POLÍCIA FEDERAL

PF recebe procurado internacional em Minas Gerais

Publicados

em


.

Belo Horizonte/MG – Nesta terça-feira, 15/9, a Polícia Federal recebeu um extraditando brasileiro, de 39 anos, foragido da Justiça Mineira e procurado internacional pela Interpol.

O homem, acusado de participação em homicídio qualificado, ocorrido em 2019, no município de Governador Valadares/MG, foi escoltado por policiais federais e desembarcou no Aeroporto Internacional Tancredo Neves em Confins/MG, em voo proveniente de Porto/Portugal.

A extradição foi possível após a expedição de mandado de prisão preventiva pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Governador Valadares/MG e a consequente inclusão da difusão vermelha internacional pela Representação da Interpol em Minas Gerais, instrumento que permitiu à polícia portuguesa a localização e detenção do extraditando em solo lusitano.

O preso será conduzido para a penitenciária Nelson Hungria, onde ficará à disposição do Juízo competente.

Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde em face da pandemia do Covid-19, a Polícia Federal continua trabalhando.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais

[email protected] | www.pf.gov.br

Fone: (31) 3330-5270

Leia Também:  PF, em ação conjunta, apreende dois caminhões carregados com cigarros paraguaios

Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

Polícia Federal deflagra a Operação Sabotagem para investigar pessoas ligadas à facção criminosa no Rio de Janeiro e em São Paulo

Publicados

em


Angra dos Reis/RJ – A Polícia Federal deflagrou hoje (1/10), em Angra dos Reis/RJ, a Operação Sabotagem, com o objetivo identificar pessoas que atuavam como “laranjas” para um dos líderes de uma famosa facção criminosa. Além disso, foram apreendidos documentos e celulares. Policiais federais deram cumprimento a mandados de busca e apreensão, nos municípios de Angra dos Reis, São Vicente/SP e Santos/SP. 

Esta é mais uma das diversas ações, desencadeadas pela Polícia Federal, que apuram delitos de lavagem de dinheiro e organização criminosa e tem como foco a descapitalização de integrantes de uma facção criminosa que possui atuação nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

O narcotraficante, que teve sua prisão decretada em 2019, era acusado de esquematizar o comércio de drogas, via Porto de Santos, o maior da América Latina, sendo a principal ligação marítima entre o Brasil e a Europa. No decorrer das investigações, a Polícia Federal identificou diversos imóveis de alto padrão em Angra dos Reis/RJ em nome de pessoas que declaram renda mensal equivalente a um salário mínimo, algumas, inclusive, recebendo auxílio emergencial.

Leia Também:  Polícia Federal realiza mais uma incineração de drogas este ano

Os bens, avaliados entre R$ 2,5 a R$ 5 milhões já foram bloqueados pela Justiça, a pedido da Polícia Federal, que segue com as investigações.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

[email protected] | www.pf.gov.br

(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

 

***O nome da Operação faz alusão à influência de integrantes da organização criminosa em relação à obstrução das investigações, caracterizada pela ausência de colaboração dos envolvidos por temor à facção.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA