POLÍTICA MT

Campanha da primeira-dama atende moradores do bairro Poção com cestas básicas

Publicados

em


Os moradores do bairro Poção em Cuiabá, que enfrentam dificuldades neste período da pandemia foram assistidos na manhã desta terça-feira (13.10) com 150 cestas básicas da campanha ‘ Vem Ser Mais Solidário’. A ação social é uma iniciativa da primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, coordenada pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT) com apoio da Defesa Civil e Policia Militar.

O secretário adjunto de Assuntos Comunitários, Édio Martins, que tem acompanhado as entregas nas comunidades, destacou a necessidade da ação solidária.

“Entendemos que muitas famílias ficaram desempregadas e que não sabemos quando elas vão se reestruturar novamente, então o Estado busca dar esse suporte para garantir o básico na mesa das famílias”, pontuou.

Olindina Bezerra, vice-presidente da Associação dos Moradores, agradeceu a parceria do Governo do Estado. ” Agradeço de coração a todos vocês que estão contribuindo com as famílias daqui que muitas vezes, não tem nem o que comer”, comentou.

A aposentada Lourdes Mendes, 71 anos, é residente no bairro desde que nasceu, em seu depoimento ela relatou as adversidades que sua família enfrenta. “Está bem difícil a nossa situação. Fico muito feliz pelo nosso bairro ser atendido, essa cesta é muito bem-vinda neste momento”, comentou.

Leia Também:  Silvio Fávero defende construção de Hospital Regional em Confresa

No mesmo dia no período da tarde as famílias atendidas pela Associação de Pacientes Diabéticos em Mato Grosso (APD-MT), também receberam 210 cestas básicas e cobertores da iniciativa. Os sacolões doados a entidade são compostos por alimentos não perecíveis, produtos de limpeza e higiene pessoal.

A presidente da (APD-MT), Cristiane Alves, enalteceu a atuação da primeira-dama, que segundo ela tem sido voltada para o social. “Agradeço a Virginia Mendes que tem esse coração imenso e junto a Rosamaria e sua equipe tem realizado um excelente trabalho, fico feliz por vocês não esquecerem da gente e novamente estar nos ajudando “, completou.

Fonte: GOV MT

Propaganda

POLÍTICA MT

Fiscalização combate crimes ambientais no Parque Estadual Cristalino em Novo Mundo

Publicados

em


Os agentes da regional de Guarantã do Norte da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), em parceria com a Polícia Civil, apreenderam apetrechos de pesca predatória e de extração de madeira no Parque Estadual Cristalino, município de Novo Mundo.

O Parque Estadual Cristalino é uma unidade de Proteção Integral (PI) e está localizado no município de Novo Mundo, região amazônica do estado. Rico em belezas naturais, abriga os rios Inhandu e o Cristalino, que formam o ‘Olho da Xuxa”.

Após denúncia feita na Sede da Sema, em Cuiabá, a equipe foi até o local e apreendeu armas, objetos utilizados em pesca predatória, equipamentos de caça e de extração de madeira. A operação foi realizada na última terça-feira (20).

A ação teve apoio da Delegacia Regional de Polícia Civil de Guarantã do Norte, que levou os materiais apreendidos para serem tomadas as medidas necessárias na esfera criminal. Um suspeito foi conduzido para a Delegacia.

A fiscalização trabalha para proteger, conservar e combater os crimes ambientais no parque e conta com o apoio da população por meio de denúncias.

Leia Também:  Orientações técnicas da CGE-MT compõem acervo da Biblioteca Virtual do Judiciário

Dentre as apreensões estão uma espingarda calibre 28 sem marca ou numeração legível; um frasco com bucha; duas caixas com tralhas de pesca; 82 cartuchos deflagrados; 15 cartuchos intactos; sete Cartuchos recarregados; uma Espingarda calibre 36 (CBC); uma gaiola com uma ave (Curió); Anzóis de pesca; rolo de Corda; um Canivete; uma caixa com 57 espoletas; duas motosserras.

Unidades de Conservação

Nas áreas de Unidades de Conservação a proibição da pesca é permanente e não fica restrita ao período de Defeso da Piracema. Estes locais de proteção integral possuem uma série de restrições, entre elas as atividades de pesca durante qualquer período do ano.

Denúncias

O cidadão pode denunciar a pesca predatória e outros crimes ambientais à Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838 ou via WhatsApp no (65) 99281- 4144. Outros telefones para informações e denúncias: (65) 3613-7394 (Setor Pesca), nas unidades regionais da Sema ou aplicativo MT Cidadão.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA