POLÍTICA MT

Equipes do Corpo de Bombeiros Militar auxiliam no salvamento de indígena atacado por onça pintada

Publicados

em


Na sexta-feira (16.10), por volta das 19h, o posto de comando da Operação Pantanal II foi informado sobre uma ocorrência envolvendo um ataque de onça pintada na região indígena Baía dos Guatós, no município de Barão de Melgaço.

O posto de comando averiguou que um homem, Irenaldo José da Silva, de 36 anos, estaria ferido na cabeça. De imediato o posto acionou a guarnição do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso (CBMMT) que estava no Pixaim, região mais próxima do local, que e se deslocou para atender a vítima. Ao chegar no local, os militares relataram que o homem estava ferido e acompanhado pelo médico da aldeia onde a vítima reside, já tendo recebido os primeiros socorros.

A vítima estava consciente, porém com saturação baixa. A equipe conduziu a vítima junto com o médico da aldeia visto que o homem estava com perda significativa de volume sanguíneo, sendo transferida para a ambulância que se deslocava de Poconé junto a uma viatura da Força Nacional.

Leia Também:  Sexta-feira (23): Mato Grosso registra 139.801 casos e 3.773 óbitos por Covid-19

A vítima, após ser levado à unidade médica de Poconé, foi regulada para Cuiabá, devido aos ferimentos terem atingido uma artéria, necessitando de um atendimento especializado em um centro cirúrgico. O homem foi levado ao centro cirúrgico em Cuiabá por volta da 1h.

O coordenador geral do CIMAN, tenente coronel Dércio Santos destacou que a “Operação Pantanal II, além de atuar no combate aos incêndios também presta um serviço importante na região em outros atendimentos como ajuda humanitária, atendimento e resgate de animais, atendimento pré-hospitalar, dentre outros que se fazem necessários”.

Fonte: GOV MT

Propaganda

POLÍTICA MT

Drogas são tiradas de circulação em seis bairros de Cuiabá e nove são detidos em flagrante

Publicados

em


Policiais militares de quatro batalhões prenderam nesta sexta-feira (23.10) nove homens por tráfico de droga em seis bairros da capital.

No São João Del Rey, um suspeito foi pego traficando em uma quitinete. Ele ainda tentou disfarçar, mas os militares do 24º BPM perceberam quando passavam de frente ao imóvel. Foram tiradas de circulação porções de maconha, cocaína, ácido bórico, uma balança, plástico filme e dinheiro.

No Nova Conquista, a equipe do 3º BPM foi informada que pessoas estariam traficando droga na região. Em diligência, os policiais perceberam que pessoas correram ao ver a viatura. Foi realizada uma vistoria no terreno onde o grupo estava e encontrado uma barra e meia de maconha, uma balança, uma faca e um rolo de plástico filme. Nenhum suspeito foi localizado.

No Parque Cuiabá, a denúncia apontava um homem que estaria traficando em uma praça no bairro. Suas características físicas e modus operandi foram passadas aos policiais que confirmaram a informação.  Na abordagem, o denunciado carregava uma porção de maconha e R$ 900. Ele alegou ser usuário e o dinheiro seria do auxilio emergencial. Em seu nome constou passagem criminal pelo mesmo motivo.

Leia Também:  Rede de Ouvidorias atende mais de 1,1 mil demandas sobre a Covid-19

No Santa Izabel, um homem foi preso e um segundo suspeito identificado pelos militares do 10º BPM. Os dois seriam cunhados e traficavam em uma rua do bairro. Os policiais descobriram que a casa onde os homens estavam seria ponto de venda de entorpecente. Quando os agentes chegaram os suspeitos correram, ficando apenas um deles. Foram tiradas de circulação porções de maconha.

A segunda ocorrência atendida pelos militares do 10º BPM foi no bairro José Pinto que resultou na prisão de quatro homens. O grupo foi rendido em uma casa e já na entrada foram encontradas 11 porções entre maconha e pasta base de cocaína.

Na vistoria na casa, os policiais localizaram um pedaço e mais 80 porções menores de maconha já embaladas para venda e dinheiro.

No Jardim Umuarama, dois homens foram detidos pelos policiais do 3º BPM depois de serem pegos com uma porção de maconha. Eles estavam em uma motocicleta e foram parados para abordagem. O garupa era monitorado por tornozeleira eletrônica que estava desligada. Em seu nome constou outras passagens por tráfico de droga.

Leia Também:  "Rodovia asfaltada muda a realidade da população e isso é aplicar bem o dinheiro público", afirma governador em Tabaporã

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA