POLÍTICA MT

Diretor da Politec participa de reunião com a Comissão de Segurança, nesta terça-feira

Publicados

em


.

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

A Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), presidida pelo deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), realiza nesta terça-feira (01), às 14h, a sexta reunião remota extraordinária com o diretor da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Rubens Sadao Okada. Na oportunidade, serão apresentadas todas as ações desenvolvidas pela instituição e projetos realizados.

“É uma oportunidade para termos um panorama dos trabalhos da Politec, identificarmos as principais demandas da instituição e debater outros assuntos relacionados. Assim, vamos avaliar e verificar as possíveis contribuições por parte da Casa de Leis junto à Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp)”, adianta Claudinei.

Atualmente, a Politec conta com sete polos regionais que estão instalados nos municípios mato-grossenses de Barra do Garças, Rondonópolis, Várzea Grande, Cuiabá, Cárceres, Tangará da Serra e Sinop.

Em relação às normas seguidas pela Casa de Leis devido à Covid-19,  a reunião ocorrerá na sala “Deputada Sarita Baracat” – por meio de videoconferência. A transmissão ocorrerá pela TV Assembleia via satélite, pelos canais 30.1 e 30.2 (aberto HD Digital), 330.2 (Sky HD), 10 (Net TV) e 16 (a cabo) com abrangência para atender todo o estado de Mato Grosso.

Leia Também:  Estão abertas as inscrições para o 5º Simpósio sobre Dislexia realizado pela ALMT

Fonte: ALMT

Propaganda

POLÍTICA MT

Politec de Pontes e Lacerda utiliza tecnologia para otimizar os trabalhos

Publicados

em


Foto: SAMANTHA DOS ANJOS FARIAS

Foto: SAMANTHA DOS ANJOS FARIAS

O deputado Delegado Claudinei (PSL), representando a Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), se reuniu com o perito criminal Júnior Stefanelli, gerente regional da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), em Pontes e Lacerda (MT), na sede da instituição, para levantar as principais demandas e conhecer os trabalhos desenvolvidos. 

Na oportunidade, o parlamentar conheceu o novo espaço da unidade que foi construído em parceria entre o Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT), o Conselho de Segurança Comunitária (Conseg) e a Mineradora Apoena. A prefeitura de Pontes e Lacerda concedeu o terreno. Com a conclusão da obra, o estabelecimento entrou em funcionamento no dia 21 de setembro, com a previsão de inauguração pelo governo estadual ainda este ano. 

Efetivo

Com o espaço novo e amplo, o gerente Stefanelli diz que é preciso aumentar o efetivo da instituição que atende nove municípios da região de fronteira, além de Pontes e Lacerda. O quadro possui dois médicos legistas, dois estagiários e dois papiloscopistas, sendo recomendável que seja dobrado o número de profissionais para atender essas funções, de acordo com o gerente.

Em relação aos cargos de técnico de necrópsia e perito criminal que, respectivamente, contam com um e cinco profissionais, Júnior avalia também a necessidade de novas contratações. “Técnico de necrópsia preciso de três, pois só tenho um. O perito criminal pensamos no número total de oito, que seria um sonho e um número ideal”, avalia o profissional.

Leia Também:  Cabos elétricos do Hospital Estadual Santa Casa são furtados e polícia investiga caso

Infravermelho

O gerente apresentou ao deputado alguns equipamentos inovadores que contribuem com o trabalho dos servidores da unidade. O primeiro foi o aparelho Infravermelho que tem a finalidade de analisar a cocaína e a maconha para ter um laudo definitivo. 

Ele explica que há três anos utiliza o equipamento, adquirido por meio de recursos do Conseg com o apoio do MP, no valor de R$ 67 mil. Outro aspecto que Júnior assinala é que Pontes e Lacerda é o primeiro município do interior de Mato Grosso a contar com essa tecnologia, sendo que antes só conseguiam fazer o laudo preliminar que era encaminhado para a Politec de Cuiabá gerar o resultado definitivo para ser validado.

Este equipamento atende todos os municípios interligados à gerência da Politec de Pontes e Lacerda. Conforme o perito criminal, havia uma grande demora na obtenção de uma análise definitiva, que levava até seis meses e, agora, com este aparelho, o laudo final fica pronto em poucos minutos.  

“Esse aparelho seria um ganho para todas as delegacias e para cada coordenação da Politec. Se você colocar esse aparelho nas instituições do interior para facilitar os trabalhos, se você o pleitear seria bom para as instituições, pois dá celeridade ao processo. Aqui já fazemos a segunda análise e a leitura, o que gera os dois resultados”, sugere Stefanelli ao parlamentar. 

Claudinei considerou bastante relevante essa tecnologia para que as unidades da Politec não fiquem dependentes da segunda análise e que vai, junto com a Comissão de Segurança Pública, buscar meios para que outros municípios possam ser beneficiados com esse equipamento e, assim, não precisarem ficar dependentes da sede de Cuiabá.

Leia Também:  Governo lança licitação para pavimentar acesso à ponte sobre o rio Vermelho

Equipamentos

Um dos equipamentos utilizados pela perícia criminal que foi apresentado ao Claudinei foi o boroscópio, que facilita a identificação de materiais no interior de objetos, como, por exemplo, projéteis dentro de veículos ou identificar adulterações. 

Stefanelli também destacou o uso do aparelho Opacímetro que monitora o nível de poluição emitida por caminhões a diesel. “Quando o veículo queima o diesel, sai uma fumaça preta que tem que ser de um nível permitido. Isso é medido pela sua opacidade. A PRF começou a fazer as fiscalizações, me chamou como Politec para fazer perícias. Fui ver os equipamentos que precisava e começamos por meio de parceria da PRF com a promotoria me dando ferramentas”, esclarece.  

Para concluir, ele solicitou para o deputado apoio para a aquisição do aparelho “Kit Bill” devido só contar com uma unidade na instituição, cuja finalidade é fazer as coletas de digitais para cédula de identidade que é o documento nacional de identificação civil, conhecido por RG (Registro Geral). 

Politec – Essa unidade atende Pontes e Lacerda, Comodoro, Rondolândia, Vila Bela da Santíssima Trindade, Conquista d´Oeste, Nova Lacerda, Figueirópolis d´Oeste, Jauru, Vale de São Domingos e Campos de Júlio.

 

Fonte: ALMT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA