POLÍCIA FEDERAL

PF identifica participantes do roubo ocorrido no Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Viracopos em Campinas, em 2018

Publicados

em


.

Campinas/SP – A Polícia Federal deflagrou na noite da quinta-feira (3/9) e na manhã desta sexta-feira (4/9)  Operação Tango Victor, com o cumprimento de  mandados de prisão temporária e de busca e apreensão pela manhã. As prisões ocorreram na capital paulista e no Estado de Rondônia, enquanto a busca, somente na capital paulista.

A investigação foi iniciada a partir da instauração de inquérito policial para apurar roubo ocorrido na noite do dia 4 de março de 2018, no pátio do Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Viracopos em Campinas, quando foram subtraídos mais de 5 milhões de dólares.

No dia do roubo, indivíduos portando armas de fogo, após destruição de um alambrado, de correntes e cadeados utilizados no fechamento de portões de acesso à área do terminal de cargas, abordaram e mantiveram em cárcere privado dois seguranças, além de funcionários de empresas que lá trabalhavam, até conseguirem transferir 13 sacolas contendo numerário em espécie no valor de mais de US$ 5 milhões, que estavam acondicionadas num container recém descarregado de um avião para um veículo clonado de uma empresa.

Leia Também:  Polícia Federal apreende mais de meio milhão de reais

Ao longo das investigações, foram realizadas dezenas de oitivas, realizados inúmeros exames periciais, além da apreensão de dólares comprovadamente subtraídos pelos criminosos durante o roubo investigado. 

A Polícia Federal apurou que o grupo tem atuação estruturada, com divisão de tarefas, razão pela qual os presos responderão, na medida de seus atos por roubo qualificado, receptação e organização criminosa, cujas penas para cada crime oscilam de 2 a 8 anos e multa.

A prisão em Rondônia foi realizada pela PRF, enquanto a prisão em São Paulo foi realizada pela Polícia Militar. A investigação continua para prisão dos demais envolvidos.

O nome da operação faz referência ao terminal de cargas onde foi praticado o roubo destinado ao transporte de valores (TV – Tango Victor).

Coletiva de imprensa, às 10h, na sede da Delegacia de Polícia Federal em Campinas. Não há imagens para serem fornecidas.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Campinas

Telefone (19) 3345-2260

Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

PF combate o tráfico de drogas, no âmbito da Operação FICCO, em Roraima

Publicados

em


.

Boa Vista/RR – A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado de Roraima – FICCO/RR, coordenada pela Polícia Federal e integrada pelas polícias Civil e Militar e pelas secretarias da/ Justiça e Cidadania e da Segurança Pública de Roraima, prendeu nos últimos dias 16 e 17, em duas ações distintas, três pessoas por tráfico de drogas e uma por calúnia e dano qualificado em boa Vista/RR.

Na primeira das ações, no dia 16/9, investigadores da Força Integrada identificaram um endereço onde suspeitos abasteceriam outros traficantes com drogas para posterior distribuição. No local, duas pessoas foram presas e quase seis quilos de skunk foram apreendidos.

Já na prisão do dia 17/9, a FICCO/RR recebeu denúncias acerca da ocorrência do tráfico de drogas no bairro Santa Luzia. Após diligências, os policiais identificaram o suspeito em atuação característica dos “serviços” de entregas de drogas, quando realizaram a abordagem e flagantearam o homem com uma pequena quantidade de cocaína.

Em sua residência foi encontrada outra porção de droga, durante as buscas, momento em que a irmã do preso chegou no local desrespeitando os policiais, acusando-os de terem forjado a ação e implantado drogas junto ao suspeito, além de estarem atuando em condutas tipificadas na lei de Abuso de Autoridade, momento em que lhe foi dada voz de prisão pelo crime de calúnia. Ao ser conduzida à viatura policial, a presa também chutou e danificou o veículo, conduta de dano qualificado. As penas para os crimes podem chegar a cinco anos, além de multa.

Leia Também:  PF prende indivíduo supostamente envolvido em roubo a veículo dos Correios

O suspeito confirmou que era o proprietário das drogas.

Todos os presos foram encaminhados ao sistema prisional, onde permaneceram à disposição da Justiça.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Roraima

Fone: (95) 3621-1522
E-mail: [email protected]

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA