POLICIAL

Pinheiro entrega nova avenida totalmente duplicada aos moradores do bairro Pedra 90 e região

Publicados

em


.

Seguindo com o planejamento de melhoria contínua na infraestrutura viária de Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro entregou nesta sexta-feira (14) uma nova via aos milhares de moradores do bairro Pedra 90 e comunidades adjacentes. Paralela a tradicional Avenida Tatsumi Koga, a nova pista foi duplicada e recebeu todas as intervenções necessárias para garantir avanços na mobilidade urbana na região. 

A construção na nova avenida foi coordenada pela Secretaria de Obras Públicas, em parceria com a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob). O trabalho foi executado em uma extensão de aproximadamente dois quilômetros e, além da pavimentação, contou ainda com a construção de toda rede de drenagem de águas pluviais, sarjeta, instalação de meio-fio e sinalização horizontal e vertical. 

“Essa é a primeira etapa do processo de melhoria na mobilidade urbana que estamos fazendo no Pedra 90. É uma via que inicia no trevo de entrada do bairro se segue até a Avenida das Torres. Essa é uma região possui um dos maiores aglomerados urbanos da nossa Capital, formado por uma população humilde, trabalhadora e que merece todo olhar de carinho da nossa gestão”, explica o prefeito Emanuel Pinheiro. 

Leia Também:  Lei obriga o uso de máscara facial nas ruas, transportes públicos, comércios, transporte por aplicativo, taxis , espaços e órgãos públicos

A obra faz parte do programa Minha Rua Asfaltada, criado pelo chefe do Executivo no ano de 2017. Desde então, por meio dessa iniciativa, o Município vem transformando a realidade vividas nas comunidades mais afastadas da região central. Até o momento, são cerca de 50 bairros atendidos com obras de pavimentação, além da execução de projetos de recuperação da malha viária das principais ruas e avenidas de Cuiabá. 

Além dessa nova via entregue, a Prefeitura de Cuiabá também está trabalhando na recuperação completa da Avenida Tatsumi Koga. Considerada uma das mais movimentadas da região, interligando o Pedra 90 ao Distrito Industrial e passando pelo Nova Esperança I e II e Jardim Industriário, a via está recebendo ao longo de 2,6 quilômetros de rede de drenagem, recapeamento, sarjeta, meio-fio e calçamento. 

A inauguração da nova via, totalmente duplicada, contou com as presenças da primeira-dama Márcia Pinheiro, do presidente da 1º etapa do Pedra 90, Antônio Marcos Lemos, o Baiano do Pedra 90, do presidente da Associação de Moradores do Pascoal Ramos, Edmirço Batista de Souza, o Neno do Pascoal Ramos. 

Leia Também:  Lei obriga o uso de máscara facial nas ruas, transportes públicos, comércios, transporte por aplicativo, taxis , espaços e órgãos públicos

 

Propaganda

POLICIAL

Lei obriga o uso de máscara facial nas ruas, transportes públicos, comércios, transporte por aplicativo, taxis , espaços e órgãos públicos

Publicados

em


.

17/09/2020    2

A prefeitura de Várzea Grande aperta o cerco, no uso obrigatório de máscara, o que antes já era proibido por Decreto Municipal, agora vira Lei. A Lei torna obrigatório o uso de máscara facial para quem sair às ruas, circular em locais públicos, no transporte público coletivo, transportes por aplicativos e táxis, estabelecimentos comerciais e repartições públicas. Agora as pessoas que não usarem máscaras estão sujeitos às penalidades civis e criminais, de acordo com as Leis do País. A prefeita Lucimar Sacre de Campos sancionou a Lei n° 4.627/2020, que dispõe sobre esses procedimentos. O ato será publicado em Diário Oficial dos Municípios na edição de sexta-feira (18).

“O Supremo Tribunal Federal (STF) no final do mês de Agosto decidiu que o uso de máscara é obrigatório em locais públicos como comércio, indústria, escolas e templos e ruas. Os ministros que participaram do julgamento votaram pela obrigatoriedade do uso do equipamento. A obrigatoriedade do uso de equipamento individual nestes espaços foi estabelecida em uma lei que entrou em vigor em julho deste ano. Os municípios seguem a votação do STF e institui a Lei no âmbito municipal. O que antes a obrigatoriedade era válida por Decreto Municipal, agora vira Lei”, explicou Silvio Fidélis, presidente do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus de Várzea Grande.

Leia Também:  Lei obriga o uso de máscara facial nas ruas, transportes públicos, comércios, transporte por aplicativo, taxis , espaços e órgãos públicos

A prefeita Lucimar Campos salientou que a recomendação do uso da máscara tem como base a proteção coletiva, e necessária para que a contaminação da doença não se espalhe, uma vez que muitas pessoas podem estar infectadas e serem assintomáticas. “A lei amplia ainda mais o combate da pandemia do Covid-19 no município, e ficará valendo enquanto perdurar o período de restrições necessárias ao enfrentamento do coronavírus”,  informou .  

“Várzea Grande vem desde o mês de março, adotando medidas de enfrentamento ao coronavírus, e trabalhando no enfrentamento a doença. Inúmeras ações foram realizadas pelo Comitê de Enfrentamento do Covid-19 no município, como por exemplo, o fechamento do comércio em momento oportuno para conter a doença, o amplo trabalho de orientação à população quanto aos cuidados diários, na higienização dos espaços bem como do uso constante de mascaras e álcool em gel, e o distanciamento de 1,5 metros entre as pessoas, além das medidas adotadas no âmbito da Saúde Pública, como na abertura de novos leitos de UTIs, compra de medicamentos específicos para o tratamento da doença, reestruturação da Rede Pública de Saúde para abrigar as pessoas acometidas pela doença, mutirões, blitizes sanitárias, enfim, a cada semana novas decisões e ações são adotadas em prol a saúde dos várzea-grandenses”, afiançou a prefeita.

Leia Também:  Lei obriga o uso de máscara facial nas ruas, transportes públicos, comércios, transporte por aplicativo, taxis , espaços e órgãos públicos

“Com a retomada de algumas atividades não essenciais e da abertura dos comércios e espaços públicos – e para que não haja um aumento nos casos de coranavirus na cidade – se faz necessário que os protocolos de segurança sejam reforçados e instituídos por força de Lei”, explica Silvio Fidelis.

De acordo com o decreto, fica determinado o uso obrigatório de proteção facial pelos munícipes, nas ruas, no interior de estabelecimentos que estejam autorizados a  funcionar, nos setores públicos e privados e nos serviços de transporte de passageiro público e privado.

Caberá ao responsável pelo estabelecimento ou pela prestação dos serviços adotar medidas necessárias sobre a impossibilidade de entrada e permanência nos locais sem o uso de mascarás de proteção facial. O descumprimento da lei implicará em responsabilização nas esferas civil e criminal.

 

 

 

 

 

 

Por: Katia Passos – Secom/VG

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA