Polícia Civil MT

Polícia Civil inova e realiza pela primeira vez reunião gerencial por videoconferência

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Diretoria da Polícia Civil realizou nesta sexta-feira (22.05) a primeira reunião gerencial com as regionais da instituição por meio do sistema de videoconferência. Além do investimento em tecnologia, que otimiza tempo e agiliza a tomada de decisões, a videoconferência é uma tendência adotada no serviço público e empresas privadas diante da necessidade de prevenção à disseminação pelo novo coronavírus, evitando grandes aglomerações em ambientes fechados.

O encontro gerencial desta sexta-feira reuniu diretores da Polícia Civil na sede da instituição, interligados virtualmente com as 15 delegacias regionais, possibilitando a interação entre os participantes e discussão das pautas apresentadas.

O delegado-geral, Mário Dermeval Aravéchia de Resende, destacou que as reuniões por videoconferência possibilitam um ganho não apenas em tempo, como na economia de recursos e na agilidade na tomada de decisões. “É mais uma etapa de um longo processo que vem se desenvolvendo há mais de dois anos para concretizar o sonho de ver uma Polícia Civil tecnológica e amplamente conectada”, frisou o delegado-geral.

A reunião teve entre as pautas discutidas o reforço para que todas as unidades policiais observem e cumpram as normas sanitárias em relação à prevenção ao novo coronavírus. O delegado-geral adjunto, Gianmarco Pacola, explicou que uma nova portaria será divulgada pela instituição reforçando as medidas preventivas.

Investimento e agilidade

As câmeras de videoconferência fazem parte do investimento em tecnologia, no valor de R$ 4,5 milhões oriundo de um Termo de Ajustamento de Conduta celebrado com o Ministério Público Estadual que TI, com equipamentos modernos e maior capacidade de armazenamento de dados para dar suporte à implantação do inquérito eletrônico e demais sistemas utilizados pela Polícia Civil.  

O diretor de Interior, Walfrido Nascimento, reforça a agilidade trazida pela videoconferência, pois as demandas das regionais podem ser tratadas sem que aja necessidade de deslocamentos de grandes distâncias, como por exemplo das regionais localizadas em Alta Floresta, Juína, Guarantã do Norte e Vila Rica.

O delegado da regional de Vila Rica, Marcos Aurélio Dias Leão, elogiou a nova proposta de reunião gerencial e destacou a agilidade e economia com o formato adotado. “Cada viagem, em virtude da distância é bem cansativa, pois precisamos chegar, participar e logo retornar à regional. Para quem está em uma distância como por exemplo, a regional de Confresa, essa é uma ferramenta de importância tremenda, que também possibilita economia de combustível e no desgaste de viaturas. É o futuro para nossa instituição”.

As câmeras instaladas nas delegacias regionais são próprias para realização de videoconferências em salas de reunião. A Polícia Civil vai encaminhar também a todas as delegacias 450 webcams que serão utilizadas para gravação de oitivas, que faz parte do projeto de modernização tecnológica da instituição.

A reunião contou também com a participação dos dirigentes da Polícia Civil: diretora de Execução Estratégica, Daniela Maidel; diretor de Atividades Especiais, Fernando Pigozzi; chefe de gabinete da diretoria, delegado Newton Braga e coordenador de Gestão de Pessoas, delegado Arnon Osny Mendes Lucas.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Polícia Civil MT

Suspeito de tentativa de homicídio tem prisões cumpridas após ter verdadeiro nome identificado pela Polícia Civil

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem apontado com autor  de tentativa de homicídio conta uma policial penal no município de Juara teve dois mandados de prisão cumpridos pela Polícia Civil, na  terça-feira (26.05), em São José dos Quatro Marcos (315 km a Oeste de Cuiabá). O suspeito utilizava nome falso e foi identificado após ser preso em flagrante pela Polícia Militar por envolvimento em outros crimes.

O suspeito, de 28 anos, foi preso em flagrante na noite de segunda-feira (25) em uma ação da Polícia Militar pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo. Na delegacia, o suspeito se apresentou com o nome falso, porém durante a confecção do flagrante, foi verificado que o nome não batia com outros dados do suspeito.

Diante dos fatos, foi identificado o verdadeiro nome do conduzido que estava com dois mandados de prisão em aberto em seu desfavor, expedido pela comarca de Juara.  Segundo o delegado Edison Pick,  o suspeito é apontado como autor de uma tentativa de homicídio de uma policial penal no município.

“Ele se apresentou para Polícia Militar como outra pessoa, porém na delegacia foi descoberto o seu verdadeiro nome. A identificação foi realizada com apoio da Polícia Civil de Juara , através do delegado Carlos Henrique Enlgemann, que mandou toda a documentação do suspeito, resultando no cumprimento das prisões contra ele e a requisição da papiloscopia à Perícia”, disse Edison Pick.

Com base nos levantamentos, foi dado cumprimento as ordens judiciais contra o conduzido, além de ser lavrado o flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação tráfico, posse ilegal de arma de fogo e falsidade ideológica.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia Civil MT

Polícia Civil de MT prende mais uma foragida da Justiça com envolvimento com Novo Cangaço

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Mais uma pessoa foragida da justiça de Mato Grosso e que tem envolvimento com quadrilhas de roubos a bancos, na modalidade do “Novo Cangaço”,foi presa em Goiás. A mulher de 37 anos estava com mandado de prisão em aberto em um processo penal por roubo e foi localizada na região metropolitana de Goiânia, após diligências da Polícia Civil executadas por equipes da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol).

Natural de Araguaína, no Tocantins, a mulher foi condenada e a mais de 20 anos de prisão pelos crimes de roubo majorado e associação criminosa. Ela tem ainda antecedentes criminais por receptação qualificada, posse e/ou porte de arma de fogo e munição de uso restrito e artefato explosivo.

Na manhã desta terça-feira (26.05), a equipe que está em Goiás comunicou a delegada da Polinter, Silvia Maria Pauluzi, sobre a prisão da mulher, que trabalhava como garota de programa.

Envolvimento com Novo Cangaço

A mulher tinha envolvimento direto com integrantes de uma organização criminosa – com ramificações em vários estados do País – e era namorada de um dos assaltantes do grupo que fez assaltos a bancos em Nova Mutum, em 2009 e 2010. Na ocasião dos assaltos, o grupo criminoso causou pânico em funcionários e clientes da agência, que foram feitos de reféns e usados como escudos humanos em frente ao banco durante os crimes.

Em janeiro de 2004, ela foi presa em flagrante durante investigação da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores de Cuiabá. A equipe policial da Derrfva investigava uma denúncia anônima, quando localizou em uma casa, em Várzea Grande, diversos produtos de crime, além de uma camionete modelo Hilux e um verdadeiro “arsenal de guerra”. Na casa ocupada por membros do bando, no bairro Pirineu, os policiais encontraram três fuzis automáticos de fabricação russa, modelo AK-47 e calibre 7.62, um fuzil calibre 5.56mm de fabricação norte-americana, modelo AR-15, três granadas de mão, uma pistola calibre 9 milímetros, 24 carregadores próprios para fuzis, 876 munições de diversos calibres, uma luneta de longo alcance e dois capuzes do tipo balaclava.

A mulher presa em Goiás estava, até 2018, custodiada na Penitenciária Ana Maria do Couto May, em Cuiabá, onde respondia a processo pelos crimes de receptação e porte ilegal de arma de fogo. Ela recebeu progressão de regime e saiu mediante alvará de soltura.

Após a prisão em Goiás, a mulher de 37 anos foi conduzida à autoridade policial da Delegacia de Polícia Interestadual de Goiânia e deverá permanecer à disposição da justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana