POLÍTICA MT

Escola Estadual de Barra do Bugres aposta no esporte como prática pedagógica e já coleciona as primeiras vitórias

Publicados

em

O projeto “Handebol Na Escola” foi iniciado este ano na Escola Estadual Julieta Xavier Borges, em Barra do Bugres com alunos de 10 a 12 anos. Atualmente, cerca de 30 estudantes, entre meninas e meninos, estão participando, mas a expectativa do professor Thiago Silva Peres é de que este número chegue a 50 atletas, assim que começarem os campeonatos em outras cidades.

“Por enquanto, competimos somente no município, em partidas amistosas, mas eles perguntam o tempo todo sobre quando será a próxima? Principalmente, quando se fala em competições fora de Barra do Bugres, que é o nosso foco”, celebra o professor.

Os treinos acontecem na quadra da escola. Para as meninas, às segundas e quartas-feiras, de 17 às 18h e aos sábados, entre 7h30 e 9h30. Já os meninos treinam às terças e quintas-feiras, de 17 às 18 e, aos sábados, entre 9h30 e 11h. São quatro horas semanais de treino, que estão fazendo muita diferença na vida destas crianças.

Segundo o professor, o projeto está em fase avançada e já é perceptível uma melhora significativa dos alunos na parte técnica esportiva, como também, no aspecto comportamental e educacional.

Leia Também:  Fluminense goleia Corinthians pelo Brasileirão na tarde deste sábado em espetáculo que só o futebol proporciona

Andreia Geres, diretora da escola, conta que todos os professores percebem a diferença em sala. “Agora, eles estão mais motivados, interessados nas aulas. Além disso, o treinador sempre conversa sobre a importância de irem bem nas outras disciplinas”, frisou a diretora.

O professor explica que, conforme os estudantes que participam do handebol vão evoluindo na parte sensório-motora, também evoluem no aprendizado, na concentração e até nas notas. “O maior resultado é no comportamental”, avalia.

Assim, o esporte atua na formação do indivíduo como um todo, tratando aspectos físicos, cognitivos, psicológicos, afetivos, sociais e críticos, formando um cidadão pensante e atuante na sociedade e na cultura.

“Alguns deles nem falavam uns com os outros, principalmente as meninas. Elas tinham mais dificuldade em socializar, eram mais sensíveis. Tudo isso foi diminuindo à medida em que foram mantendo contato com o handebol, um esporte de contato. Assim, elas aprenderam a ser mais objetivas, concentradas e a perceber que o outro também tem limitações. O esporte coletivo ensina que você depende do outro. Mesmo com as limitações, é preciso estar perto para fazer com que o outro consiga jogar e chegar ao objetivo comum, que é participar e vencer”, concluiu Thiago.

Leia Também:  São Paulo sai vitorioso do Antonio Acioly em Goiânia ao derrotar o Atlético GO neste domingo pelo Brasileirão

Fonte: GOV MT

POLÍTICA MT

Sexto episódio do “Palco pra 2” traz novos nomes da cena musical de MT

Publicados

em

Foto: DIVULGAÇÃO / ASSESSORIA

O projeto “Palco pra 2” chega ao sexto episódio divulgando artistas autorais de Mato Grosso. Originalidade e encontros musicais marcam as participações de representantes da música popular brasileira produzida em Mato Grosso. Na edição que vai ao ar neste sábado (2), os convidados são Bia Trindade e Heitor Mattos. O programa é exibido às 12h30 e 18h30, com reprises nos seguintes dias: domingo (11h30 / 21h), terça (12h30 / 22h), sexta (12h30 / 22h).

Beatriz Vitória Trindade Alves ou simplesmente Bia Trindade tem 20 anos de idade, mas já acumula experiência e vivências musicais que a colocam em destaque na cena musical de MT. Bia participou, em 2021, do ‘The Voice Brasil’ (TV Globo) e, em fevereiro deste ano, a artista lançou seu primeiro extended play (EP) intitulado “Sempre quero mais”.

Com músicas que vão desde o pop à bossa nova, a cantora afirma que leva para os palcos muitas verdades por meio das suas composições e a própria busca por sua identidade artística. “Viver da arte e ser identificada por meio dela é meu maior desejo”, afirma.

Leia Também:  São Paulo sai vitorioso do Antonio Acioly em Goiânia ao derrotar o Atlético GO neste domingo pelo Brasileirão

Para marcar esse momento, ela conta, durante a gravação, que trouxe para o palco do programa uma composição nova. “Quis aproveitar essa oportunidade para divulgar uma música nova que estou acrescentando ao repertório e que pretendo lançar em breve”, adiantou animada.

O músico cuiabano Heitor Mattos, de 21 anos, é outro nome que desponta como referência por sua sonoridade e composições. “Gosto de experimentar muitas coisas diferentes, timbres e ritmos. A banda que me acompanha me ajuda a criar com autenticidade e ir colocando uma identidade às composições”, revela.

Suas produções autorais já ocuparam diversos palcos da capital e consolidou seu trabalho musical. “Estar no palco é dos momentos mais importantes e precisa ter muita sintonia com a banda para entregar ao público a arte que fazemos”, avalia.

Sobre a participação no projeto, Heitor considera importante a oportunidade e as parcerias que ele proporciona. “É um privilégio poder subir nesse palco e dividir o meu som, que é único, com a arte de outra artista autoral e que admiro muito”, afirma.

Leia Também:  Fluminense goleia Corinthians pelo Brasileirão na tarde deste sábado em espetáculo que só o futebol proporciona

Fonte: ALMT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI