POLÍTICA MT

Estado mais do que dobra o número de leitos de UTI no Hospital Regional

Publicados

em


.

Durante a entrega dos 30 novos leitos referenciados para o tratamento da Covid-19 no Hospital Regional de Cáceres, o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, destacou que o número de leitos de Terapia Intensiva mais do que dobrou na unidade hospitalar, que antes contava com seis leitos de UTI e agora passa a operar com 16 vagas.

“Com esses 10 novos leitos de UTI, nós mais que dobramos a capacidade que existia no Hospital Regional. Essa iniciativa se soma a todo o esforço do Governo do Estado para preencher os vazios assistenciais em leitos de Terapia Intensiva. Nós pretendemos incrementar a rede, para que não tenhamos mais que sofrer com a falta de UTI neste Estado”, disse o secretário durante coletiva de imprensa. 

O incremento de leitos é feito em estrutura perene, que permite o funcionamento definitivo das novas 10 vagas de Terapia Intensiva e 20 de enfermaria. A estrutura ampliada equivale a 22% do número total de leitos anteriormente disponibilizados pela unidade, que atende a 22 municípios da região de Cáceres. 

Leia Também:  Presidente do Conseg de Pontes e Lacerda é homenageado

Com a ampliação, a unidade passa a contar com 30 leitos clínicos e 10 de UTI exclusivos para pacientes com coronavírus. O incremento também resulta na inclusão de 114 novos profissionais à equipe do hospital.

Foram investidos aproximadamente R$ 5,5 milhões na ampliação, que possibilitou o acréscimo de 1.200 m² à estrutura do Hospital Regional. A unidade é referência em atendimento hospitalar para os municípios das regiões oeste e sudoeste de Mato Grosso, que juntas compõem uma população aproximada de 400 mil habitantes. 

Mesmo após a pandemia, os leitos poderão a ser usados para as diversas especialidades atendidas pelo hospital, tais como trauma, urgência e emergência, neurocirurgia, neurologia clínica, pediatria, oncologia clínica e cirúrgica, Unidade de Terapia Intensiva adulto e pediátrica, ambulatório de especialidades e de oncologia.

“Já são cerca de 1.300 leitos [entre UTIs e enfermarias] para o atendimento de demandas da Covid-19 em Mato Grosso. Além dessas ampliações, todos os hospitais do Governo do Estado serão modernizados pela atual gestão. Essas obras vão avançar paulatinamente pelas nossas unidades, como já acontece no Hospital Regional de Rondonópolis, Sinop e Sorriso”, concluiu Gilberto Figueiredo. 

Leia Também:  Sema e Batalhão Ambiental lançam Operação Piracema nesta quinta (01)

Ampliações em todo Estado

Além dos 10 leitos de UTI inaugurados na unidade regional de Cáceres, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) já ampliou outros 139 leitos de Terapia Intensiva na rede hospitalar do Estado. 

Foram 70 novos leitos no Hospital Estadual Santa Casa, 30 no Hospital Metropolitano, 29 no Hospital Regional de Sinop e 10 no Hospital Regional de Rondonópolis. Todas ampliações da rede estadual foram feitas em estruturas que podem ser definitivas. 

Atualmente, a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) em Mato Grosso conta com mais de 400 leitos ativos de UTI e 889 de enfermaria, exclusivos para o tratamento de pacientes com a Covid-19.

Fonte: GOV MT

Propaganda

POLÍTICA MT

Policiais ambientais iniciam fiscalização e patrulhamento nos rios de MT

Publicados

em


A partir desta quinta-feira (01.10) e até o dia 31 de janeiro de 2021, policiais do Batalhão de Proteção Ambiental intensificam a fiscalização e o patrulhamento nos rios de Mato Grosso para garantir que a reprodução dos peixes seja respeitada no período de defeso da piracema, com o lançamento da ‘Operação Piracema’, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) com  a Polícia Militar.

Os patrulhamentos fluviais e terrestres já começaram para inibir e combater práticas de pesca e a comercialização ilegal de pescado. Veículos e embarcações estão sendo abordados e verificados para impedir que qualquer cidadão tente desrespeitar o período de defeso da Piracema.

O comandante do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental, tenente-coronel Fagner Augusto, conta que o efetivo da unidade especializada da PM está pronto para flagrar ilegalidades e desrespeito a leis que protegem a fauna e  a flora mato-grossense.

“De forma integrada com os fiscais da Sema,  vamos agir de forma preventiva  nas três bacias hidrográficas do estado. Atuando com barreiras em pontos sensíveis à reprodução dos peixes. Vamos fiscalizar estoques de  restaurantes, hotéis, pousadas e outros estabelecimentos comerciais que armazenam pescado que devem ter esses produtos legalizados. Quem for pego desrespeitando o período de defeso é multado e tem todos apetrechos de pesca apreendidos”, alerta o comandante. 

Leia Também:  Sema e Batalhão Ambiental lançam Operação Piracema nesta quinta (01)

O tenente-coronel Fagner destaca ainda que toda a equipe do Batalhão de Proteção Ambiental da PM está empenhadas em missões de proteção a fauna e flora. Além da Operação Piracema, equipes de policiais ambientais  vem atuando de forma enérgica na Operação Pantanal na região de Porto Jofre, ajudando as equipes no combate aos  incêndios e principalmente nos resgates de animais silvestres feridos. 

A Operação Piracema é uma ação integrada da Polícia Militar Ambiental, ecretaria de Estado de Meio Ambiente e Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema). O objetivo é conscientizar a população sobre o respeito ao período reprodutivo dos peixes e que as leis ambientais sejam cumpridas em respeito ao ciclo da natureza.  A Polícia Militar pede a colaboração da sociedade para proteger o meio ambiente e denunciar, caso presencie alguma ilegalidade ou crime ambiental por meio do 190 ou pelo 0800 65 39 39.  

Secretária Estadual de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti com a equipe do Batalhão Ambiental da PM no lançamento da Operação Piracema. 

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA