POLÍTICA MT

CGE promove ações de prevenção ao câncer de mama

Publicados

em


A Controladoria Geral do Estado (CGE-MT), por meio do Comitê Setorial de Saúde e Segurança no Trabalho, promove neste mês uma programação interna alusiva à campanha Outubro Rosa, que incentiva ações de conscientização e de combate ao câncer de mama.

Dentre as atividades programadas, destaque para a live que será transmitida pelo canal do Youtube da CGE, no dia 27 de outubro, das 9h30 às 11h30, com o especialista na área de mastologia e oncologia e membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, o médico Pedro Fontes, e a cirurgiã-dentista Maria Carmen Volpato, presidente da Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer de Mato Grosso.

Na ocasião, serão relatadas também histórias de superação por pessoas que tiveram diagnóstico de câncer de mama e venceram a luta contra a doença.

Outra ação será a divulgação, por meio eletrônico, de material informativo e orientativo aos servidores da CGE. Nesta quarta-feira (14.10), o Comitê Setorial distribuiu o laço símbolo da campanha Outubro Rosa para ser usado durante todo o mês. 

Prevenção para todos

Apesar de ser uma doença que se manifesta em sua maioria em mulheres, o câncer de mama também pode afetar homens. Conforme dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), a população masculina acometida representa 1% do total de casos da doença.

Leia Também:  Pós-graduandos relatam experiências em estágio no Governo do Estado

Pensando na realidade da Controladoria, que tem em seu quadro funcional predominância masculina, a psicóloga da CGE, Rita de Cássia Nogueira França, sinaliza sobre a importância de incluir os servidores homens na perspectiva da prevenção e do autocuidado.

“Um dos focos da campanha é chamar a atenção para a possibilidade de câncer de mama em homens. Majoritariamente a CGE é composta por homens em seu quadro funcional e, em que pese à incidência ser relativamente maior em mulheres, os homens também podem ser acometidos e devem se prevenir”, alerta a psicóloga, integrante do Comitê Setorial de Saúde e Segurança no Trabalho. 

“Quanto antes, melhor”

Na edição 2020 da campanha Outubro Rosa, a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) lançou o mote “Quanto antes, melhor”, visando conscientizar a população sobre a importância da adoção de um estilo de vida saudável, com a prática de atividades físicas e boa alimentação para evitar doenças, a exemplo do câncer de mama.

Além disso, segundo a SBM, o propósito da campanha é incentivar o diagnóstico precoce, visto que a detecção em fase inicial aumenta as chances de cura da doença.

Leia Também:  Mato Grosso registra 45 feminicídios de janeiro a setembro

Histórico

A campanha Outubro Rosa teve início nos anos de 1990, com o objetivo de promover a conscientização sobre a doença por meio da difusão de informações; além de incentivar o debate e propiciar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, de form a contribuir para a redução da mortalidade.

Apoio psicossocial

O Comitê Setorial de Saúde e Segurança da CGE, de forma permanente, está à disposição para quaisquer orientações e atendimentos ao servidor da Controladoria e das Unidades Setoriais instaladas no prédio, seja de forma presencial, por meio de ligação telefônica ou e-mail. 

A programação da campanha Outubro Rosa na CGE integra o Programa Viver com Qualidade, voltado à disseminação interna de práticas e orientações para fomentar a saúde e segurança no trabalho dos servidores da Controladoria, com intervenções também na área de cidadania.

Fonte: GOV MT

Propaganda

POLÍTICA MT

Drogas são tiradas de circulação em seis bairros de Cuiabá e nove são detidos em flagrante

Publicados

em


Policiais militares de quatro batalhões prenderam nesta sexta-feira (23.10) nove homens por tráfico de droga em seis bairros da capital.

No São João Del Rey, um suspeito foi pego traficando em uma quitinete. Ele ainda tentou disfarçar, mas os militares do 24º BPM perceberam quando passavam de frente ao imóvel. Foram tiradas de circulação porções de maconha, cocaína, ácido bórico, uma balança, plástico filme e dinheiro.

No Nova Conquista, a equipe do 3º BPM foi informada que pessoas estariam traficando droga na região. Em diligência, os policiais perceberam que pessoas correram ao ver a viatura. Foi realizada uma vistoria no terreno onde o grupo estava e encontrado uma barra e meia de maconha, uma balança, uma faca e um rolo de plástico filme. Nenhum suspeito foi localizado.

No Parque Cuiabá, a denúncia apontava um homem que estaria traficando em uma praça no bairro. Suas características físicas e modus operandi foram passadas aos policiais que confirmaram a informação.  Na abordagem, o denunciado carregava uma porção de maconha e R$ 900. Ele alegou ser usuário e o dinheiro seria do auxilio emergencial. Em seu nome constou passagem criminal pelo mesmo motivo.

Leia Também:  Mulher chama a PM e policiais prendem suspeito por agressão e ameaça

No Santa Izabel, um homem foi preso e um segundo suspeito identificado pelos militares do 10º BPM. Os dois seriam cunhados e traficavam em uma rua do bairro. Os policiais descobriram que a casa onde os homens estavam seria ponto de venda de entorpecente. Quando os agentes chegaram os suspeitos correram, ficando apenas um deles. Foram tiradas de circulação porções de maconha.

A segunda ocorrência atendida pelos militares do 10º BPM foi no bairro José Pinto que resultou na prisão de quatro homens. O grupo foi rendido em uma casa e já na entrada foram encontradas 11 porções entre maconha e pasta base de cocaína.

Na vistoria na casa, os policiais localizaram um pedaço e mais 80 porções menores de maconha já embaladas para venda e dinheiro.

No Jardim Umuarama, dois homens foram detidos pelos policiais do 3º BPM depois de serem pegos com uma porção de maconha. Eles estavam em uma motocicleta e foram parados para abordagem. O garupa era monitorado por tornozeleira eletrônica que estava desligada. Em seu nome constou outras passagens por tráfico de droga.

Leia Também:  Fiscalização combate crimes ambientais no Parque Estadual Cristalino em Novo Mundo

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA