POLÍTICA MT

Jovem com paralisia cerebral emociona policiais ao doar brinquedos para campanha

Publicados

em


Policiais militares do 3º Batalhão promovem uma campanha de arrecadação de brinquedos para o Dia das Crianças e receberam um chamado mais que especial de uma moradora do bairro Praeirinho, em Cuiabá. Damires Aparecida Moreira, de 22 anos, fez questão de colaborar doando seus brinquedos para a iniciativa. 

Até o momento a iniciativa dos policiais já arrecadou cerca de 400 brinquedos, que serão entregues às crianças carentes da região atendida pela unidade da PM. A entrega de brinquedos da Campanha de Arrecadação do 3º BPM será realizada neste domingo (11.10), às 7h45, na Rua das Crianças, no bairro Novo Paraíso.

Com uma sacola repleta de ursos de pelúcia, Damires pediu à mãe, Sirlene Nogueira, para procurar os policiais para fazer a doação dos seus brinquedos, que estão novos. Foi então que Sirlene pediu ajuda de amigos para localizar a equipe da PM. 

Damires tem paralisia cerebral e, após o gesto solidário, recebeu uma surpresa dos policiais na última sexta- feira (09.10): uma camiseta e uma caneca da corporação com o nome dela escrito, durante uma visita dos agentes a ela. Sirlene contou que desde então, a filha se recusa a tirar a farda da PM.

Leia Também:  CGE encerra programação com live sobre a prevenção do câncer de mama

A visita dos policiais a casa de Damires foi marcada por muita emoção. Sirlene cuida da filha sozinha e dise que quando podia sair, a jovem ficava exaltada e animada ao se deparar com os policiais nas ruas. Damires já tirou foto com os policiais do Batalhão Rotam, com a equipe da Cavalaria da PM e agora atualizou o álbum, com a equipe do 3º Batalhão da PM.

Emocionado, o comandante do 3º Batalhão, tenente-coronel Fernando Augustinho, contou que o ato de solidariedade da jovem é um exemplo para todos.

“Mesmo com  limitações físicas, a Damires quer ajudar o próximo. Temos certeza que o gesto lindo dela vai sensibilizar mais pessoas a doar e fazer muitas crianças felizes. Como a Damires é fã da PM, fizemos uma camisa do 3º BPM e assim ela não vai esquecer que somos gratos pela solidariedade dela e da mãe”, revelou o coronel. 

Para os policiais, o gesto solidário da pequena família do Praeirinho ensina que não se deve deixar de sorrir e ajudar ao próximo, mesmo diante das dificuldades ou  limitações que a vida impõe. 

Leia Também:  Indicações para infraestrutura, educação e saúde beneficiam região do Araguaia

Fonte: GOV MT

Propaganda

POLÍTICA MT

Com mais de 55 mil atendimentos, Centro de Triagem é exemplo de política pública que funciona

Publicados

em


Com pouco mais de três meses de funcionamento, o Centro de Triagem da Covid-19, estruturado na Arena Pantanal, ultrapassou a marca de 55 mil atendimentos à população da Baixada Cuiabana e seguirá o mês de novembro prestando um excelente serviço de Saúde Pública.

Tenho a convicção de que a somatória de todas as iniciativas priorizadas pela Saúde Estadual nos levou a uma situação de menor desconforto em relação à pandemia. Afinal, foram ampliados 173 leitos de Terapia Intensiva na Rede Estadual e 127 leitos de UTI em parceria com os municípios.

O Estado também encaminhou medicamentos e equipamentos às gestões municipais para somar esforços contra um inimigo comum, além de ter cofinanciado 432 leitos de UTI pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Mato Grosso.

Mas é significativo e relevante o fato de que a expressiva maioria das pessoas atendidas na unidade de triagem sai satisfeita com o atendimento que é prestado no local. Por meio do Centro, o Governo de Mato Grosso ofertou o teste rápido, a tomografia, as consultas médicas e, caso prescritos, os medicamentos para o tratamento da Covid-19.

Leia Também:  "Programa Mais MT é realizado com base na realidade do Estado e para todos os mato-grossenses"

O protocolo das medicações foi, inclusive, orientado e aprovado por membros do Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública, que é composto por representantes de diversas instituições técnicas.

Com o Centro de Triagem, a gestão estadual demonstrou, na prática, a consideração que o Governo nutre pela população mato-grossense, já que essa modalidade de atendimento deve ser prestada pela Atenção Básica dos municípios. 

Em meio à pandemia por uma doença desconhecida, o simples acesso a um profissional qualificado pode ser determinante, fato que nos levou ao desafio de criar um centro de testagem. Estávamos em meio ao caos quando a Arena Pantanal começou a receber os primeiros pacientes. Do primeiro dia de funcionamento em diante, o diagnóstico precoce foi fundamental para que a Saúde Pública funcionasse de forma mais efetiva.

Coincidência ou não, na mesma semana em que registramos a importante marca de 50 mil atendimentos no Centro de Triagem, também chegamos a uma taxa de ocupação inferior a 50% das UTIs do SUS em Mato Grosso.

Leia Também:  Calendário para discussão do PLOA 2021 será definido em novembro

Aproveito então para enfatizar o engajamento do Governo de Mato Grosso no combate à pandemia, parabenizar as gestões municipais que foram parceiras e que trabalham neste enfrentamento e, principalmente, enaltecer o trabalho dos profissionais da saúde que atuam na linha de frente – afinal, sem o apoio e o esforço dessa classe, nenhuma ação seria possível.

Vivemos uma situação de menor desconforto em relação ao coronavírus, mas enfatizo que a população deve cooperar e seguir todas as orientações de distanciamento social. A pandemia não acabou. Em caso de sintomas leves da Covid-19, o Centro de Triagem, um dos exemplos de política pública que funciona, segue em atendimento de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

*Gilberto Figueiredo é secretário estadual de Saúde de Mato Grosso

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA