POLÍTICA MT

“Esse programa vai resolver de forma definitiva o problema das pontes de madeira”, afirma governador de MT

Publicados

em


.

O governador Mauro Mendes afirmou que a assinatura do contrato com a Caixa Econômica Federal, nesta quarta-feira (09.09), vai resolver “de forma definitiva” o problema das pontes precárias de madeira em Mato Grosso.

Mendes e o superintendente da Caixa em Mato Grosso, João Henrique Cruz de Oliveira, assinaram o contrato de operação de crédito de R$ 550 milhões em solenidade no Palácio Paiaguás, em Cuiabá.

O contrato vai permitir a construção de até 5 mil pontes em dezenas de municípios de todas as regiões de Mato Grosso, contemplando diversas rodovias estruturantes do Estado, como as MTs 100, 110, 130, 140 e 220. 

O recurso vai permitir também a aquisição de equipamentos rodoviários, materiais e insumos destinados à execução de obras de infraestrutura no estado.

“O programa vai ser desenvolvido com o Estado comprando os equipamentos e chamaremos as prefeituras que vão entrar com a execução disso. Vamos fazer essa parceria com os 141 municípios e eles vão providenciar a instalação. Se fossemos fazer um processo normal, levaríamos décadas para fazer 5 mil pontes”, destacou o governador.

Leia Também:  Poder Legislativo busca soluções efetivas e de longo prazo para o Pantanal

Mauro Mendes explicou que serão construídas 60 pontes de concreto e outras 5.000 pontes com estrutura de vigas metálicas, de aduelas e de bueiros, em substituição às precárias pontes de madeira, para atender a demanda das rodovias estaduais e municipais. 

“Se nós somarmos o que será executado, é seguramente o maior programa de construção de pontes do Brasil. Haverá também economicidade, não precisando todo ano o prefeito e o estado ficarem trocando pontes com defeitos. Estaremos resolvendo de forma definitiva esse problema”, assegurou.

Também serão adquiridos, via contrato, máquinas e equipamentos, como 100 motos niveladoras, 30 pás carregadeiras, 30 escavadeiras hidráulicas e 15 pranchas para a manutenção de rodovias não-pavimentadas, que ocorrerá por meio de parcerias com prefeituras, associações e consórcios intermunicipais.

“Agradeço a Assembleia Legislativa que aprovou rapidamente o projeto que permitiu a assinatura desse contrato. E a todos os nossos parceiros do Governo do Estado e da bancada federal, assim como a Caixa Econômica”, finalizou.

Também participaram da solenidade o vice-governador Otaviano Pivetta; o senador Jayme Campos; os deputados federais Neri Geller e Carlos Bezerra; os deputados estaduais Dilmar Dal Bosco, Nininho, Sebastião Rezende, Silvio Favero, Wilson Santos, Dr. João, Valmir Moretto, Paulo Araújo; e secretários de Estado.

Leia Também:  Violência no trânsito custou R$ 28,5 milhões para a Saúde de Mato Grosso em 5 anos

A operação

A operação financeira pertence à linha de crédito do programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), com juros de até 5,7% ao ano e prazo de amortização de 96 meses, com carência de 24 meses.

Fonte: GOV MT

Propaganda

POLÍTICA MT

Batalhão Ambiental encontra área de preservação devastada em Arenápolis e aplica multa de R$ 50 mil

Publicados

em


.

Uma equipe do Batalhão Ambiental encaminhou à delegacia no sábado (19.09), um homem por desmatar área de preservação permanente, na cidade de Arenápolis (a 258 km de Cuiabá).

Os agentes foram informados do crime ambiental por meio de denúncia e quando chegaram ao local, confirmaram a informação.

Na fazenda, o gerente da propriedade alegou não ter a licença do órgão responsável. Disse também que o proprietário não estava. Ele ainda tentou contato por telefone, mas sem sucesso.

Devido à irregularidade foram emitidos os autos de inspeção e infração, termo de embargo e a notificação, além da multa no valor de R$ 50 mil.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Leia Também:  Domingo (20): Mato Grosso registra 113.186 casos e 3.279 óbitos por Covid-19

 

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA