POLICIAL

Habitação alerta para inicio de entrega de documentação dos sorteados do residencial Santa Bárbara etapas IV e V

Publicados

em


.

09/09/2020    26

A Prefeitura Municipal de Várzea Grande, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo, está convocando os sorteados – tutelar  – do Residencial Santa Bárbara (incluindo moradores de áreas de risco e microcefalia), para que façam a entrega das documentações exigidas e obrigatórias para a efetivação do programa de habitação ‘Minha Casa, Minha Vida’. Os sorteios das unidades das etapas IV e V foram realizados no dia 5 de agosto – pela loteria federal – conforme o número inscrito no Protocolo da Inscrição.

Os beneficiários devem comparecer a unidade do órgão, localizada na Avenida da FEB nº 2138, bairro da Manga, no período de 10 a 17 de setembro de 2020, das 8h às 17h. Dentre as documentações exigidas estão: RG, CPF ou CNH; certidão de nascimento do responsável; certidão de nascimento dos filhos menores; para divorciado (certidão de casamento com averbação); para viúvo (certidão de casamento e de óbito ; carteira de trabalho; laudo médico do CID – atualizado dos anos de 2019 ou 2020- somente PCD/Microcefalia- e comprovante de endereço.

Leia Também:  Serviços Públicos implanta  lâmpadas LED nas principais  avenidas de Várzea Grande

De acordo com o titular da pasta, José Roberto Amaral Castro Pinto, devido à pandemia a Secretaria adotou como medida de segurança, um cronograma para atendimento conforme a letra inicial do nome dos beneficiários que deverão comparecer a sede do órgão na data prevista e com uso de máscara de proteção.  

Nesta quinta-feira dia 10, o atendimento será para os beneficiários cujos nomes começam com as letras A, B e C; no dia 11 para as iniciais D,E,F e G; no dia 14 para as iniciais H,I,J e K; no dia 15 será a vez das letras L e M; no dia 16 N,O,P,Q ,R e S; e  no dia 17 para as letras T,U,V,W,Y ,X e Z.

O secretário destacou ainda que neste primeiro momento a equipe da secretaria estará recebendo a documentação somente dos titulares, por isso os beneficiários que estão como suplentes não serão atendidos neste primeiro momento, somente após a equipe da Caixa Econômica Federal fazer a análise documental dos titulares.

“Estamos avançando para a conclusão da entrega total dos 1.424 apartamentos do Residencial Santa Bárbara. Todos os procedimentos tanto para escolha dos beneficiários como para entrega das chaves são acompanhados pelos órgãos de controle tanto da Prefeitura, como do Governo Federal e ainda pelo Ministério Público Estadual”, pontuou o secretário.

Leia Também:  Com nível baixo de transmissão da Covid - 19 Várzea Grande adota novas medidas

A publicação dos sorteados, suplentes, áreas de riscos e microcefalia, está disponível no portal da Prefeitura Municipal de Várzea Grande,  www.varzeagrande.mt.gov.br, no link VG Habita. A listagem também estará disponível no Diário Oficial dos municípios na edição desta quinta-feira 10.

                        

 

Por: Katia Passos – Secom/VG

Propaganda

POLICIAL

Escolas da Rede Municipal recebem o projeto ‘Sacola Literária’

Publicados

em


.

24/09/2020    13

As escolas municipais de Educação Básica, Gonçalo Domingos de Campos e Professora Lúcia Leite Rodrigues serão beneficiadas com 200 livros novos cada uma por meio do projeto Sacola Literária neste mês de setembro. A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande, VR Projetos Culturais e Sociais com o patrocínio da CNH Industrial.

De acordo com o secretário Silvio Fidelis, o projeto que tem o apoio da  Secretaria Especial da Cultura do Governo Federal, visa incentivar a leitura e enriquecer as bibliotecas com conteúdo qualificado para as escolas. O projeto Sacola Literária foi criado para incentivar a leitura e promover esse hábito tão importante dentro das escolas. Cada acervo do projeto Sacola Literária é composto por 200 livros com obras para crianças, jovens e adultos, e títulos inclusivos como os sensoriais, em braile e de introdução à literatura para alunos alfabetizados tardiamente (EJA).

Também faz parte do acervo um grande tapete emborrachado para atividades de leitura ao ar livre e ecobags (sacolas) personalizadas para que os alunos possam levar livros para casa e incentivar a leitura familiar. Além da entrega dos livros, o projeto Sacola Literária também oferece atividades para professores e alunos. Esse ano, visando contornar o cenário de pandemia, as atividades foram adaptadas para serem realizadas de forma on-line.

Leia Também:  Prorrogada até o dia 30 em Várzea Grande pesquisa que investiga resposta imunológica à Covid-19

Através da Secretaria de Educação será disponibilizada para todos os professores e colaboradores das escolas uma divertida oficina com a professora, autora e contadora de histórias Marô Barbieri, especialista na promoção da leitura de forma ludica cujos títulos estão no acervo do projeto. Durante a oficina, ela discorre sobre a importância da literatura e dá diversas dicas de como incentivar a leitura nas atividades com alunos de forma presencial ou on-line.

Diretores e professores das escolas beneficiadas vão receber uma ‘contação’ de história personalizada de um dos livros do acervo para disponibilizar a seus alunos e demais professores. A empresa patrocinadora informa que neste ano, 8 mil livros serão distribuídos através do projeto para escolas públicas de 17 cidades de norte a sul do país.

Para o secretário, o projeto ‘Sacola Literária’ é uma grande oportunidade oferecida à rede municipal para incentivar a formação de leitores e estimular o hábito da leitura entre as crianças, jovens e adultos, que cada vez mais estão sendo conquistados pelos novos estímulos virtuais. “É preciso e fundamental dar acesso à literatura, disponibilizando livros atuais e de qualidade nas bibliotecas de nossas escolas” declarou.

Leia Também:  Com nível baixo de transmissão da Covid - 19 Várzea Grande adota novas medidas

Responsável pelo projeto ‘Sacola Literária’ a VR Projetos Culturais e Sociais Transformadores é uma empresa que desenvolve projetos culturais voltados à transformação social e facilita o uso das leis de incentivo por empresas, e, ao mesmo tempo, explica como elas podem ser usadas como ferramentas de transformação social.

Por: Fred Nogueira – Secom/VG

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA