POLÍCIA FEDERAL

Polícia Federal deflagra quarta fase da Operação Famintos

Publicados

em


.

João Pessoa/PB – A Polícia Federal cumpriu, na manhã de hoje (02/09), mandados de busca e apreensão no âmbito da Operação Famintos, em Campina Grande/PB.

As ordens judiciais, três mandados de busca e apreensão, foram expedidas pela Justiça Federal de Campina Grande/PB, após manifestação favorável por parte do Ministério Público Federal – MPF.

A ação de hoje objetiva a arrecadação de elementos indicativos de crimes de corrupção ativa (por parte de empresários) e corrupção passiva (por parte de servidores públicos municipais).

A operação contou com a participação de 15 policiais federais.
 
 
ENTENDA O CASO

A investigação visa desarticular esquema criminoso de fraudes em licitações e contratações na cidade de Campina Grande/PB, nos anos de 2013 até 2019, com pagamentos vinculados, principalmente, a verbas do PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar.

Trata-se de um trabalho conjunto da Polícia Federal com o Ministério Público Federal e Controladoria Geral da União – CGU, com o objetivo de combater fraudes em licitações, superfaturamento de contratos administrativos, lavagem de dinheiro, organização criminosa, corrupção ativa e corrupção passiva.
 
 
Não será concedida entrevista coletiva, em razão da fase em que se encontra a investigação.

Leia Também:  PF combate o tráfico internacional de drogas

 
 
Superintendência da Polícia Federal na Paraíba Comunicação Social

Telefone: (83) 9.9184-9632

Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

PF deflagra mais uma fase da Operação Snack Zero

Publicados

em


Vila Velha/ES – A Policia Federal deflagrou nesta quinta-feira (1°/10) mais uma etapa da Operação SNACK ZERO, com objetivo de investigar suspeita de desvio de recursos públicos direcionados à merenda escolar (recursos repassados pela União).

Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão, no município de Cachoeiro de Itapemirim/ES, que resultaram na apreensão de mídias e equipamentos como discos rígidos, celulares e pen drives, cujo conteúdo será extraído e submetido a análise.

A investigação apura suspeita de desvio de recursos repassados pela União para uso no programa de merenda escolar. Investiga-se o conluio entre empresários, que atuam no fornecimento de gêneros alimentícios, para prévia combinação de preços a serem ofertados em procedimentos licitatórios (modalidade em que o Estado figuraria como vítima), e suspeita-se também de conluio entre alguns destes empresários e funcionários públicos, para fornecimento de mercadorias em desacordo com o estabelecido nos contratos e, consequente, desvio de recursos públicos.

Os crimes investigados são o de fraude ao caráter competitivo de procedimento licitatório (art. 90 da lei 8666/93), corrupção ativa e passiva (arts. 317 e 333 do Código Penal). As penas cominadas aos crimes chegam aos doze anos de reclusão.

Leia Também:  Polícia Federal realiza mais uma incineração de drogas este ano

O nome da operação (SNACK ZERO) é uma alusão a esta suspeita de fornecimento de gêneros alimentícios em desacordo com o previsto em contrato.

 

 


Comunicação Social da Polícia Federal no Espírito Santo
Telefone: (27) 3041-8051/8029

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA