POLÍTICA MT

Governo do Estado contempla 5 mil famílias do Nortão com auxílio financeiro

Publicados

em


“Minha filha pedia um pouquinho de leite e eu não tinha nada em casa”, diz emocionada a Dona Alice Novais, beneficiária do programa Ser Família Emergencial e moradora de Guarantã do Norte, um dos municípios que recebeu a entrega dos cartões nessa quinta-feira (06.05). A entrega de 5 mil cartões foi realizada pela secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Rosamaria Carvalho, também nos municípios de Alta Floresta, Matupá e Peixoto de Azevedo.

Dona Alice relata que a sua família sobrevive somente com as diárias que o seu esposo faz e não sobra quase nada para comprar alimentos, já que moram de aluguel e precisam pagar as contas de água, luz e remédios para a filha. Ela vive de doações e diz que o cartão fará muita diferença neste momento.

A ação do Governo do Estado vai beneficiar mais de 100 mil famílias em todos os municípios com renda de R$ 150 por cinco meses. O auxílio financeiro foi implementado pelo governador Mauro Mendes, após pedido da primeira-dama Virginia Mendes.

De acordo com a secretária, foi realizada uma verdadeira força-tarefa para que até sábado (08.05) todos os 141 municípios recebessem os 100 mil cartões.

Leia Também:  Aulas para Enem e concurso de redação começam nesta segunda-feira (14) na TV Assembleia

“A nossa agenda é de 20 municípios que se encerrará no sábado, e nós temos outros secretários de Estado fazendo outras regiões. Serão 100 mil famílias beneficiadas que receberão a proteção do Estado, em um investimento de R$ 75 milhões. É o Governo de Mato Grosso mostrando a que veio, mostrando que a gente não faz só saúde, educação e estrada, mas a gente cuida também de pessoas”, declara.

A secretária de Assistência Social de Social de Guarantã do Norte, Izabel Costa, diz que muitas cidades não têm condições de ajudar a população sozinha, mas que o Governo do Estado vem dando suporte e apoio aos municípios.

“Tenho só a agradecer ao governador Mauro Mendes, a primeira-dama, Dona Virginia e a secretária Rosamaria com toda a sua equipe. Desde que entraram eles vem dando esse suporte e apoio aos municípios. A nossa demanda é muito grande e com essa pandemia aumentou muito mais. Muitas famílias carentes e que chegam de outros lugares, então, essa ajuda para nós foi de suma importância”, relata a secretária.

Outra beneficiária do programa, Valdivina Silvestre, diz que ser contemplada foi a melhor coisa que aconteceu com ela e sua família. “Esse cartão vai me ajudar com a compra para casa, o alimento. Estamos nos virando com as diárias que o meu marido faz. A partir do momento em que o cartão for liberado, vou encher minha geladeira”, diz.

Leia Também:  Indea prorroga prazo para comunicação da vacinação contra a febre aftosa

O prefeito de Matupá ressalta que o Governo do Estado tem olhado para o social, indo além da educação, estrada e saúde. “O governador está fazendo um Estado voltado para o social, para quem quer trabalhar, mas também pensando naquele que tem as suas necessidades. Este programa é belíssimo, levando uma assistência para as pessoas em um momento de extrema necessidade afligindo por uma doença. Temos que agradecer a ele, a primeira-dama Virginia e a secretária Rosamaria que estão de parabéns, sempre em busca da pessoa que está precisando”, afirma.

A primeira-dama e secretária de Assistência Social de Peixoto de Azevedo, Marisete Terezinha, agradeceu a iniciativa que atendeu com 1,5 mil famílias do município.

“Neste momento de pandemia, momento delicado com Mato Grosso e que todo o mundo passa. Estamos recebendo ajuda para famílias de Peixoto, do distrito União do Norte, e das nossas aldeias. Com certeza fará diferença nas mesas dessas famílias durante cinco meses”.

Fonte: GOV MT

Propaganda

POLÍTICA MT

Domingo (13): Mato Grosso registra 427.979 casos e 11.417 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (13.06), 427.979 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 11.417 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 407 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 427.979 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.872 estão em isolamento domiciliar e 401.968 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 489 internações em UTIs públicas e 344 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 92,97% para UTIs adulto e em 40% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (89.294), Rondonópolis (31.259), Várzea Grande (29.186), Sinop (20.792), Sorriso (14.770), Tangará da Serra (14.712), Lucas do Rio Verde (13.096), Primavera do Leste (10.959), Cáceres (9.222) e Alta Floresta (8.158).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Aulas para Enem e concurso de redação começam nesta segunda-feira (14) na TV Assembleia

O documento ainda aponta que um total de 345.418 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 787 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (12.06), o Governo Federal confirmou o total de 17.374.818 casos da Covid-19 no Brasil e 486.272 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 17.296.118 casos da Covid-19 no Brasil e 484.235 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (13.06).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  Faissal solicita computadores para escola estadual em Santo Antônio de Leverger

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA