POLÍTICA MT

Deputado Claudinei visita sedes da PM de Cáceres

Publicados

em


Deputado Claudinei levará demandas para outros membros da Comissão de Segurança

Foto: SAMANTHA DOS ANJOS FARIAS

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) marcou presença, na última quinta-feira (8), em Cáceres (MT), no 6° Comando Regional (CR) e 6° Batalhão da Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT), como também na 4ª Companhia da Polícia Militar de Proteção Ambiental, subordinada ao Batalhão Ambiental de Cuiabá (MT). Ele conheceu os trabalhos e projetos desenvolvidos pelas instituições. 

Em relação ao CR, as principais informações passadas para o parlamentar – que é presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) – foi que Cáceres é considerado um dos municípios que mais apreende veículos na Lei Seca, sendo que há cinco anos não existiam agentes de trânsito. Atualmente, nove servidores atuam nessa área. Além disso, a Força Tática garantiu um novo espaço com o apoio do Conselho de Segurança Comunitária (Conseg) e outros parceiros.

Estrutura – Com a grande extensão territorial na região de fronteira, o comandante e tenente-coronel Valdez Tapajós explicou a necessidade de ter novas viaturas a diesel para facilitar o retorno do militar após o cumprimento dos trabalhos em áreas de longas distâncias – e que, também, facilitará na atuação dos policiais que realizam o Patrulhamento Rural Maria da Penha em atendimento às vítimas de violência doméstica. 

Leia Também:  Governo de Mato Grosso mantém UTIs para casos de Covid-19 em Rondonópolis

Grande parte dos servidores já tem muitos anos de atuação, o que leva a reduzir o quadro de pessoal com o afastamento ou aposentadoria. “Os pelotões da Polícia Militar precisam de pessoal que fica em Porto Esperidião e Rio Branco e no núcleo que fica na Reserva do Cabaçal”, explica Valdez, que salientou o fato de ter cerca de 80 militares com projeção de aposentadoria nos próximos dois anos.  

Também estiveram presentes na reunião o tenente-coronel Fábio Alves Ribeiro, comandante da Força Tática, e o tenente-coronel Danilo Segóvia Moreira, comandante do 6° Batalhão da PM. 

Além de Cáceres, o 6° Comando Regional da PM atende os municípios de Porto Esperidião, Rio Branco, Mirassol D´Oeste, São José dos Quatro Marcos, Indiavaí, Reserva do Cabaçal, Salto do Céu, Araputanga, Lambari do Oeste, Cuverlândia, Glória do Oeste e os distritos Vila Aparecida e Nova Cáceres, que pertencem a Cáceres.  

Polícia Ambiental – O major Roosevelt Marcos Barros da Silva Júnior, da 4ª Companhia da Polícia Militar de Proteção Ambiental, expôs o projeto de educação ambiental nas escolas, desenvolvido pela unidade, que prepara e capacita – com mais de 100 horas/aula – alunos indicados pelas diretorias da rede pública de ensino. “Após as capacitações, eles fazem palestras nas escolas e montam estandes para eventos. Já estamos na sexta turma”, explica. 

Leia Também:  Centro de Triagem Covid-19 continuará atendendo durante todo o mês de novembro

Uma das reivindicações feitas pelo major foi a aquisição e troca de alguns armamentos, materiais e equipamentos para atender os trabalhos e motores para as embarcações medianas. Atualmente, o efetivo é de cerca de 27 para cobrir 22 municípios mato-grossenses.

O deputado Claudinei se comprometeu a levar as demandas para outros integrantes da Comissão de Segurança e, assim, articularem junto ao governo estadual para as devidas soluções. 

Fonte: ALMT

Propaganda

POLÍTICA MT

Secretarias dialogam sobre retomada de cirurgias eletivas e reordenamento de UTIs

Publicados

em


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) promoveu o diálogo sobre a retomada das cirurgias eletivas junto à Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá. A reunião aconteceu na tarde desta terça-feira (20.10), na sede do órgão estadual, e contou com a presença do secretário estadual, Gilberto Figueiredo, e da secretária de Saúde do Município, Ozenira Félix.

Na oportunidade, foi discutida uma estratégia para o reordenamento dos leitos de Terapia Intensiva (UTI) para o tratamento exclusivo da Covid-19 na Baixada Cuiabana. A intenção é que as cirurgias eletivas sejam retomadas no Hospital Estadual Santa Casa e no Hospital São Benedito.

“A taxa de ocupação na Baixada Cuiabana, seja em Terapia Intensiva ou em enfermaria, atualmente é baixa, fato que nos permitiria voltar a atuar nas cirurgias eletivas. Isso é viável caso a gente consiga desbloquear o Hospital Santa Casa e o Hospital São Benedito, no entanto a decisão definitiva só será tomada após ouvidas as instituições de pactuações e os Comitês”, declarou o secretário Gilberto.

O gestor estadual explicou que as análises das equipes técnicas de ambas as Secretarias serão levadas aos Comitês – criados no início da pandemia para tratar publicamente das ações públicas durante a pandemia pela Covid-19 -, de forma que seja uma decisão colegiada.

Leia Também:  TVAL e Seduc ampliam horário de transmissão de vídeo-aulas

“Não basta uma deliberação do secretário de Estado de Saúde e da secretária de Saúde do município. Nós temos instâncias de pactuação que precisam ser consultadas. Essa é uma decisão de Estado, de Governo, então levaremos a necessidade e analisaremos os pontos positivos e os riscos, já que a retomada das cirurgias eletivas é uma demanda pulsante de todo estado.”

A representante da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá também frisou a importância da avaliação colegiada. “Foi um primeiro contato excelente. Em Cuiabá, nós iniciamos as discussões e vamos estar levando para as nossas unidades deliberativas. Já existe uma avaliação técnica, agora temos que deliberar junto aos nossos Conselhos; as equipes técnicas vão mostrar os números e teremos muita cautela”, avaliou Ozanira.

De acordo com o Painel Interativo da Covid-19 da SES, nesta terça-feira (20,10), há 400 leitos de UTI disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) em Mato Grosso, sendo que 184 estão ocupados. A taxa de ocupação dessas UTIs figura em 46%.

Leia Também:  Domingo (18): Mato Grosso registra 135.950 casos e 3.717 óbitos por Covid-19

Baixada Cuiabana

Atualmente, a população de Mato Grosso conta com cinco hospitais públicos de referência para Covid-19 na Baixada Cuiabana. São eles: Hospital Metropolitano, Hospital Estadual Santa Casa, Hospital São Benedito, Pronto Socorro e Hospital Universitário Júlio Müller.

Essa é a primeira reunião que avalia essa tratativa. Outros encontros devem ser realizados até que se tenha um encaminhamento final, para implementar o acordo definido por meio das pactuações.

Também participaram da reunião os secretários adjuntos da SES, Danielle Carmona, Fabiana Bardi e Juliano Melo. Da Secretaria Municipal, ainda estiveram presentes o secretário adjunto de Operações e Atenção à Saúde, Luiz Gustavo Rabone, e o servidor da Assessoria de Planejamento e Gestão (Asplan), Ricardo Soares.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA