POLÍCIA FEDERAL

PF investiga fraudes contra a Previdência Social

Publicados

em


Itajaí/SC – Nesta sexta-feira (4/12), a Polícia Federal cumpriu dois mandados de busca e apreensão, oriundos da 1ª Vara Federal de Itajaí/SC, em uma sala comercial e em uma residência, situadas em Balneário Camboriú/SC e Bombinhas/SC.

As diligências relacionam-se a 17 inquéritos policiais que investigam fraudes contra a Previdência Social, mediante a inclusão de vínculos empregatícios falsos, para fins de obtenção de benefícios previdenciários irregulares, ocorridos entre os anos de 2012 e 2017.

Foram arrecadados documentos comprobatórios de interesse para a investigação.

O alvo da ação de hoje e outras pessoas já foram indiciados nos crimes de falsidade ideológica, estelionato previdenciário e coação no curso de processo.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Itajaí/SC

 [email protected] | www.pf.gov.br

Contato: (47) 3249-6780

Leia Também:  PF encontra diversos animais nativos em bagagem de passageiro que pretendia embarcar em voo para a Rússia
Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

PF combate lavagem de dinheiro no Distrito Federal e em Goiás

Publicados

em


Brasília/DF – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (22/1) a Operação Gravame, com o objetivo de coletar provas acerca de possível crime de lavagem de dinheiro cometido por servidor público e por terceiros a ele associados, tendo por base eventuais crimes antecedentes de corrupção passiva, sonegação fiscal ou outros crimes contra a Administração Pública.

Policiais federais cumprem quatro mandados de busca e apreensão, além do bloqueio de contas-bancárias, veículos e imóveis dos investigados em Brasília/DF e na Cidade Ocidental/GO, expedidos pela 12 ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal. A Justiça Federal também determinou o afastamento preventivo do servidor público suspeito de suas funções pelo prazo inicial de 30 dias.

As investigações criminais foram iniciadas no ano de 2020, a partir de apurações provenientes da Controladoria Geral da União – CGU e da Subsecretaria de Conformidade e Integridade – SCI do Ministério da Infraestrutura, e demonstram que o servidor suspeito apresentou crescimento patrimonial incompatível com sua renda, bem como a realização de gastos incompatíveis com sua remuneração.

Leia Também:  PF combate extração ilegal de minério de ouro no Pará

Os dados e informações já obtidos também apontam para a possível utilização de parentes na lavagem de ativos, bem como a construção de uma casa de luxo e aquisição de veículos com os valores não declarados.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal no DF

Contato: (61) 2024-7557

[email protected]

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA