POLÍCIA FEDERAL

PF combate migração ilegal em Minas Gerais

Publicados

em


.

Governador Valadares/MG – A Polícia Federal atuou nesta quarta-feira (9/9) para combater crime de migração ilegal e promoção de migração ilegal de criança e adolescente.

As investigações, iniciadas há seis meses, identificaram um grupo de pessoas que supostamente utilizava uma agência de turismo situada em Governador Valadares para falsificar comprovantes de declarações de imposto de renda e outros documentos de clientes. Tal documentação serviria para facilitação na obtenção de visto americano de turismo.

De maneira conexa, há elementos que indicam que os investigados atuavam na promoção e auxílio de envio de criança ou adolescente para o exterior, com inobservância das formalidades legais ou com o fito de obter lucro.

A Polícia Federal representou por três mandados de busca e apreensão, todos expedidos pela Justiça Federal em Governador Valadares, sendo dois cumpridos naquela cidade e um em Piracanjuba. Durante as buscas, foram apreendidos aparelhos de telefone celular, computadores, um veículo novo e inúmeros documentos, que serão periciados.

Os investigados responderão pelos crimes de migração ilegal e promoção de migração ilegal de criança e adolescente, cujas penas máximas somadas podem chegar a 11 anos de prisão.

Leia Também:  PF desarticula associação criminosa voltada à exploração e ao comércio ilegal de diamantes

Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde em face da pandemia do Covid-19, a Polícia Federal continua trabalhando para a manutenção da lei e da ordem, preservando o Estado Democrático de Direito.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Governador Valadares

[email protected]| www.pf.gov.br

Fone: (33) 3212-9100

Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

PF prende foragidos em grupo de deportados

Publicados

em


.

Belo Horizonte/MG – Na sexta-feira, 25/9, desembarcou em Belo Horizonte mais um voo oriundo dos Estados Unidos da América, trazendo 53 deportados. Coube à Polícia Federal realizar os procedimentos de controle migratório, uma de suas competências definidas pela Constituição da República.

Dentre os deportados, retornaram ao país dois foragidos internacionais, que foram presos pela Polícia Federal assim que desembarcaram no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins/MG.

Um dos presos tem 50 anos, é natural de Campo Grande/MS e foi condenado a dois anos e oito meses de prisão em regime aberto, pela prática de crime contra a ordem tributária, com mandado expedido pela 1ª Vara Federal Criminal de São Paulo. O outro tem 42 anos, figurava na lista de Difusão Vermelha da INTERPOL e tinha contra si mandado de prisão preventiva decorrente de decisão condenatória expedido pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, pela prática de homicídio qualificado, cuja pena máxima pode chegar a 30 anos de reclusão.

Leia Também:  PF incinera quase meia tonelada de drogas em Cruzeiro do Sul/AC

Os presos serão conduzidos para o CERESP Gameleira, onde ficarão à disposição da Justiça.

Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde em face da pandemia do Covid-19, a Polícia Federal continua trabalhando.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais

[email protected] | www.pf.gov.br

Fone: (31) 3330-5270

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA