Momento Economia

Polícia investiga casos de contaminação por cervejas da Backer em 2018 e 2019

Publicado

source
duas garrafas de cerveja e um copo arrow-options
Foto: Divulgacao
Fábrica da backer está fechada desde janeiro

A Polícia Civil de Minas Gerais investiga vítimas de intoxicação após o consumo de cervejas da marca Backer que ocorreram em 2018 e 2019. Ou seja, até dois anos antes da descoberta de lotes contaminados pela substância tóxica dietilenoglicol.

Até agora há 34 casos em investigação descobertas em 2020. Elas apresentaram graves problemas renais e neurológicos. Seis morreram. Em entrevista coletiva, realizada nesta sexta-feira, o delegado responsável pelo caso, Flávio Grossi, não detalhou a quantidade de casos envolvendo a Backer antes de 2020, mas afirmou que há pessoas com quadros delicados de saúde.

Leia também: MPMG pede bloqueio de bens da Backer para indenizações e tratamentos

“Há uma coincidência pregressa, que é o consumo de cerveja. Temos pessoas com debilidade pequena mas temos pessoas em condições graves”, afirmou.

Na última quarta-feira, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais determinou o bloqueio de bens da Backer para reparação de danos aos consumidores atingidos. O bloqueio pode chegar à quantia máxima de R$ 100 milhões de reais, divididos entre valores, veículos e imóveis.

A decisão foi tomada após pedido do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). Ele foi feito para garantir que a empresa tenha recursos para pagar indenizações às vítimas que podem ser determinadas pela Justiça.

Leia também: Backer poderá pagar até R$ 10 milhões por problemas no recall das cervejas

Até agora, a Polícia Civil de Minas Gerais ouviu 39 pessoas. A maneira como o dietilenoglicol foi parar nas cervejas segue sendo um mistério.

A empresa afirma que nunca comprou a substância. O Ministério da Agricultura anunciou ter encontrado o produto em amostras de vários rótulos da cervejaria e na água utilizada na produção. A empresa contratou uma perícia técnica que afirmou não ter encontrado dietilenoglicol na água.

A Backer afirmou que colabora com as autoridades desde o início das investigações. “Reiteramos que a empresa nunca utilizou a sustância dietilenoglicol na fabricação de seus produtos. A Cervejaria Backer, seus consumidores e a sociedade como um todo, anseiam pela rápida conclusão das investigações”.

A polícia não descartou ainda a possibilidade de sabotagem. A fábrica da Backer está fechada desde 10 de janeiro e seus produtos não podem ser comercializados. Mais de 100 funcionários já foram demitidos.

Comentários Facebook
publicidade

Momento Economia

Mega-Sena acumula pela 16ª vez e prêmio vai para R$ 200 milhões

Publicado


source
mega-sena arrow-options
Agência Brasil

Prêmio acumulado está em R$ 200 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas da Mega-Sena nesse sábado (22) de Carnaval. O sorteio foi realizado no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

Leia também: Bancos terão programação especial entre segunda e quarta por causa do Carnaval; confira

Esta é a 16ª vez que a Mega-Sena  acumula, um recorde para a modalidade. Os números sorteados foram: 07 – 20 – 38 – 43 – 45 – 53.

De acordo com a Caixa, a estimativa é de que o prêmio seja de R$ 200 milhões no próximo concurso que, excepcionalmente (27), será realizado na quinta-feira (27), por causa do carnaval.

A quina teve 190 ganhadores e cada um vai receber R$ 56.213,79. A quadra saiu para 14.982 apostadores, devendo pagar R$ 1.018,42 a cada um dos acertadores.

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento Economia

Bancos terão programação especial entre segunda e quarta por conta do carnaval

Publicado


source

Agência Brasil

banco do brasil arrow-options
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Bancos terão horário especial durante o carnaval e ficarão fechados entre segunda (24) e terça (25)

Os bancos vão ficar fechados na próxima segunda (24) e terça-feira (25) de carnaval. Na Quarta-feira de Cinzas,26, o início do expediente será às 12h, no horário local, com encerramento em horário normal de fechamento das agências, segundo informações da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Leia também: Carnaval deve injetar R$ 4 bilhões na economia do Rio de Janeiro neste ano

Nas localidades em que as agências bancárias fecham normalmente antes das 15h, o início do atendimento ao público será antecipado, de modo a garantir o mínimo de 3 horas de funcionamento.

A Febraban orienta os clientes a utilizarem os canais digitais, como sites e aplicativo dos bancos, para a realização de transferências e pagamento de contas nos dias em que não houver expediente bancário nas agências.

As contas de consumo (água, energia, telefone, etc.) e carnês com vencimento em 24 ou 25 de fevereiro poderão ser pagos, sem acréscimo, na quarta-feira (26). Normalmente, os tributos já vêm com datas ajustadas ao calendário de feriados nacionais, estaduais e municipais.

Caso isso não tenha ocorrido no documento de arrecadação, a sugestão da Febraban é antecipar o pagamento ou, no caso dos títulos que têm código de barras, agendar o pagamento nos caixas eletrônicos, internet banking e pelo atendimento telefônico dos bancos .

Leia também: De olho em 2022, Bolsonaro cobra a Guedes crescimento mínimo de 2% neste ano

Os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser pagos via DDA (Débito Direto Autorizado) enquanto as agências não funcionam.

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana