POLÍTICA MT

CGE promove ações de fortalecimento da saúde mental dos servidores

Publicados

em


.

Em tempos de pandemia e isolamento social, torna-se ainda mais urgente a necessidade de aprofundar o debate sobre a atenção psicossocial em saúde mental. Reforçar os mecanismos de sensibilização, de acolhimento e de atenção especializada, com o propósito de prevenir a depressão e o suicídio.

Nesse cenário, a Controladoria Geral do Estado (CGE-MT), por meio do Comitê Setorial de Saúde e Segurança no Trabalho, deu início, nesta quinta-feira (10.09), Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, à programação interna alusiva ao Setembro Amarelo, com a distribuição do laço símbolo da campanha.

A ação defende que a melhor forma de se evitar o suicídio é através do diálogo. “O objetivo é sensibilizar para mudar o olhar para o outro e para nós mesmos. A diferença deste Setembro Amarelo para os outros anos é que, se o suicídio antes já era uma espécie de pandemia, com muita gente com vazio existencial e em busca de alívio para sua dor, isso foi potencializado por conta do isolamento social. Então, da mesma maneira que isso foi potencializado, nós precisamos também potencializar o nosso olhar, o nosso olhar carinhoso, o nosso olhar mais humano para o nosso colega, para nós mesmos”, explica a psicóloga da CGE, Rita de Cássia França Teixeira Nogueira, membro do Comitê Setorial de Saúde e Segurança no Trabalho.

Leia Também:  Vereadores derrubam veto do Executivo Municipal

Seguindo essa orientação, a programação do Setembro Amarelo, por intermédio do Programa Viver com Qualidade da CGE, contará com ações ao longo do mês para fortalecer o debate sobre o tema, que ainda é considerado um tabu. A ideia é desmistificar e orientar sobre questões afetas ao suicídio por meio da divulgação eletrônica de material didático e da realização de palestras virtuais para aos servidores da CGE e das Unidades Setoriais instaladas no prédio da Controladoria (Auditoria-Geral do Sistema Único de Saúde e Unidades Setoriais de Correição da Perícia Oficial e Identificação Técnica, da Secretaria de Estado de Educação e da Secretaria de Estado de Saúde).

Destaque da programação para a palestra virtual “Saúde de Corpo e Alma”, a ser ministrada pelo professor Tiago Amorim, mestre em Antropologia pelo Instituto Universitário de Lisboa, autor de três livros na área de filosofia e literatura e fundador da Escola de Formação Humana. A palestra virtual será realizada em parceria com a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc). 

Leia Também:  Construção de escola com 1.600 novas vagas em Sinop começa a ganhar forma

Apoio psicossocial

Além disso, de forma permanente, o Comitê Setorial de Saúde e Segurança da CGE está à disposição para quaisquer orientações e atendimentos à distância ao servidor da Controladoria e da Unidades Setoriais instaladas no prédio, seja por meio de ligação telefônica ou e-mail. O próprio servidor pode fazer contato por telefone ou e-mail e requisitar o atendimento, ou também por meio do chefe imediato.

Fonte: GOV MT

Propaganda

POLÍTICA MT

Luisa Mell: “Tivemos uma conversa muito produtiva de três horas sobre as ações para o Pantanal”

Publicados

em


.

O governador Mauro Mendes recebeu a visita da ativista ambiental Luisa Mell, na tarde desta sexta-feira (25.09), e ouviu as contribuições dela para as ações de resgate aos animais vítimas dos incêndios no Pantanal. Foram definidas ações de curto, médio e longo prazo para reforçar este trabalho.

Luisa Mell afirmou ter saído “muito contente” da reunião, que também contou com a participação da deputada federal Rosa Neide; do deputado estadual Carlos Avalone e do suplente de deputado Sargento Vidal; dos secretários Alexandre Bustamante (Segurança Pública) e Mauren Lazzaretti (Meio Ambiente); e do comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Alessandro Borges. 

“Fiquei muito contente, foi uma reunião de 3 horas que trouxe contribuições muito importantes. Uma conversa muito produtiva. Tudo começa com diálogo e ação. Já houve o diálogo, agora vamos nos unir para a ação”, declarou.

Durante a reunião, o governador relatou para Luisa Mell que o Governo de Mato Grosso tem atuado forte no combate aos incêndios florestais desde março, com várias frentes de trabalho, quando foi lançado o Plano de Ação contra o Desmatamento Ilegal e Incêndios Florestais em Mato Grosso. Além disso, criou o Posto de Atendimento aos Animais Silvestres do Pantanal, que resgata os animais atingidos pelos incêndios ou que estão fugindo das áreas queimadas. 

Leia Também:  Governo do Estado distribui 2,5 mil cestas básicas e cobertores para moradores do Ribeirão do Lipa

Já foram mais de R$ 22 milhões investidos de recursos próprios, contando com 40 equipes espalhadas por todo o estado para o combate ao fogo, sete aeronaves, três helicópteros e mais de 2500 profissionais envolvidos, desde bombeiros militares, voluntários, integrantes da Defesa Civil e do Exército. O Governo de Mato Grosso, neste ano, já aplicou mais de R$ 190 milhões em multas por uso irregular do fogo e tem endurecido contra os criminosos, sendo que as multas estão sendo levadas para os órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa, além das implicações criminais.

Mendes agradeceu a ativista e sua equipe por terem se colocado à disposição para ajudar o Governo do Estado nesse trabalho. 

“A Luisa Mell trouxe sugestões, trouxe a proposta de ajuda que recebi com muita gratidão. Muitas pessoas criticam, mas poucas se apresentam para ajudar, trazer sugestões e ajuda, como a Luisa Mell fez. Estamos trabalhando muito, mas precisamos sim de ajuda para evitar que em qualquer canto de Mato Grosso aconteça esses acidentes que envolvem o nosso Meio Ambiente”, ressaltou.

Leia Também:  Construção de escola com 1.600 novas vagas em Sinop começa a ganhar forma

Como saldo da reunião, foram reforçadas várias atividades, como o envio emergencial de mais dois carros-pipa, um caminhão de 30 mil litros de capacidade, duas camionetes de 5 mil litros e seis camionetes de 500 litros, além de outras camionetes para distribuição de alimentos.

Também está sendo viabilizada uma unidade móvel para atendimento dos animais silvestres e a construção de 10 pontes na Transpantaneira para facilitar o tráfego e logística de combate aos incêndios.

Ainda foram debatidas ações conjuntas a médio e longo prazo, como o aprimoramento da legislação; campanhas de conscientização nas escolas; programas de capacitação para fomento e crescimento do ecoturismo e articulação junto a operadoras de telefonia para investimentos em comunicação na região.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA