POLÍCIA FEDERAL

Polícia Federal apreende mais R$ 3 mil em cédulas falsas remetidas via Correios

Publicados

em


.

Pelotas/RS – A Polícia Federal, com a colaboração dos Correios, apreendeu na nesta sexta-feira (28/8), três mil reais em cédulas falsas. Essa foi a segunda apreensão de dinheiro falso pela Polícia Federal em Pelotas, nesta semana. As duas remessas partiram do mesmo endereço, em São Paulo, foram negociadas em redes sociais e enviadas através dos Correios.

Policiais federais acompanharam a entrega da encomenda ao destinatário, que não estava no endereço. O envelope contendo as cédulas falsas foi aberto pela mãe do suspeito que receberia a correspondência. Ao analisarem as notas, os policiais verificaram que se tratava de 30 cédulas de cem reais falsas, algumas com o mesmo número de série das notas apreendidas na quarta-feira (26/8).

A Polícia Federal instaurou inquérito para aprofundar as investigações e tem atuado em conjunto com a unidade central da Polícia Federal que trata dos crimes de moeda falsa para coibir a circulação na zona sul do Estado.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Pelotas

Leia Também:  PF combate o tráfico internacional de drogas

[email protected] | www.pf.gov.br

(53) 3309-9000

Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

PF combate disseminação de pornografia com conteúdo infantojuvenil no Espírito Santo

Publicados

em


Vila Velha/ES – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 29/9, a Operação Prostasia, com o objetivo de combater difusão de arquivos contendo exploração sexual de crianças por meio da internet.

A operação contou com a participação de 10 policiais federais, sendo realizado o cumprimento de dois mandados de busca e apreensão, na residência e no escritório do investigado, situados na Grande Vitória. Foram apreendidos dispositivos eletrônicos e mídias do suspeito, que serão agora submetidos à perícia para elaboração de laudo, com o fim de identificar arquivos desta natureza armazenados e compartilhados.

A investigação teve início a partir de relatório da Interpol, informando à PF que houve compartilhamento de vídeos de pornografia infantojuvenil, por meio de aplicativo de mensagens canadense, por usuário conectado em provedor de serviços de internet brasileiro. A partir dessa informação, a Polícia Federal identificou o provável responsável pela disponibilização dos referidos vídeos no aplicativo, fato que resultou no cumprimento dos mandados de busca e apreensão para obtenção de novas provas.

O investigado poderá responder pelo crime de compartilhamento de arquivos contendo pornografia infanto-juvenil, presente no art.241-A da Lei 8.069/90, em que a pena varia entre 2 a 6 anos de reclusão e poderá ainda responder pelo crime de posse de arquivos, presente no art.241-B, cujas penas variam de 1 a 4 anos de reclusão, caso a perícia encontre arquivos dessa natureza armazenados.

Leia Também:  PF combate fabricação de medicamentos proibidos

O significado de PROSTASIA em grego é proteção, fazendo uma alusão a necessidade de proteção das crianças.

 


Comunicação Social da Polícia Federal no Espírito Santo
Telefone: (27) 3041-8051/8029

 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA