POLÍTICA MT

Carreta MT Ciências será primeiro processo da Seciteci digitalizado no SIGAdoc

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) adotará o Sistema Integrado de Gestão Administrativa de Documentos (SIGAdoc), para inserir processos  de forma digital, o que aumentará a eficiência dos serviços públicos por meio da tecnologia. O projeto do MT Ciências será o primeiro a ser inserido no SIGAdoc.

Para a adequação ao sistema foi criado um comitê setorial com 17 membros, que será responsável por definir a prioridade dos processos do órgão e aplicar a metodologia para implantação dos fluxos e documentos digitais.

A chefe do Núcleo de Gestão Estratégica pra Resultados (NGER), da Seciteci, Cilene Reis atua como coordenadora deste comitê. Ela explica que o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), instituiu a ferramenta SIGAdoc como parte do programa Simplifica MT.

“O principal objetivo desta nova ferramenta é eliminar o uso do papel, além de otimizar recursos, digitalizar processos na administração pública e, futuramente, oferecer serviços digitais para o cidadão. Os servidores terão assinaturas digitais e tudo será protocolado e processado via sistema”, explica.

Leia Também:  Policial do Bope se emociona com homenagem no último dia trabalho

O secretário da Seciteci, Nilton Borgato, ressaltou a importância de aplicar a tecnologia na gestão de documentos que serão tramitados de forma eletrônica.

“Desta forma vai facilitar o controle e rastreamento de processos, reduzindo custos e utilização de papel. As assinaturas digitais vão nos garantir a autoria, autenticidade e integridade dos processos, principalmente para quem mora em outras regiões mais distantes e tem dificuldades de se deslocar até a Capital para emitir e assinar documentos. Esta iniciativa reduz a burocracia para conclusão de processos” reforçou.

O primeiro processo de trabalho que será implantado no SIGAdoc, pela Seciteci será voltado a popularização da ciência, por meio do MT Ciências com a realização do Circuito Itinerante.

Segundo a superintendente de Desenvolvimento Científico Tecnológico e de Inovação da Seciteci, Lectícia Figueiredo, o apoio do gestor da pasta para a realização desta ação é de extrema importância para que em até quatro meses o processo seja concluído.

“Foi decidido iniciar a digitalização dos processos da Seciteci com o projeto do MT Ciências, para que possamos iniciar as ações de obtenção de convênio e parcerias com prefeituras, instituições e empresas para a realização do circuito itinerante. Neste processo a atenção do nosso secretário em priorizar esta iniciativa foi fundamental”, falou.  

Leia Também:  Trincheira do Tijucal será interditada para restauração a partir desta segunda-feira (26)

Antes de iniciar o uso do sistema, os servidores de órgãos e entidades do Poder Executivo de Mato Grosso, em especial aqueles que atuam na gestão de pessoas e em gabinetes, fizeram cursos de capacitação.

O decreto nº 512/2020, que regulamenta a medida foi publicada em junho deste ano. O SIGAdoc é uma ferramenta gratuita que foi desenvolvida pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região, do Rio de Janeiro e do Espírito Santo (TRF2). As atividades desenvolvidas deverão respeitar a legislação vigente no Poder Executivo Estadual.

Fonte: GOV MT

Propaganda

POLÍTICA MT

Governador anuncia aos servidores a correção monetária sobre salários escalonados

Publicados

em


O Governo de Mato Grosso vai pagar aos servidores estaduais (ativos e inativos) a correção monetária sobre os salários que foram pagos de forma escalonada.

O anúncio foi feito pelo governador Mauro Mendes nesta terça-feira (27.10), após reunião com os secretários Rogério Gallo (Fazenda) e Basílio Bezerra (Planejamento e Gestão).

A correção será paga de uma só vez a todos os servidores que têm o direito na folha de novembro, junto com a folha de pagamento.

“Infelizmente o Estado de Mato Grosso, nos últimos anos, atrasou salários e em alguns meses pagou de forma parcelada. E a legislação estadual diz claramente que quando o Estado paga além do dia 10, o servidor tem direito à correção monetária. Graças ao nosso trabalho e dos nossos servidores, conseguimos consertar o Estado e isso nos permitiu pagar este direito”, afirmou o governador.

Os valores são correspondentes a pagamentos atrasados e/ou escalonados no período de agosto de 2017 a outubro de 2019, incluindo o 13° do período.

A correção será feita pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Leia Também:  Dados errados nos documentos pessoais devem ser corrigidos, alerta MT Prev

De acordo com o secretário da Seplag, Basílio Bezerra, o Governo tem envidado todos os esforços para corrigir distorções ocorridas no passado relativas aos servidores públicos. “Esse pagamento é justo e representa a valorização e respeito aos servidores públicos estaduais”, ressaltou.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA