Polícia Civil MT

Polícia Civil prende três pessoas suspeitas de latrocínio em Aripuanã

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Três pessoas (um homem e duas mulheres, sendo uma delas adolescente) envolvidas no latrocínio que vitimou um casal no município de Aripuanã (1.002 km a noroeste) foram detidas pela Polícia Judiciária Civil do município com apoio da Polícia Militar do estado de Rondônia na quinta-feira (23.01), quando chegavam à cidade de Cacoal. Com os suspeitos foram apreendidas duas caminhonetes subtraídas durante o roubo às vítimas.

As investigações iniciaram na manhã de quinta-feira (23) após o encontro de um cadáver no Mirante da Cachoeira Salto das Andorinhas. O corpo, posteriormente identificado como de Luiz Sérgio da Silva Lechuga foi encontrado com os braços para trás, mãos amarradas, com uma mordaça de pano na boca e um nó atado no pescoço. A vítima tinha também um ferimento na testa, possivelmente causado pela queda ao ser jogado do mirante.

Durante as diligências, os policiais tiveram a informação de que a esposa da vítima também estava desaparecida e que o casal possuía duas caminhonetes, sendo uma Toyota Hilux e uma Ford F-1000, que também não estavam mais na residência. Diante dos fatos, os policiais retornaram ao mirante (onde foi localizado o primeiro corpo) e em local de difícil acesso, localizaram o corpo da segunda vítima.

Em continuidade ao trabalho investigativo, os policiais receberam denúncias sobre duas garotas que estavam conduzindo caminhonetes com características semelhantes aos veículos roubados das vítimas, já entrando na cidade de Cacoal. Com base nas informações, policiais de Aripuanã entraram em contato com a delegacia do município de Rondônia que conseguiu realizar a abordagem dos suspeitos (um homem e duas mulheres) em posse dos dois veículos.

Questionados, um dos suspeitos revelou que as caminhonetes eram produtos do roubo seguido de morte na cidade de Aripuanã, praticado na noite de quarta-feira (22) e confessou que após matar as vítimas jogou os corpos na cachoeira. O suspeito ainda passou informações sobre um quarto envolvido no crime, que seria o responsável pela morte do casal.

As diligências estão em andamento.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Polícia Civil MT

Polícia Civil cumpre prisão de autor de homicídio ocorrido há um ano em São Antônio do Fontoura

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem apontado como autor de homicídio ocorrido há mais de um ano no distrito de Santo Antônio do Fontoura teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na sexta-feira (03.07), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá).

O suspeito teve a ordem de prisão decretada pela 3ª Vara da Comarca de Porto Alegre do Norte por homicídio qualificado. As investigações conduzidas pela Delegacia de São José do Xingu iniciaram no dia 16 de junho de 2019, logo após o registro da ocorrência.

Segundo as informações, o crime ocorrido no distrito de Santo Antônio do Fontoura foi motivado por uma dívida de R$ 170. Na ocasião, o suspeito efetuou um disparo de arma de fogo contra a cabeça da vítima por não ter recebido o valor e em seguida foragiu do local.

Diante das evidências, foi instaurado inquérito policial em que o suspeito foi identificado e teve o mandado de prisão preventiva representado pelo delegado, Allan Vitor, em razão de sua alta periculosidade.

A prisão foi decretada pela Justiça e o suspeito estava foragido há mais de um ano. A ordem de prisão foi cumprida, na sexta-feira (03), durante diligências para apura crimes patrimoniais realizadas pela equipe da Derf de Confresa na zona rural de Vila Rica.

Após a prisão, o suspeito foi encaminhado à delegacia para as providências de praxe e em seguida conduzido a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte.

Depois disso, o acusado foi apresentado ao Delegado Plantonista, o qual, após os procedimentos legais, comunicou o cumprimento do mandado e encaminhou o preso à Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte/MT.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia Civil MT

Polícia Civil cumpre prisão de empresário por violência doméstica

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Mais um homem suspeito de violência doméstica teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (03.07), em ação realizada pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá).

O suspeito, de 36 anos, é empresário do ramo de comércio de automóveis e teve a ordem de prisão decretada por descumprimento de medida protetiva.

O empresário já era investigado por violência doméstica contra a ex-esposa e continuava a procurar a vítima tendo registros por ameaça, injúria e lesão corporal. Diante dos fatos, a ordem de prisõo contra o suspeito foi expedida em janeiro de 2019.

Nesta sexta-feira (03), os policiais da DEDM de Rondonópolis realizaram diligências, conseguindo dar cumprimento ao mandado de prisão contra o suspeito, que foi localizado na residência dos seus pais, no bairro Jardim Vera Cruz.

Após ter o mandado de prisão cumprido, o suspeito foi encaminhado à Delegacia da Mulher de Rondonópolis para as providências de praxe.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana