POLÍCIA FEDERAL

Pol´ícia Federal deflagra operação contra o tráfico de drogas no Acre

Publicados

em


Cruzeiro do Sul/AC – A Polícia Federal deflagrou, na última quarta-feira (30/9), a Operação Lázaro com o objetivo de desarticular braço financeiro de Organização Criminosa dedicada ao tráfico de drogas.

A ação, que cumpriu nove mandados de busca e apreensão, é mais uma iniciativa da Força Tarefa de Combate ao Crime Organizado do Acre, que conta, além da PF, com Polícia Civil, Polícia Militar, IAPEN e demais forças de segurança do Estado.

A investigação apurou que investigados têm relação direta com o setor financeiro de organização criminosa voltada ao tráfico de drogas, com atuação em todo o Estado do Acre.
 
Durante o cumprimento dos mandados, dois investigados foram presos em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, um pelo crime de organização criminosa e um por posse ilegal de arma de fogo.

 

Comunicação Social da PF no Acre
Fone: (68) 3212-1200 / 3212-1211 / 3212-1214
E-mail: [email protected]

Leia Também:  PF apreende 85 kg de cocaína em Dourados/MS
Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

PF combate migração ilegal de pessoas para o exterior

Publicados

em


Vila Velha/ES – A Polícia Federal deflagrou na terça-feira (27/10) a Operação TARRAFA, para combater a promoção de migração ilegal de pessoas com destino aos Estados Unidos.

Participaram da operação 16 policiais federais, dando cumprimento a quatro mandados judiciais de busca e apreensão na cidade de Pescador/MG, todos expedidos pela 1ª Vara da Justiça Federal de Govenador Valadares, que resultaram na apreensão de aparelhos celulares, mídias e documentos, que serão analisados para instrução da investigação.

ENTENDA O CASO

Os investigados têm como prática o envio ilegal de pessoas da região mineira do Vale do Mucuri para os EUA. Eles atuavam conforme esquema já conhecido como “Cai Cai”, no qual há a utilização de crianças e adolescentes ou até mesmo adultos se passando por adolescentes mediante o uso de documentos falsos, simulando um parentesco de pai e filho, para facilitar a entrada e permanência de maiores de idade no território norte americano. Os custos da viagem eram patrocinados por pessoas conhecidas como “Coyotes”, que posteriormente recebiam vultosos valores daqueles que conseguiam ingressar no país estrangeiro, como contrapartida pelos serviços prestados. Em muitos casos, havia a confecção de falsos registros de paternidade dos menores, para permitir que terceiros os utilizassem no esquema.

Leia Também:  PF combate migração ilegal de pessoas para o exterior

A investigação foi originada da prisão em flagrante de dois indivíduos que tentaram tirar passaporte na Delegacia de Polícia Federal de Cachoeiro de Itapemirim/ES, utilizando documentos falsos. Com o aprofundamento das investigações, foram identificados outros suspeitos que residiriam na cidade de Pescador/MG, inclusive um cartório que pode ter fornecido documentos falsos.

CRIMES INVESTIGADOS

Os envolvidos responderão pelos crimes definidos nos artigos 232 – A, 245, § 1º e 2º, 297, 299 e 304 do Código Penal, bem como artigos 238 e 239 da Lei n° 8069/90 (Estatuto da Criança e Adolescente).

O nome da operação é uma alusão ao nome da cidade onde foram cumpridas as buscas, Pescador/MG.

                  


Comunicação Social da Polícia Federal no Espírito Santo
Telefone: (27) 3041-8051/8029

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA