POLÍTICA MT

Obra de nova escola com 1.600 vagas em Sinop está 50% concluída

Publicados

em


.

As obras da nova escola estadual no Jardim das Orquídeas, em Sinop (500 quilômetros ao norte de Cuiabá) avançam a cada dia. Após a cobertura da quadra poliesportiva, os operários estão preparando o contrapiso. Além de coberta e com iluminação, a quadra terá arquibancadas, vestiários e total acessibilidade.

Retomadas em julho de 2019, a construção chega a mais de 50% de edificação. A estrutura das salas está em fase acelerada com a preparação das janelas. A próxima etapa será a parte do acabamento. A obra, no valor total de R$ 5.455.480,66 – com recursos do Governo Federal e do Estado – tem previsão de entrega no final do primeiro semestre de 2021.

Segundo a assessora pedagógica Janaina Schweitzer Chitolina, a nova unidade escolar vai dar fôlego em relação às vagas daquela região da cidade que cresce muito.

“Para a comunidade escolar de Sinop será maravilhoso ver que a obra está caminhando rapidamente e a expectativa é que fique pronta o quanto antes. A escola é fundamental para o redimensionamento escolar para 2021”, assinala.

Leia Também:  Todos os 141 municípios de Mato Grosso permanecem com risco baixo de contaminação da Covid-19

A nova unidade escolar terá cerca de 1.600 novas vagas em três turnos, ampliando de forma significativa a oferta de matrículas tanto no ensino fundamental como no ensino médio.

Serão 18 salas de aulas, além de dependências administrativas, laboratório de informática, biblioteca, refeitório, banheiros masculinos e femininos. O projeto prevê a acessibilidade em todo o prédio incluindo os sanitários e acesso à quadra poliesportiva que será um dos destaques.

“Com a construção dessa unidade vamos possibilitar a ampliação do atendimento em todo o município”, salienta a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk.

Fonte: GOV MT

Propaganda

POLÍTICA MT

Outubro Rosa; Escola Técnica de Sinop promove ações para informar sobre prevenção e tratamento

Publicados

em


A Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) têm realizado diversas atividades para fomentar as informações sobre a prevenção e tratamento dos cânceres de mama e no colo do útero, no qual no mês de outubro é amplamente abordado por meio da campanha Outubro Rosa, realizada anualmente em todo o mundo.

Nesta semana a Escola Técnica Estadual (ETE) de Sinop (500 km de Cuiabá), promoveu palestras para falar do assunto aos servidores.

A diretora da ETE,  Ivanir Latanzi, explica que a iniciativa prevê conscientizar a equipe escolar sobre a importância de ter o cuidado e prevenir a doença e ainda divulgar a iniciativa entre alunos e rede escolar de forma virtual. 

“Os alunos estão sem aulas presenciais por conta da pandemia, então decidimos trasmitir as palestras por meio do aplicativo Google Meet, para ampliar o alcane. Assim, além dos funcionários da escola que assistiram presencialmente, os alunos e parceiros também puderam acompanhar virtualmente”, explicou.

Para abordar o tema, os dois palestrantes Alessandra Alves Gouveia e o professor Paulo Rogério Prates promoveram uma tarde de debates em uma roda de conversa, onde esclareceram dúvidas dos trabalhadores.

Leia Também:  Botelho defende exame e dispensação de Vitamina D na rede pública de saúde

A coordenadora da ETE, Maria Luiza Troian, contou que a direção da escola distribuiu laços rosas, símbolo da campanha mundial Outubro Rosa, para os participantes com o intuito de que espalhem a ideia de prevenção da doença pelas ruas.

“Queremos os familiares, amigos e o maior número de pessoas saibam que podem lutar por direitos como o atendimento médico, apoio psicológico, exames e que a prevenção pode identificar um diagnóstico precoce, aumentando as chances de cura” falou.

Criada na década de 90 em Nova York, com o movimento de conscientização para o controle do câncer de mama e posteriormente foi ampliado para combater também o de colo do útero. E desde então ela é promovida anualmente em todo o mundo. O Outubro Rosa é comemorado para marcar a luta contra o câncer de mama, ressaltar a importância da prevenção e da detecção precoce.

A primeira iniciativa no Brasil em relação ao Outubro Rosa foi e 2002 com a iluminação em rosa do monumento Obelisco do Ibirapuera, situado em São Paulo. A iniciativa foi de um grupo de mulheres simpatizantes com a causa do câncer de mama e aconteceu com apoio de uma conceituada empresa europeia de cosméticos.

Leia Também:  Governador inaugura 35 km de asfalto novo e vistoria trecho de concessão na região norte
Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA