Polícia Federal

Polícia Federal completa 76 anos

Publicado


.

Prezados colegas da Polícia Federal,

Policiais, servidores administrativos, servidores contratados, prestadores de serviço e colaboradores;

Neste 28 de março, dirijo-me a vocês com orgulho por comemorarmos o 76º aniversário de uma das instituições mais respeitadas e admiradas do país e com a consciência da responsabilidade pela manutenção do nível de excelência que atingimos e que levou milhões de brasileiros a terem nossa instituição como fonte de inspiração diária para suas vidas.

A alegria que sentimos hoje, pelas conquistas que atingimos juntos no último ano, contrastam com a consciência do momento extremamente difícil em que nos encontramos.

A decretação da situação de emergência de saúde mundial é tão séria e severa que não permite, sequer, que estejamos juntos na data de hoje, que confraternizemos em nossas unidades.

Mas assim como os serviços de saúde não param, porque as epidemias não dão tréguas; a Polícia Federal não pode parar, seja para atender aqueles que procuram pelos serviços prestados pela PF, seja para enfrentar as organizações criminosas.

A PF se adapta às circunstâncias e vence as dificuldades como sempre fez e sempre fará.

Não tememos os embates da luta, de qualquer luta, da forma como ela se apresente. Os desafios jamais nos intimidaram e, cuidar da própria saúde, da saúde dos nossos familiares e colegas, é uma demonstração de sabedoria e comprometimento com a instituição, com a sociedade e com a vida.

Continuaremos prontos para cumprir com as nossas atribuições constitucionais, dando o suporte necessário a todos os colegas; e, muito em breve, retomando nossa plena capacidade de trabalho e de atenção à população.

Este momento de restrições é passageiro, mas nosso orgulho pela PF é eterno.

Permaneçamos fortes.

Parabéns, Polícia Federal pelos seus 76 anos!!!

 

Maurício Leite Valeixo

Diretor Geral da Polícia Federal

Comentários Facebook
publicidade

Polícia Federal

PF prende foragido da Justiça envolvido com tráfico de drogas no Espírito Santo

Publicado


.

Vila Velha/ES – A Polícia Federal prendeu nesta manhã (4/6), na região de Balneário Carapebus, Serra/ES, uma pessoa investigada por chefiar associação para o tráfico de drogas na região de Governador Valadares/MG, o qual estava foragido da Justiça há mais de 5 anos.

No momento da abordagem, o preso se identificou com documentos falsos, o que resultou também em sua prisão em flagrante pelo crime de uso de documento falso.

ENTENDA O CASO

A Polícia Federal recebeu informe de que estaria residindo na Serra/ES um relevante integrante de organização criminosa com envolvimento com o tráfico de drogas, crimes de homicídio, lavagem de dinheiro, crimes contra o patrimônio, dentre outros, e dois mandados de prisão em aberto expedidos pela Justiça mineira.

Ainda segundo os dados, mesmo foragido, tal pessoa permaneceria no comando de parte do comércio de drogas na região de Governador Valadares/MG, mantendo ligações com vários grupos criminosos locais.

 Diante desses dados, equipe da PF confirmou seu endereço, realizando o cumprimento dos mandados de prisão. Chegando ao local, o indivíduo tentou se eximir da atuação da Polícia Federal se identificando com outro nome.

 Após as confirmações necessárias, ficou claro que se tratava de documento falso, o que ensejou a prisão em flagrante do foragido em razão da falsa identidade, cujas penas variam entre 2 e 3 anos de reclusão (arts. 297 e 304, Código Penal).

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Espírito Santo

Telefone: (27) 30418051/8029, (27) 992455616

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia Federal

PF investiga fraude em compras da PRF em Mato Grosso do Sul

Publicado


.

Campo Grande/MS – A Polícia Federal deflagrou hoje (4/6) a Operação TNT, com o objetivo de investigar pregão eletrônico promovido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), para aquisição de máscaras cirúrgicas, no Mato Grosso do Sul.

Uma equipe de 20 policiais federais deu cumprimento a cinco mandados de busca e apreensão, em Campo Grande/MS. As medidas judiciais foram expedidas pela 3º Vara Federal de Campo Grande/MS, através de Inquérito Policial instaurado pela PF.

Após ser informada pela PRF, a PF iniciou investigação para apurar suposta fraude na licitação e possível crime contra a economia popular, em cotação eletrônica efetuada pelo Órgão, ao perceber os preços muito acima do mercado oferecidos pelas empresas participantes do certame.

O pregão é destinado à aquisição de materiais de higienização e prevenção à COVID-19, sendo que as empresas que se habilitaram são de SP, MG, e RJ. A PRF pretendia adquirir 100 mil unidades de máscaras cirúrgicas, com características específicas.

Porém, com o resultado da classificação dos fornecedores, cinco empresas apresentaram preços aparentemente abusivos, se comparados com o valor de referência. Máscaras que eram comercializadas por R$ 0,12 centavos a unidade foram oferecidas por até R$ 20,00 a unidade.

 

Contato: (67) 3368-1105
E-mail: [email protected]

 

***O nome da operação, TNT, é uma referência ao tipo de material usado na fabricação  das máscaras.

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana