POLICIAL

Escolas da rede municipal participam do Prêmio Gestão Escolar 2020

Publicados

em


.

08/09/2020    3

Escolas de Ensino Fundamental e Centros de Educação Infantil da rede municipal de Várzea Grande formalizaram nesta semana a inscrição online na edição 2020 do Prêmio Gestão Escolar. Ao todo foram inscritos 11 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI) e 20 Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEB) totalizando 31 unidades do município.

Instituído desde 1998 pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED) e pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o Prêmio busca reconhecer boas práticas, incentivar o aprimoramento dos processos de gestão e promover ações que possibilitem a troca de experiências entre gestores, multiplicando boas estratégias entre as unidades escolares.

De acordo com o secretário, Silvio Fidelis, iniciativas como a do Prêmio Gestão Escolar são importantes e estimulam a melhoria dos processos pedagógicos/administrativos das escolas públicas. Na edição deste ano, por ocasião da pandemia causada pelo novo Coronavírus, a missão do desta edição é reconhecer as práticas exitosas desenvolvidas pelas escolas que, no momento de afastamento social, conseguiram encontrar soluções para o enfrentamento das dificuldades impostas à comunidade escolar.

Conforme o cronograma do evento, após o período de inscrição das escolas, finalizado no dia 31 de agosto, serão constituídos Comitês estaduais de Avaliação Técnica, avaliações e seleção das escolas indicadas pelos Estados e Distrito Federal. A divulgação das cinco escolas finalistas deverá ocorrer no dia 6 de novembro e a Cerimônia de Premiação com o anúncio da escola “Referência Brasil” está prevista para o dia 10 de dezembro.

Leia Também:  Programação no Hospital e Pronto Socorro debate o suicídio no cotidiano profissional e junto à pacientes

O secretário Silvio Fidelis lembrou que em 2017, o município de Várzea Grande conquistou o título de escola referência, quando a EMEB ‘Emanuel Benedito de Arruda’, do bairro Santa Maria, venceu a Etapa Mato Grosso do Prêmio Gestão Escolar.

A escola se destacou entre as 82 inscritas no Estado, nos processos de autoavaliação de projetos inovadores de gestão, competências escolares, além de apresentar uma elevação da média de 4.6 para 6.3 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Como premiação, a equipe gestora da escola viajou para os Estados Unidos para conhecer o processo de funcionalidade de gestão escolar pública desenvolvido em escolas americanas.

Além da EMEB “Emanuel Benedito de Arruda” outra escola de Várzea Grande também se classificou entre as cinco finalistas do Prêmio Gestão Escolar em 2017. A EMEB “Abdala José de Almeida”, do bairro São Mateus ficou com o terceiro lugar na avaliação da etapa estadual.

Para o secretário Silvio Fidelis, o Prêmio Gestão Escolar é um reconhecimento ao esforço e dedicação da equipe escolar na promoção dos processos e planos de ação que possibilitam as melhorias nas políticas públicas inovadoras dos projetos e avaliações, contribuindo para elevar a qualidade de ensino e a gestão da unidade escolar.

Leia Também:  Jucemat faz adequações na REDESIM, e sistema fica fora do ar até o dia 30

Entre as inscritas esse ano, as Escolas de Várzea Grande que participam do Prêmio Gestão Escolar 2020 são: Cmei Ana Isabel Moreira, Cmei Isabel Pinto De Campos, Cmei Izabel Antunes De Campos, Cmei Manoel Rosa De Figueiredo, Cmei Miguelina De Campos E Silva – Dona Quita, Cmei Nair Sacre,  Cmei Nossa Senhora Da Guia, Cmei Profª Jayr Luiza De Campos Untar – Dona Pequenina, Cmei Professora Eleuza Maria Souza Santos, Cmei Senador Jonas Pinheiro, Cmei Wilson Sodre Farias, Emeb Abdala Jose De Almeida, Emeb Ana Rosa Da Silva, Emeb Antonio Joaquim De Arruda, Emeb Apolonio Frutuoso Da Silva, Emeb Aristides Pompeo De Campos, Emeb Benedita Bernardina Curvo, Emeb Bianka Lorena Da Rocha Capile, Emeb Deputado Ary Leite De Campos, Emeb Dr Gabriel Muller, Emeb Eunice Cesar De Mello, Emeb Faustino Antonio Da Silva, Emeb Goncalo Domingos De Campos – Caic, Emeb Honorato Pedroso De Barros, Emeb Julio Correa, Emeb Luis Reveles Pereira, Emeb Profª Maria Joana Da Silva Almeida, Emeb Profª Rita Auxiliadora Campos Cunha, Emeb Tenente Abilio Da Silva Morais, Emeb Ten Waldemiro Delgado Bertulio e Emeb Vereador Zeno De Oliveira.

Por: Fred Nogueira – Secom/VG

Propaganda

POLICIAL

Programação no Hospital e Pronto Socorro debate o suicídio no cotidiano profissional e junto à pacientes

Publicados

em


.

25/09/2020    3

A administração do Hospital e Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande (HPSMVG) realizou nesta sexta-feira, 25 de setembro, o dia D da campanha de prevenção ao suicídio presente durante todo o Setembro Amarelo na rede pública de saúde do município. Em parceria com a coordenação de Saúde Mental da secretaria de saúde, três apresentações abordaram o assunto aos servidores do HPSMVG. 

“Durante todo este mês distribuímos panfletos, fizemos pequenas palestras e abordagens junto aos pacientes aqui do Pronto-Socorro bem como seus acompanhantes. Esta foi apenas uma das ações realizadas pela Secretaria de Saúde com foco no Setembro Amarelo”, disse o diretor geral do Hospital e Pronto Socorro, Ney Provenzano. 

A importância da qualificação das práticas desenvolvidas no Hospital e Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande diante de uma tentativa de suicídio e de situações de crise e urgência em saúde mental foi o tema abordado na abertura do encontro, pela enfermeira do Núcleo de Educação Permanente (NEP), Gessica Fernanda Colnago. 

A coordenadora da Saúde Mental da secretaria, Soraya Danniza Barbosa Miter Simon contextualizou sobre a Rede de Atenção Psicossocial de Várzea Grande. “Falamos sobre nossas potencialidades e desafios. Atualmente Várzea Grande possui profissionais e unidades especializadas de atenção psicossocial, tanto infanto-juvenil quanto para adultos”, informou.  

Os profissionais de saúde também conheceram o projeto “Suicídio: não dá mais para deixar de falar” apresentado pela enfermeira do Núcleo Hospitalar de Epidemiologia (NHE), Monara Moreira Maciel Pot e assistiram a palestra “Saúde mental dos profissionais de saúde. Quais cuidados tomar” realizada pela psicóloga Cálita Medeiros Machado de Oliveira. 

Leia Também:  Jucemat faz adequações na REDESIM, e sistema fica fora do ar até o dia 30

“O projeto tem como objetivo intervir nos casos de tentativas de suicídio e nas situações de crise e urgência em saúde mental de forma efetiva por meio da organização dos serviços, dos processos de trabalho e do fortalecimento da articulação entre os pontos de atenção à saúde. Para isso as unidades de saúde possuem profissionais preparados para realizar abordagem adequada dos pacientes e intervir nas situações de crise e urgência em saúde mental; realizar a vigilância, o manejo clínico e escuta psicológica; e, promover a continuidade do cuidado por meio de ações integradas entre os vários pontos de atenção psicossocial”, detalhou a enfermeira do NHE, Monara Pot, sobre o projeto “Suicídio: não dá mais para deixar de falar”. 

“O mês de setembro ficou conhecido como Setembro Amarelo em alusão ao dia mundial de prevenção do suicídio que é um chamamento para que se voltem os olhares dos gestores, profissionais e da população de um modo geral para esse complexo problema de saúde pública. Por ser considerado um fenômeno multicausal, ou seja, não decorrente de uma única causa, mas sim, de questões afetivas, familiares, sociais, territoriais, psíquicas, entre outras, o suicídio é um fenômeno de elevada complexidade por isso a necessidade de ações de prevenção contínuas inclusive no cotidiano dos profissionais de saúde”, justificou o diretor do PSMVG. 

Confira a Rede de Atenção Psicossocial de Várzea Grande que atende de segunda a sexta-feira das 7h às 17h: 

Leia Também:  Programação no Hospital e Pronto Socorro debate o suicídio no cotidiano profissional e junto à pacientes

– CAPS 2 – Tratamento para pessoas a partir de 18 anos, com transtornos mentais graves. Localizado na rua Fenelon Muller, 608, centro. (65) 3688-3112. 

– CAPS AD – Tratamento para pessoas a partir de 18 anos, em uso e abuso de álcool e outras drogas. Localizado na avenida Castelo Branco, 2.333, Jardim Imperador. (65) 3688-3045. 

– CAPS Infanto Juvenil – Tratamento para crianças e adolescentes com idade abaixo de 18 anos, que apresentem transtornos mentais graves ou uso de álcool e outras drogas. Localizado na rua Presidente Prudente de Moraes, 1.130, Ipase. (65) 3688-3046. 

– Clinica de Atenção Primária à Saúde Miguel Baracat – Localizada na Avenida Praia Grande, s/n, 24 de Dezembro. Telefone funcional (65) 98476-6717. 

– Clinica de Atenção Primária à Saúde Moacyr D’Lannes – Localizada na rua Harmonia s/n, Jardim Glória II. Telefone funcional (65) 98476-6708. 

– Clinica de Atenção Primária à Saúde Arminda Guimarães Sato – Localizada na rua Governador General Mallet, quadra 16, s/n, Marajoara. Telefone funcional (65) 98476-6559. 

– Clinica de Atenção Primária à Saúde Parque do Lago – Localizada na Avenida Julião de Brito, s/n, Parque do Lago. Telefone (65) 3694-8731. 

– “Consultório na Rua” – Atendimento itinerante para pessoas em situação de rua. Ocorre de segunda à quinta-feira das 19n às 23h. Telefone funcional (65)98476-6419. 

 

Por: Rafaela Maximiano – Secom/VG

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA