POLÍCIA FEDERAL

PF apreende 167 kg de cocaína

Publicados

em


Juazeiro do Norte/CE – A Polícia Federal prendeu um homem transportando 167 kg de cocaína, na terça-feira (30/11), na divisa entre Juazeiro do Norte, no Ceará, e Salgueiro, município de Pernambuco. A droga estava escondida num fundo falso de um caminhão.

Policiais federais acompanharam o veículo suspeito e, após abordagem, constataram a carga ilícita.

O motorista foi preso em flagrante e conduzido à delegacia da PF em Juazeiro do Norte. O preso está sendo indiciado e interrogado pela PF e poderá responder por tráfico interestadual de drogas, com penas de 5 a 15 anos de reclusão.

Comunicação Social da Delegacia de Polícia Federal em Juazeiro do Norte/CE

Contato: (88) 33113232

Leia Também:  Polícia Federal apreende quase 20 kg de drogas no Aeroporto Internacional de São Paulo
Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

Polícia Federal apura desaparecimento de procedimentos administrativos da Agência Nacional de Mineração – ANM

Publicados

em


Campo Grande/MS – A Polícia Federal cumpriu hoje (18/1) três mandados de busca e apreensão, no âmbito da Operação Sumiço, que investiga o desaparecimento de dois processos administrativos de cobrança de Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais das dependências da Gerência Regional da Agência Nacional de Mineração – ANM, em Campo Grande/MS.

Durante as investigações, iniciadas em maio/2020, foram colhidos diversos elementos probatórios, dentre eles depoimentos, declarações, além de entrevistas de funcionários e terceirizados da Agência Nacional de Mineração – ANM. Também foram objeto de análise mais de 500 horas de gravações de imagens das câmeras de segurança da referida agência.

As buscas têm por objeto localizar os dois procedimentos administrativos de cobrança de Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais, assim como obter outros elementos de prova em face dos investigados.

Os envolvidos responderão pela prática do crime de extravio, sonegação ou inutilização de livro ou documento. A pena, para o caso, pode ser de 1 a 4 anos de reclusão. Também podem responder por “supressão de documento”, se cometido por particular. A pena seria de reclusão e varia de 2 a 6 anos.

Leia Também:  PF participa de operação para desarticular núcleo financeiro de facção criminosa atuante em MT

Comunicação Social da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul

Contato: (67) 3368-1105

[email protected] / www.pf.gov.br

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA