POLÍTICA MT

Botelho reforça ao governo implantação de políticas públicas de combate às queimadas

Publicados

em


.

Indicação de Botelho pede políticas públicas de combate e controle das queimadas em MT

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

A sessão plenária de quarta-feira (23) foi marcada pela aprovação da indicação que pede ao governo do estado a inserção de políticas públicas de combate e controle das queimadas em Mato Grosso. O documento também será encaminhado à Casa Civil e às Secretarias de Meio Ambiente, de Desenvolvimento Econômico, de Infraestrutura e Logística e a Adjunta de Comunicação. 

De autoria do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), a iniciativa contribuirá para a preservação do meio ambiente, evitando queimadas de grandes proporções, a exemplo do que acontece no Pantanal mato-grossense, onde inúmeros focos de queimada que já causaram danos irreparáveis à fauna e à flora. Botelho percorreu trechos do Pantanal no último fim de semana e constatou os prejuízos causados pelos incêndios na região.

Ele também solicitou, por meio de indicação, campanhas publicitárias para conscientizar a população sobre os cuidados necessários com o meio ambiente, principalmente no período de estiagem.

Leia Também:  Fiscalização apreende dois mil metros de rede na Baixada Cuiabana

Na indicação, Botelho destaca as mudanças climáticas em decorrência do aquecimento global, fenômeno que vem aumentando a temperatura do planeta Terra, com alterações drásticas no equilíbrio do ecossistema.

Ressalta que o maior questionamento que se tem com relação a este problema é se a espécie humana e o meio ambiente se adaptarão às mudanças. E reconhece os avanços no desenvolvimento intelectual e tecnológico jamais antes alcançados, mas que trazem resultados preocupantes com relação à preservação do meio ambiente.

O parlamentar defende estudos sobre as consequências das queimadas no bioma mato-grossense, não só com relação à emissão de CO2 e o aquecimento global, mas também com relação às alterações do período chuvoso, da flora e da fauna, que dependem do equilíbrio ambiental. Dessa forma, afirma Botelho, surge a necessidade da adoção de condutas capazes de amenizar e/ou resolver o problema com a inserção de políticas públicas, tendo em vista a capacidade do Estado em mobilizar recursos e pessoas e fazer o planejamento necessário para colocá-las em prática. 

Para ele, deve haver a preocupação não só com a complexidade que envolve a elaboração e execução das políticas públicas, mas também com o fato de elas atenderem aos anseios da sociedade, atentando-se para o tipo de intervenção do Estado na realidade social e seus impactos, bem como os benefícios.

Leia Também:  Prazo para requerer auxílio emergencial da cultura termina neste sábado (24.10)

“Neste sentido, a presente indicação serve para nortear o poder público a adotar políticas públicas relacionadas ao controle das queimadas no estado de Mato Grosso”, explicou Botelho.

Fonte: ALMT

Propaganda

POLÍTICA MT

Centro de Triagem Covid-19 não receberá pacientes nesta segunda-feira (26)

Publicados

em


O Centro de Triagem Covid-19 não funcionará nesta segunda-feira (26.10). A medida se dá em razão do impacto causado pela intensa chuva do último sábado (24.10), que gerou pequenos estragos nas estruturas móveis da unidade. As equipes já trabalham na manutenção do local e o serviço volta a funcionar na terça-feira (27.10).

De acordo com a direção do Centro, os agendamentos previstos para o dia serão realocados durante a semana. Além disso, para que não haja qualquer prejuízo à população e aos profissionais, a unidade de triagem funcionará normalmente no próximo sábado (30.10). 

“As pessoas poderão ser atendidas no decorrer desta semana e, para que os profissionais e a unidade não tenham prejuízo financeiro, foi transferido o atendimento de segunda-feira para sábado”, explicou a diretora do Hospital Estadual Santa Casa, Patrícia Neves.  

Do dia 22 de julho a 21 outubro, o Centro de Triagem viabilizou o teste da Covid-19 a 54.376 pessoas. Do total, 9.249 testaram positivo para coronavírus, 29.364 tiveram o resultado negativo e 15.763 foram considerados suspeitos de estarem com a Covid-19. Além disso, foram realizadas 4.084 tomografias. 

Leia Também:  Prazo para requerer auxílio emergencial da cultura termina neste sábado (24.10)

Para o tratamento dos pacientes que testaram positivo ou mesmo com suspeita de coronavírus, a farmácia da unidade já entregou 25.012 kits de medicamentos. Os remédios foram receitados após realização de consulta com os médicos que atuam na unidade.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA