POLÍTICA MT

Ciman atende 24.715 ocorrências no combate aos incêndios florestais em Mato Grosso

Publicados

em


O Centro Integrado Multiagências de Coordenação Operacional (Ciman) realizou 24.715 atendimentos no período entre os dias 1º de julho (data do início do período proibitivo de queimadas) e 27 de outubro. Dentre as ocorrências atendidas pelas diversas agências que compõe o CIman, se destacam 1.325 incêncios em propriedades rurais, 1.293 rondas ostensivas rurais e 337 orientações.

De acordo com dados do Centro, foram registrados 12.447 focos de calor no Pantanal, 19.271 na Amazônia e 13.292 no Cerrado. Os números mostram que 7,4% dos focos de calor foram registrados nas 108 Unidades de Conservação presentes no Estado, enquanto 73,9% dos focos incidiram em propriedades rurais.

O Ciman está presente nos sete Comandos Regionais do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso por meio das salas descentralizadas. O Centro Integrado permanece ativo e realizando o monitoramento e mapeamento das áreas comprometidas, para traças as melhores estratégias.

Para o coordenador-geral do Ciman, tenente-coronel BM Dércio Santos da Silva, “apesar do aumento da umidade relativa do ar, a diminuição das temperaturas e a consequente diminuição do focos de calor em todo território matogrossense, a ordem expressa do governador do estado é manter o geomonitoramento e condições operacionais de resposta. E que devido a estratégia de descentralização de gestão, aliadas a capacitação técnica, prontidão de equipes temporárias de resposta e integração, foram determinantes para o desenvolvimento do sistema de proteção e preservação do meio ambiente”. 

Leia Também:  Professoras da rede estadual de Cuiabá publicam livro infantil

O período proibitivo no Estado de Mato Grosso em 2020 foi antecipado pelo Governo do Estado, devido a fatores climáticos. O Ciman-MT, instituído em 21 de julho pôde integrar as diversas agências afins no enfrentamento aos incêndios florestais, sob a coordenação do Corpo de Bombeiros.

Fonte: GOV MT

Propaganda

POLÍTICA MT

Ser Família Emergencial contempla 979 famílias em cidades da fronteira

Publicados

em


Seiscentas e trinta famílias de Vila Bela da Santíssima Trindade e 349 de Pontes e Lacerda, ambas da região de fronteira com a Bolívia, receberam o cartão Ser Família Emergencial, no valor de R$ 150 para ajudar as familias mais carentes na compra de alimentos. O benefício mensal será executado durante cinco meses.

Idealizado pela primeira-dama Virginia Mendes, o programa emergencial vai atender 100 mil famílias com renda per capita de até R$ 89. Ao todo serão investidos R$ 75 milhões, sendo R$ 50 milhões em recursos do Governo do Estado, R$ 10 milhões da Assembleia Legislativa e R$ 15 milhões em emendas do senador Jayme Campos.

Moradora de Pontes e Lacerda, a diarista Ivanir Clara de Souza, 36 anos, e mãe de dois adolescentes, disse que a ajuda chega em boa hora. “Eu pego cesta básica todo mês na secretaria de assistencia social, mas não tem produtos de limpeza e a mistura. Com esses R$ 150 vou comprar esses  itens que não vem na cesta. Esse cartão vai fazer toda diferença”.

Leia Também:  Governo faz audiência pública virtual para apresentar estudos do BRT; saiba como vai funcionar

Ela recebeu o cartão da mão do secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, que representou o governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes na região. Todos os secretários de Estado fizeram entrega do benefício em todo o Estado.

“Em Pontes e Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade, juntas, o investimento mensal será de R$ 146,5 mil em gêneros alimentícios, beneficia as famílias e movimenta o comércio local, selecionado para receber o cartão Ser Família. Se o Governo está em condições de ajudar as famílias é porque o governador Mauro Mendes fez o dever de casa, cortou gastos e hoje executa o maior programa de investimentos o Mais MT”, destacou o secretário Bustamante.

Para o prefeito de Vila Bela da Santíssima Trindade, André Bringsken, o Ser Família emergencial é um dos programas mais bem-vindos nesta situação da pandemia. “Muitas famílias vulneráveis, de baixa renda estão precisando do auxílio. Parabéns ao governador Mauro Mendes, a primeira-dama Virginia Mendes, a secretária de Assistencia Social Rosamaria que estão empenhando em buscar essas famílias, localizando e dando a contribuição não em dinheiro, mas em forma de cartão, permitindo a compra de comida que é o essencial na pandemia”.

Leia Também:  Inscrições abertas para workshops de inovação, gestão e tecnologia

Já o prefeito de Pontes e Lacerda, Almir Barcelos, comentou que a pandemia fez com que as pessoas passassem a ter um olhar mais humano aos demais, pois as vítimas do vírus sao de todas as cores e classe social. “O Governo de Mato Grosso está de parabéns, pegou toda a equipe para percorrer o estado e levar o benefício para quem mais precisa”.

Também participaram do evento da entrega dos cartões em Pontes e Lacerda e em Vila Bela da Santíssima Trindade os deputados estaduais Valmir Moretto, Dr. Gimenes, vereadores das duas cidades, e representantes das forças policiais do Estado.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA