POLÍTICA MT

Governo leva projeto Comunidade Inteligente à Região Leste do Estado

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Coordenadoria de Polícia Comunitária, apresentou nesta sexta-feira (13.05) o projeto Comunidade Inteligente aos integrantes dos Conselhos Comunitários de Segurança (Conseg) da região leste de Mato Grosso, durante o 1º Encontro dos Consegs, realizado em Campo Verde (135 km de Cuiabá). 

O sistema já está sendo implantado no município de forma experimental, onde estão em funcionamento 30 câmeras, distribuídas por diversos pontos da cidade. A expectativa é instalar até 300 câmeras, tanto na região urbana quanto na região rural. Dessa forma, Campo Verde poderá ser uma das cidades mais monitoradas de Mato Grosso. 

De acordo com o comandante da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar, tenente-coronel PM Anderson Luiz da Silva, o sistema pode reduzir o tempo de atendimento das ocorrências. “Ninguém vai entrar ou sair de Campo Verde sem ser monitorado, e se acontecer alguma ocorrência, poderemos acompanhar pelas câmeras, dando mais rapidez ao atendimento da Polícia Militar à sociedade”, explicou.

A partir da implantação definitiva, a expectativa é reduzir em até 85% as ocorrências envolvendo crimes contra o patrimônio. “Já temos uma vitrine com esse exemplo. Os moradores do bairro Santa Rosa, em Cuiabá, já aderiram ao projeto e estão há mais de 90 dias sem registros de roubo ou furto à residência”, lembrou o coordenador estadual de Polícia Comunitária, tenente-coronel PM Sebastião Carlos Rodrigues da Silva

Leia Também:  Projeto aprovado simplifica assinaturas eletrônicas para desburocratizar operações com o governo

O secretário-adjunto de Integração Operacional, coronel PM Juliano Chiroli, participou do lançamento e ressaltou que com o apoio da comunidade é possível melhorar os serviços de segurança pública. “É fundamental um bom relacionamento entre as instituições de segurança e a comunidade. Precisamos que essa parceria seja cada vez mais fortalecida e quem sai ganhando é a própria comunidade com mais segurança”, disse.

Em Campo Verde, o projeto foi apresentado aos moradores e conselheiros do município, além de Primavera do Leste, Poxoréu, Santo Antônio do Leste, Guiratinga e Dom Aquino, e foi avaliado como uma ferramenta eficiente e com resultados a curto prazo. 

A Comunidade Inteligente consiste no compartilhamento de câmeras de videomonitoramento de diferentes moradores de um mesmo bairro ou região, criando um cerco virtual contra a ações criminosas. Após adesão ao projeto, o morador disponibiliza as imagens das câmeras com uma unidade policial mais próxima.

A ferramenta pode ser utilizada pelo próprio smartphone por meio de um aplicativo que ainda disponibiliza um botão do pânico para pedir ajuda e aciona a equipe policial mais próxima em situação de emergência. Nesse mesmo aplicativo a comunidade pode interagir por um chat e, assim, trocar informações sobre o bairro. 

Leia Também:  Mato Grosso registra abertura de 16,7 mil empresas do setor de turismo

A adesão é voluntária, porém é necessário possuir câmeras de monitoramento na rua do bairro para compartilhamento. Para saber mais informações sobre esse projeto, o morador deve procurar o Conseg da sua cidade.

Fonte: GOV MT

Propaganda

POLÍTICA MT

Sorteio mensal do Nota MT beneficia 149 instituições de 50 municípios

Publicados

em

O sorteio mensal de abril do Programa Nota MT, coordenado pela Secretaria de Fazenda (Sefaz) e realizado na quinta-feira (12.05), beneficiará 149 entidades sociais de 50 municípios mato-grossenses, indicadas pelos 1.002 contribuintes ganhadores. Juntas, elas vão receber R$ 110 mil, correspondente a 20% da premiação distribuída aos consumidores.

As três instituições a receberem as maiores doações estão localizadas na Capital, sendo a mais indicada a Associação de Amigos da Criança com Câncer de Mato Grosso (AACC), contemplada com R$ 19.600, o equivalente a 20% de 177 prêmios. Em seguida, vem o Hospital de Câncer de Mato Grosso (HCan-MT), com R$ 10.700, e Associação Beneficente Evangélica Mato-grossense (Abem), com R$ 3.200. 

No interior do Estado, a Santa Casa de Rondonópolis foi a instituição mais indicada, por 10 ganhadores, e receberá R$ 2.900,00, seguida pela Associação Protetora dos Animais do Município de Sinop (APAMS), favorecida com R$ 2.600,00, mesmo valor destinado ao Lar dos Idosos São Vicente de Paulo, de Várzea Grande, sempre muito indicado nos sorteios do Nota MT.
 

Leia Também:  Programa "Palavra Literária" entrevista a escritora Marli Walker

Atualmente, o programa possui 208 entidades cadastradas e já repassou a elas R$ 4,018 milhões.

Doe Sua Nota

O cidadão mato-grossense tem outra forma, disponível, de ajudar as entidades filantrópicas, mesmo não sendo sorteado. Com o “Doe Sua Nota”, qualquer pessoa pode fazer a doação simbólica da sua nota fiscal diretamente para a instituição escolhida.

Para fazer a doação, o consumidor deve solicitar a emissão da nota fiscal de suas compras, sem a identificação por CPF ou CNPJ. Em seguida, acessar o site ou o aplicativo do Nota MT, informar a chave do documento fiscal ou apontar a câmera do celular para o QR Code, selecionar a cidade e escolher a entidade social. Também é possível depositar o documento fiscal em uma das urnas colocadas à disposição pelas entidades sociais nos estabelecimentos comerciais.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA