POLÍCIA FEDERAL

Operação Super Trunfo investiga contrabando de veículos de luxo superesportivos

Publicados

em


.

Maringá/PR – A Polícia Federal, em conjunto com a Receita Federal do Brasil, desencadeou, nesta terça-feira (8/9) a fase ostensiva da OPERAÇÃO SUPER TRUNFO, na qual são investigados crimes de contrabando de veículos de luxo superesportivos, evasão de divisas, crimes fiscais e lavagem de dinheiro.

Estão sendo cumpridos um mandado de prisão preventiva, dois mandados de prisão temporária e três mandados de busca e apreensão nas cidades de Maringá/PR e Cândido de Abreu/PR. Além disso, foi deferido judicialmente o bloqueio de veículos, bens imóveis e contas bancárias vinculadas aos investigados, no montante de R$ 15 milhões.

Durante aproximadamente dois anos de investigações, detectou-se que os investigados internalizaram ilegalmente no Brasil automóveis superesportivos, alguns deles com indícios de fraude quando de sua exportação da Europa. Tais veículos, com valores individuais que chegam a ultrapassar R$ 2 milhões, foram licenciados no Paraguai e eram mantidos e utilizados no Brasil com placas daquele país vizinho.

Também se constatou a aquisição de outros automóveis de luxo adquiridos no Brasil e diversos bens imóveis pagos mediante operações ilegais de câmbio conhecidas como dólar-cabo ou euro-cabo, nas quais são realizadas transferências internacionais de valores mediante compensações, sem observância das normas do sistema financeiro nacional.

Leia Também:  Polícia Federal deflagra Operação Minamata para combater garimpo ilegal no Amazonas

A ocultação do real proprietário de bens, a dissimulação de sua origem ilícita e a conversão de valores ilegais em ativos lícitos, por sua vez, configuram atos de lavagem de dinheiro.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Maringá | www.pf.gov.br

(44) 3220-1408 / 3220-1436

Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

Polícia Federal recebe procurado pela Interpol

Publicados

em


.

Belo Horizonte/MG – Nesta terça-feira, 22/9, a Polícia Federal recebeu um brasileiro, de 23 anos, foragido da Justiça mineira e procurado internacional pela INTERPOL.

O extraditando foi condenado pelo crime de tráfico de drogas ilícitas, ocorrido em 2016, no município de Governador Valadares/MG, foi escoltado por policiais federais e desembarcou no Aeroporto Internacional Tancredo Neves em Confins/MG, em voo proveniente de Porto/Portugal.

A extradição foi possível após a expedição de mandado de prisão pela Vara de Execuções Criminais da comarca de Governador Valadares/MG e a consequente inclusão da difusão vermelha internacional pela Representação da Interpol em Minas Gerais, instrumento que permitiu à polícia portuguesa a localização e detenção do extraditando em solo lusitano.

O preso será conduzido para o Centro de Remanejamento Provisório de Governador Valadares – CERESP/GVR, onde ficará à disposição do Juízo competente.

Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde em face da pandemia do Covid-19, a Polícia Federal continua trabalhando.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas e Gerais

Leia Também:  Polícia Federal deflagra Operação Minamata para combater garimpo ilegal no Amazonas

[email protected] | www.pf.gov.br

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA