de ser feito ao secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, a quem já tinha chegado o boato.

“Tanto o Pastor Silas, que é a maior autoridade eclesiástica no momento da Assembleia de Deus de Mato Grosso, como o nosso diretor do Departamento e Saúde a igreja, Dr. Carlos Coutinho, negaram esse boato. Isso não passa de mais uma fakenews de pessoas descomprometidas que geram mais confusão nesse momento tão doloroso conturbado pelo qual passamos”, afirmou Mariuso, que também é Pastor da igreja.

LUTO NA ASSEMBLEIA DE DEUS

O vice-presidente estadual da Assembleia  de Deus, Pastor Rubens Siro de Souza, 68 anos, faleceu na manhã desta sexta-feira (3) vítima da Covid-19, o coronavírus. Seu pai e maior líder da denominação religiosa, Pastor Sebastião Rodrigues de Souza, também está internado na UTI da Clínica Femina. As famílias de ambos também contraíram a doença e seguem tratamento hospitalar.

Otavio Ventureli(com assessoria)

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana