POLÍTICA MT

Dia das Crianças da Assembleia Social e dos Jovens Solidários distribui brinquedos e cestas básicas

Publicados

em


Ação atendeu com brinquedos alunos da creche Irmã Hylda e seus irmãos

Foto: Karen Malagoli

Foram distribuídas 50 cestas básicas e 150 brinquedos

Foto: Karen Malagoli

Quando se pensa em Dia das Crianças, lembra-se imediatamente de brinquedo para os pequenos. Mas como seria a data em lares em que há preocupações básicas como a alimentação? Uma parceria entre a Assembleia Social e os Jovens Solidários Cuiabá levou sorriso para as crianças e cestas básicas para as famílias, no sábado (10).

A ação garantiu brinquedos a 150 crianças e alimentos não perecíveis a 50 famílias do bairro Novo Paraíso, comunidade periférica de Cuiabá. O objetivo foi contemplar as 60 crianças da creche Irmã Hylda Bodstein e os irmãos delas com os presentes e atender as famílias às quais compõem com as cestas básicas.

“Eu fiquei muito feliz, porque deu pra ver a alegria estampada no rosto de cada criança aqui. Muito provavelmente elas não receberiam presente neste Dia das Crianças. Mas graças a Deus tem gente que se preocupa com o outro”, agradece a coordenadora da creche, Ana Pereira da Silva.

Leia Também:  Débitos podem ser quitados pelo Refis e Regularize de forma on-line ou presencial

Este é o segundo ano de parceria entre a AL Social e o grupo Jovens Solidários, com a finalidade de marcar a data voltada para os pequeninos. Mas, diferentemente do ano passado, não houve corrida do saco, cabo de força, desenho nos rostinhos, nem outras brincadeiras coletivas, a fim de resguardar as crianças e os adultos.

A ação foi pensada para que as famílias apenas passassem para retirar as doações. “Nós optamos por não fazer um Dia das Crianças com lanche e brincadeiras de contato, por conta da aglomeração, mas fizemos algumas brincadeiras sem contato físico, enquanto as famílias iam chegando. As pessoas pegavam a cesta, o brinquedo e iam embora. Elas saíam agraciadas, porque foi muito lindo”, narra o coordenador do grupo JS, Ekesio Rosa da Cruz.

Conforme a parceria, o grupo de jovens angariou recursos por meio de venda de rifas para adquirir a maior parte das cestas necessárias, enquanto a AL Social completou os alimentos não perecíveis e repassou os brinquedos, além de viabilizar água mineral para os envolvidos. Houve também distribuição de açaí aos convidados, para aliviar o calor, doação da empresa Frutos do Açaí.

Leia Também:  Outubro Rosa; Escola Técnica de Sinop promove ações para informar sobre prevenção e tratamento

“O sentimento foi de imensa alegria de poder levar um pouco de acalanto para essas crianças, mesmo neste momento de pandemia. Não foi como a gente faz todos os anos, cheio de beijos e abraços, mas foi com o mesmo amor e com a mesma boa vontade de sempre”, emocionou-se Daniella Paula Oliveira, diretora da Assembleia Social.

Fonte: ALMT

Propaganda

POLÍTICA MT

Anta é resgatada por equipe do PAEAS com as quatro patas queimadas

Publicados

em


Uma anta foi resgatada no município de Primavera do Leste com queimaduras causadas por incêndio florestal. O animal está com ferimentos graves nas quatro patas e foi encontrado por fazendeiros da região que acionou a equipe do Posto de Atendimento Emergencial de Animais Silvestres (PAEAS).  

O animal, um macho adulto, foi removido em um helicóptero do Exército até a Base Transpantaneira, onde recebeu atendimento de médicos veterinários. De lá foi enviado ao Sesc Pantanal, onde permanecerá em tratamento.

“A anta foi socorrida com perda de casco. É um macho adulto com cerca de 200 kg. Hoje foi feito uma primeira limpeza e vamos fazendo curativos e acompanhar sua melhora. Até o momento o animal comeu bem”, explicou a médica veterinária Luciana Cataldi, que acompanha o bicho.

Até o momento o Posto de Atendimento Emergencial de Animais Silvestres já atendeu 182 animais.

Toda vida importa

O PAEAS Pantanal é um dos instrumentos de resposta aos incêndios florestais e integra as ações do Centro Integrado Multiagências (Ciman). A força-tarefa para atendimento aos animais reúne esforços de órgãos do Governo de Mato Grosso, Governo Federal, entidades de classe, terceiro setor e instituições privadas.

Leia Também:  MT Escola de Teatro lança 17 cursos gratuitos de extensão; inscrições abertas

O grupo é coordenado pelo Comitê Estadual de Gestão do Fogo e é formado pelas secretarias de Meio Ambiente e Segurança Pública, BPMPA, Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiros Militar, Programa REM-MT, Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) e Marinha do Brasil. 

Assembleia Legislativa, Prefeitura de Poconé, Juizado Volante Ambiental e Ibama também estão presentes. A UFMT atua por meio do Hospital Veterinário, Centro Acadêmico de Medicina Veterinária e Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Silvestres. O Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) também apoia as ações.

O Conselho Regional de Medicina Veterinária e a Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso compõem o grupo. Do terceiro setor, a Ampara Silvestre, Associação de Defesa do Pantanal (Adepan), Instituto Mata Ciliar, Ecotrópica, É o Bicho MT, Instituto Luísa Mell, Grupo de Resgate de Animais em Desastres (GRAD), Reprocon e SOS Pantanal somam esforços. Já da iniciativa privada apoiam a ação a Integral Pet, laboratório VET Vida, Vivet, Clínica Anjo da Guarda e Pantaneiro Clínica Veterinária.

 

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA