POLÍCIA FEDERAL

PF investiga fraudes e desvio de recursos da União

Publicados

em


Vila Velha/ES – A Policia Federal deflagrou nesta quinta-feira (8/10) a Operação Apanha, com objetivo de investigar fraudes e desvio de recursos no âmbito do PRONAF (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) – o qual é mantido por recursos da União.

Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão nos municípios de Mimoso do Sul, Apiacá e Alegre, que resultaram na apreensão de documentos, mídias e equipamentos como

Durante a investigação, foram colhidos indícios de um esquema envolvendo proprietários de imóveis rurais, algumas empresas de assessoria técnica e também empresas que vendem implementos agrícolas/mudas vegetais.

A fraude funcionava da seguinte forma: após liberação dos recursos pela instituição financeira, era emitida uma nota fiscal fria pelas empresas de implementos agrícolas/mudas vegetais, que era apresentada para comprovação de gastos junto ao PRONAF. A empresa emissora da nota fiscal e a empresa de assessoria técnica recebiam uma parte do valor do financiamento e o proprietário rural utilizava o restante do valor para outras finalidades que não a produção rural.

Leia Também:  PF apreende mais de 400 kg de drogas em Roraima

O montante desviado dessa forma, segundo estimado,  chega a casa dos milhões de reais, que ainda vai ser precisado, sendo que as investigações prosseguirão a partir da análise do material apreendido e realização das perícias.

Os crimes investigados são os de obtenção de financiamento mediante fraude e aplicação indevida de recursos obtidos através de financiamento bancário (arts. 19 e 20 da Lei de Crimes Financeiros) e associação criminosa (art. 288 do Código Penal). As penas cominadas a cada crimes chegam aos seis anos de reclusão.

O nome da operação (APANHA) é uma alusão ao combate a este tipo de fraude envolvendo a produção de alimentos.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Espírito Santo
Telefone: (27) 3041-8051/8029

 

Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

PF deflagra a 9ª fase da Operação Calvário

Publicados

em


Brasília/DF – A Policia Federal deflagrou nesta terça-feira, 27/10, uma nova fase da Operação Calvário, em conjunto com a Procuradoria Geral da República, com o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB) e com a Controladoria-Geral da União (CGU). A operação conjunta tem por objetivo investigar a atuação de organização criminosa por meio da contratação fraudulenta de organizações sociais (OS) para gerir os serviços essenciais da saúde e da educação no Estado da Paraíba.

Estão sendo cumpridos 10 mandados de busca e apreensão nas cidades de João Pessoa/PB, Bayeux/PB, Cabedelo/PB, Aracaju/SE e no Distrito Federal. Participam da operação 80 policiais federais.

Esta ação representa a nona fase da Operação Calvário, tendo por objeto robustecer o conjunto probatório de situações verificadas nas fases anteriores, principalmente no tocante ao crime de lavagem de dinheiro.

A operação foi deflagrada respeitando normativo interno, que estabelece orientações quanto às medidas de proteção necessárias no cenário decorrente do Coronavírus (COVID-19).

 

Divisão de Comunicação Social da Polícia Federal

Leia Também:  PF deflagra a segunda fase da Operação Parasita no Pará

Contato: (61) 2024-8142 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA