Momento Policial

Policial militar preso em Sinop MT acusado de assassinar enfermeira disse em depoimento à Civil que só queria dar um “susto” na vítima

Publicado

O policial militar Marcos Vinicius Pereira Ricardi, preso em Sinop MT, disse  à polícia que queria dar apenas um “susto” na enfermeira Zuilda Correia Rodrigues, que foi encontrada morta em um córrego  do Municipio(foto), na manhã desta terça-feira (8).  O crime também teria sido motivado por  constantes discussões entre os três,  no caso o PM, o marido da vítima, Ronaldo da Rosa  e a mulher.

“Ele disse que a ideia inicial era apenas dar um susto na vítima, simulando uma tentativa de roubo, porém, a situação saiu do controle e eles acabaram matando a vítima”, informa o delegado Carlos Eduardo Muniz, responsável pelo caso. “A motivação ainda precisa ser verificada uma vez que essa é a versão apresentada pelo policial militar e o marido da vítima continua foragido”, completa.

Com base nas evidências, o delegado lavrou o flagrante contra Marcos Vinícius pelo crime ocultação de cadáver (crime de natureza permanente) e também representou pela prisão preventiva do suspeito e do marido da vítima, Ronaldo da Rosa pelos crimes de feminicídio e ocultação de cadáver.

Leia mais:  Governo anuncia promoção de 1,2 mil policiais militares

De acordo com a nota divulgada pela Polícia Militar de Sinop, Marcos Vinicius já estava afastado das funções militares e respondia processo demissório. Deste modo, por se tratar de crime cometido fora no exercício da função militar, a apuração ocorre na esfera civil.

O caso

Conforme o boletim de ocorrência, o marido de Zuilda procurou a delegacia para registrar o desaparecimento da enfermeira. No veículo dela foram encontrados sinais de manchas com sangue e fios de cabelo. Ele afirmou que passou no hospital onde ela trabalha para buscá-la após o término do plantão. Como ele estava trabalhando com venda espetinhos, deixou a mulher em casa e voltou ao trabalho. Como ela não apareceu, ele resolveu retornar por volta das 20 horas.

Na casa, o homem constatou que a mulher e uma Toyota SW4 preta não estavam no local. Como disse ter achado que ela estava na igreja, resolveu voltar para o trabalho. Já por volta das 21 horas, encontrou a caminhonete estacionada em frente a residência e trancada.

olhardireto/momentomt/

Leia mais:  Médica Veterinária de cor branca registra BO contra doméstica por injúria racial

Comentários Facebook
publicidade

Momento Policial

Trabalhadores são resgatados em condição de escravos em MT

Publicado

Também participaram da ação membros da Defensoria Pública da União (DPU) e do Ministério Público do Trabalho (MPT). A operação foi realizada entre os dias 8 e 18 pelo Grupo Especial de Fiscalização Móvel, pertence à Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo (DETRAE) da SIT.

Os agentes percorreram fazendas na região Norte de Mato Grosso, mais especificamente nos municípios de Santa Carmem, Feliz Natal e Nova Guarita. Em uma das fazendas, em Santa Carmem, foram resgatados sete trabalhadores submetidos a condições análogas à de escravo. Eles catavam raízes em área destinada ao plantio de soja e acampavam em barracos de lona, sem condições de higiene e sanitárias, nem água potável havia.

O empregador foi localizado e autuado pelos auditores-fiscais. Ele teve que pagar as verbas rescisórias, além de danos morais aos trabalhadores. O fazendeiro também firmou Termo de Ajuste de Conduta – TAC com o Ministério Público do Trabalho para pagar danos morais coletivos no valor de R$ 40 mil, que serão revertidos ao Projeto Ação Integrada de Mato Grosso.

Leia mais:  Irresponsabilidade: Polícia prende mulher bêbada que provocou acidente dirigindo com filha de 4 anos de idade

Os trabalhadores resgatados foram encaminhados para órgãos assistenciais e terão direito ao recebimento de seguro desemprego.

Já em uma propriedade rural, em Nova Guarita, foi localizada uma região de garimpo em que havia denúncia de trabalho escravo. Duas frentes de trabalho com cerca de garimpeiros foram descobertas, sem irregularidades aparentes, pois havia estrutura adequada de alimentação, trabalho e higiene. Foram realizadas buscas a ilícitos como armas de fogo, mas nada foi encontrado.

A PRF, que possui compromissos assumidos por meio das ações constantes do 2º Plano Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo, participou como equipe de segurança da operação, dando condições para que os fiscais pudessem trabalhar. Não houve necessidade de uso da força durante a operação.

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Policial

Já são 35 homicídios registrados em Lucas do Rio Verde em 2019

Publicado

Wellinton Alves da Costa, 28 anos, morreu na madrugada desta quinta-feira (17) em Lucas do Rio Verde, após ser atingido por mais de cinco disparos de arma de fogo na rua Diamante do bairro Téssele Júnior. A vítima chegou a ser socorrida até o Hospital São Lucas pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo o Soldado BM Willian Alves, a Wellinton tinha perfurações no peito, nas costelas e na mão. A vítima estaria em uma motocicleta YBR de cor vermelha e placas JZT-6490 que teve danos no tanque, pedais, manetas e carenagem.

A vítima morreu no hospital após uma parada cardiorrespiratória. A equipe médica realizou manobras na tentativa de reanimar, mas ele não resistiu e veio a óbito.

Quando a Polícia Militar chegou no local haviam diversos populares, mas ninguém presenciou o fato e nem conhecia o cidadão que estava ao solo.

Comentários Facebook
Leia mais:  Jovem morre depois de pular da ponte e cair em rio
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana