Polícia Federal

PF prende envolvidos em contrabando de cigarros no Rio Grande do Norte

Publicado


.

Mossoró/RN – A Polícia Federal prendeu hoje (29/6) três pessoas suspeitas de integrarem organização criminosa que se dedica ao contrabando de cigarros, em Umarizal, Região Oeste Potiguar. Foram cumpridos um mandado de busca e apreensão e três mandados de prisão preventiva, expedidos pela 12ª Vara da Justiça Federal/RN, contra três homens oriundos do estado do Pará.

A suspeita é que os presos sejam o braço armado responsável pela segurança do transporte das cargas contrabandeadas e teriam chegado em Umarizal para reforçar a segurança do comerciante acusado de chefiar o esquema de distribuição naquela região do estado, mesmo após a apreensão de 1.362 caixas de cigarros, feita pela PF no dia 11 de junho deste ano.

Durante a abordagem de hoje foram apreendidos em poder dos acusados: um revólver calibre 357, uma pistola Glock calibre .380, cerca de R$ 11,5 mil em espécie, além de três veículos com placas de São Paulo, dois dos quais, de alto padrão que, pelas características, indicam muito provavelmente serem “carro de estouro”, que é a modalidade de aquisição de veículos financiados com utilização de documentos falsificados em nome de terceiros.

Um dos homens presos possui antecedentes criminais por porte ilegal de arma de fogo. Após a autuação, eles foram conduzidos para a Cadeia Pública de Mossoró, à disposição da Justiça.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Norte

Contato: [email protected] | @pfnorn | www.pf.gov.br

 (84) 3204.5588*

Comentários Facebook
publicidade

Polícia Federal

PF prende suspeito de atuar na logística do garimpo em terra indígena ianomâmi

Publicado


.

Boa Vista/RR – A Polícia Federal prendeu em flagrante, nesta sexta-feira (3/7), um suspeito de atuar na logística aérea para apoio a atividades de mineração ilegal em reserva indígena ianomâmi e de ser proprietário de garimpo na região.

O homem foi preso em Boa Vista/RR com mais de dois quilos de ouro, durante o cumprimento de um mandado de busca, expedido pela 2ª Vara da Justiça Federal em Roraima.

O inquérito policial apura a abertura de pistas clandestinas localizadas no município de Alto Alegre/RR, das quais dependeriam as atividades ilícitas relacionadas ao garimpo que ocorreria na reserva indígena, bem como as atividades clandestinas de radiofonia e transporte irregular de combustível e dos próprios garimpos. As investigações seguem em andamento.

O suspeito, que já foi alvo de outras quatro ações da Polícia Federal, possui uma condenação pelo crime de genocídio e poderá responder, em razão da prisão de hoje, pelo crime de usurpação de patrimônio da União, com pena de até 5 anos.

O preso foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

 

Comunicação da Polícia Federal em Roraima.
Contato: (95) 3621-1500
[email protected]

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia Federal

PF prende suspeito de participar de diversos assaltos a agências dos Correios no ES

Publicado


.

Vila Velha/ES – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira, 3/7, após dez meses de investigação, a Operação Aplicativo Francês, com o objetivo de cumprir mandado de prisão, expedido pela Justiça Federal de Vitória, em face de assaltante dos Correios. A operação contou com a participação de dez policiais federais.

A ordem judicial foi cumprida na residência do envolvido, localizada no bairro das Laranjeiras, no município da Serra. O investigado também responde por crime de homicídio.

ENTENDA O CASO

O cidadão, de 20 anos, participou de roubos a agências dos Correios do Espírito Santo, entre setembro de 2019 e abril de 2020. Até o momento, foi comprovada sua participação em quatro roubos neste período, quais sejam, Serra Sede (26/09/2019), Mimoso do Sul (22/10/2019), Marataízes (07/11/2019) e Alegre (11/11/2019). Ele também é suspeito de coordenar a ação criminosa, providenciando veículos e armas de fogo, sem entrar na agência em três outros roubos: Aracruz (09/01/2020 e 17/03/2020) e João Neiva (14/04/2020).

Boa parte dos participantes destes crimes já se encontram presos e as diligências continuam para identificar os últimos assaltantes envolvidos nos casos.

CRIMES INVESTIGADOS

O investigado responderá pelo crime de roubado qualificado, previsto no art. 157, § 2º, incisos II e V, e §2º-A, inciso I do Código Penal, cujas penas somadas poderão chegar a 16 anos de reclusão por cada roubo.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana